conecte-se conosco


Cidades

Ciclo Ribeiro tinha bicicletas de até R$ 22 mil em estoque

Publicado

Com 31 anos de operação em Cuiabá, a Ciclo Ribeiro tinha em seu estoque bicicletas de até R$ 22 mil. Após o incêndio de sábado (05), no qual a empresa teve parte significativa de seus produtos destruídos, a diretoria ainda avalia o valor total do prejuízo.

 

O tenente Célio do Corpo de Bombeiros Militar apontou que mais de mil bicicletas foram retiradas da loja nesta segunda-feira (07). À reportagem, o bombeiros explicou que o fogo atingiu principalmente o estoque do fundo da loja, mas que grande parte dos produtos que estavam na frente do comércio foram salvos.

Em atuação ininterrupta desde a noite de sábado, os bombeiros atuam neste momento na fase de escaldo do incêndio. Ao portal, o tenente disse que os agentes iniciaram nesta tarde a segunda fase da operação, que é o momento de resfriamento da estrutura.

 

“Temos aqui duas frentes de trabalho hoje. A primeira frente durou a manhã toda e parte da tarde, que foi a retirada do material da Ciclo Ribeiro. Tiramos mais de mil bicicletas juntamente com material de expediente que eles tinham lá”, disse o tenente.

Leia mais:  Flagrado com dinheiro na cueca, senador Chico Rodrigues pede afastamento por 90 dias

 

“Eles tinham dois estoques, um na frente e outra atrás que foi totalmente sinistrado. Aqui na frente conseguimos salvar todas as bicicletas. Agora, vamos fazer o resfriamento da estrutura colapsada”, apontou.

Conforme divulgado pelo, dois bombeiros se feriram durante atuação no incêndio no fim de semana. Eles foram encaminhados à Policlínica do Verdão, mas já estão bem. O trabalho no local segue em regime de turnos alternados, no qual cada equipe assume um plantão de 24 horas trabalhadas consecutivamente.

 

Mesmo com a magnitude do incêndio, Luiz Gustavo de Souza Lima, dona da loja, aponta que manterá o emprego da equipe de 17 funcionários.

 

“É uma empresa tradicional. Não vamos deixar ninguém desamparado, cumprindo agenda deles em casa ou se precisar de ajeitar alguma coisa. Não tem outra solução para a gente. Mas a solidariedade que o povo teve eu nunca vi isso aí”, disse.

Sem saber ao certo o que restou dos produtos, o lojista guardou o estoque retirado da loja no estacionamento de um comércio próximo. Ainda abalado com o ocorrido, Luiz Gustavo não soube afirmar se o seguro da loja ainda era válido.

Leia mais:  Caixa paga neste sábado auxílio emergencial de R$ 600 para 1,4 milhão de inscritos via app e site

 

“Nosso seguro estava vencendo. Não sei se estava ou não valendo, mas acredito que estava. Eles [Realmat] falaram que cobre. Vamos entrar em reunião ainda”, explicou o comerciante.

 

Imagens feitas no local mostram que ainda há fumaça remanescente do incêndio, que deixou um rastro de destruição pelas estruturas dos prédios tanto da papelaria Realmat – onde o fogo teve início – quanto da bicicletaria Ciclo Ribeiro

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Prefeitura publica calendário de pagamento do IPTU; veja datas

Publicado

A Prefeitura de Cuiabá estabeleceu a programação para pagamento do IPTU em 2021, que deve começar a partir de 1º de março. O Decreto nº 8.285, que determina o cronograma, foi publicado na Gazeta Municipal.

 

Assim como em outras edições, o pagamento poderá ser feito em cota única ou em até oito parcelas. O valor mínimo de cada parcela será de R$ 57,26.

 

Aqueles que não tiverem débitos de anos anteriores e optarem por quitar o IPTU em cota única até o dia 14 de abril, terão desconto de 10%. Os carnês serão enviados para todos os contribuintes que contam no Cadastro Imobiliário do Município.

 

Já as guias do IPTU de imóveis territoriais deverão ser retiradas nos postos de atendimentos do Município ou por meio do site.

 

A retirada presencial poderá ser feita no Centro Integrado de Atendimento ao Contribuinte (CIAC), nas Lojas de Atendimento ao Contribuinte (LAC-Norte e LAC-SUL), e em outros postos de atendimento que serão indicados pela Prefeitura de Cuiabá.

Leia mais:  SUGESTÃO DE PAUTA – Ensaios para o tradicional Musical de Natal se iniciam nesta semana

 

Outra informação que o munícipe deverá ficar atento é em relação ao pedido de isenção do pagamento, que neste ano poderá ser feito no período de 1º de junho a 30 de julho, com validade até 2024.

 

Caso a solicitação seja indeferida, será concedido um prazo de 30 dias, a partir da ciência do contribuinte quanto à decisão, para que o valor seja pago sem desconto e sem a incidência de juros e multa.

 

“De acordo com os termos do art. 5º da Lei nº 5.355/2010, alterado pela Lei nº 5.797/2014, estão isentos do Imposto Predial e Territorial Urbano os imóveis residenciais com valor venal atualizado igual ou inferior a R$ 33.921, excluindo-se os imóveis territoriais, comerciais, unidades autônomas desdobradas com cadastro individualizado para fins tributários, chácaras de recreio e garagens de edifícios”, explica o decreto municipal.

 

Veja calendário de pagamento: 

 

Primeira parcela e cota única: 14 de abril

 

Segunda parcela: 14 de maio

 

Terceira parcela: 14 de junho

Leia mais:  Mais de 2 mil inscritos fazem prova do processo seletivo neste domingo (25)

 

Quarta parcela: 14 de julho

 

Quinta parcela: 13 de agosto

 

Sexta parcela: 14 de setembro

 

Sétima parcela: 14 de outubro

 

Última parcela: 12 de novembro

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana