conecte-se conosco


Carros e Motos

Chevrolet Onix Sedan aparece do jeito que será vendido no Brasil

Publicado


Chevrolet Onix Sedan
Divulgação

Chevrolet Onix Sedan na versão intermediária LT já começa a ser vendida na China e chega ao Brasil no fim do ano

O novo Chevrolet Onix Sedan surge na versão intermediária LT, uma das que vão ser vendidas no Brasil no fim do ano. Anteriormente, o carro havia sido mostrado na China apenas como esportivo. Assim como a própria GM do Brasil já havia confirmado, o Prisma atual continuará sendo vendido como opção mais em conta entre os sedãs compactos.

 LEIA MAIS:  GM faz mais revelações do Onix Sedan, posicionado acima do Chevrolet Prisma

Como mostram as imagens, o Chevrolet Onix Sedan
terá linhas elegantes e modernas, além de nova plataforma desenvolvida em conjunto com a SAIC, que é o braço da GM na China. Outra novidade ficará por conta do motor 1.0, turbo, de três cilindros,  de cerca de 125 cv, fabricado em Joinville (SC).


Chevrolet Onix Sedan
Divulgação

Assim como por fora, o interior do Onix Sedan será completamente inédito

Ainda entre os principais atrativos do novo Onix Sedan estará o baixo peso, o que vai contribuir com a economia de combustível e o desempenho, algo importante para encarar rivais como Volkswagen Virtus
e Fiat Cronos
. O nível de equipamentos deverá ser outro ponto positivo do GM, que contará com controles eletrônicos de estabilidade e tração, conexão 4G, sistema OnStar, entre outros itens, entre os quais ancoragem ISOFIX para cadeirinhas infantis e nova central multimídia.  

Leia mais:  Veja os 5 carros à venda no Brasil hoje em dia que mais gastam combustível


LEIA MAIS: Chevrolet Prisma: nova geração é revelada no mercado chinês

O novo Onix Sedan será maior que o Prisma vendido atualmente nas lojas do Brasil. Terá  4,47 metros de comprimento, 1,73 m de largura, 1,47 m de altura e 2,60 m de entre-eixos (8 cm a mais do que o Prisma) e porta-malas de 469 litros. Com isso, deverá concorrer também com Honda City e Toyota Yaris Sedan.

O projeto é global e teve participação dos centros de desenvolvimento da marca no Brasil, México, Estados Unidos, Alemanha, China e Coreia do Sul. Mesmo já com os novos projetos engatilhados na equipe brasileira da marca, a GM ainda não confirmou em qual fabrica o novo Chevrolet Onix Sedan
será produzido. 


Chevrolet Onix Sedan
Divulgação

Chevrolet Onix Sedan mostra que será um carro mais refinado que o Prisma para brigar com Virtus, Yaris, City e outros


Comentários Facebook
publicidade

Carros e Motos

General Motors confirma o fim da fabricante australiana Holden

Publicado

por

General Motors arrow-options
Divulgação

Parceira da General Motors desde a década de 30, Holden encerrará suas operações na Austrália, Nova Zelândia e Tailândia até o fim do ano

Em mais um passo no processo de reestruturação global, a General Motors anunciou que fechará a marca Holden na Austrália, Tailândia e Nova Zelândia, encerrando as operações nos países. A GM ainda terá o compromisso de abastecer os mercados com peças e serviços de manutenção até o fim da década.

LEIA MAIS: FCA e PSA anunciam acordo de fusão; confira os detalhes

Estima-se que 600 funcionários perderão o emprego no encerramento da Holden na Oceania. Em Detroit (EUA), Mary Barra, chefe-executiva da GM Global, afirma que fechar a representante no continente é uma decisão difícil, porém correta. 

Mark Reuss, presidente da GM, complementa a declaração de Barra dizendo que a marca tinha planos de reerguer a Holden, mas continuar atuando em um mercado fragmentado como a Oceania teria custo alto.

LEIA MAIS: Renault, Nissan e Mitsubishi revelam novas estratégias para 2020

Leia mais:  Veja 5 scooteres inéditos que estão no Salão Duas Rodas 2019

Scott Morrison, primeiro-ministro da Austrália, se diz inconformado com a situação. “Estou desapontado, mas não surpreso. Sei que muitos australianos estão irritados neste momento”, disse ele. “Os nossos contribuintes colocaram milhões de dólares nesta companhia multinacional e eles simplesmente encerraram as operações”.

LEIA MAIS: Veja como a parceria entre Ford e VW vai impactar os carros elétricos

Aos poucos, a GM está abandonando mercados não-lucrativos para focar em regiões pontuais, como Estados Unidos, China, Coreia do Sul e Brasil. Em 2017, a fabricante vendeu as marcas Opel e Vauxhall para a Peugeot-Citroën.

Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana