conecte-se conosco


Esportes

Chelsea e Arsenal devolvem metade dos ingressos da final da Liga Europa

Publicado


chelsea e arsenal
Reprodução

Chelsea x Arsenal farão final da Liga Europa com pouco apoio da torcida no estádio

A final da Liga Europa entre Chelsea e Arsenal, marcada para o próximo dia 29 de maio, terá pouca adesão dos torcedores ingleses no estádio Olímpico de Baku, no Azerbaijão.

Leia também: Mkhitaryan não disputará a final da Liga Europa por problemas diplomáticos

De acordo com informações da agência AFP, tanto o Chelsea como o Arsenal devolveram mais da metade dos ingressos que receberam por não terem conseguido vender. Juntos as equipes tinham 12 mil entradas para a decisão da Liga Europa .

Inicialmente tendo seis mil ingressos cada, os clubes reclamaram com a Uefa que a quantidade era muito baixa, mas se surpreenderam com a renúncia dos torcedores em comprar os ingressos. A primeira causa da baixa adesão seria o valor da passagem entre Londres e Baku que custa US$ 1,3 mil (R$ 5, 22 mil, na cotação atual).

“A maioria dos ingressos já foram vendidos para torcedores locais do Azerbaijão e confiamos que os ingressos que sobram serão vendidos, porque a demanda é muito alta”, declarou a Uefa à agência.

Leia mais:  Lewis Hamilton segura pressão, vence GP de Mônaco e faz homenagem a Niki Lauda

Segundo as fontes da AFP, dos seis mil ingressos inicialmente ofertados o Arsenal devolveu 2,2 mil. Já o Chelsea só vendeu dois mil da carga disponível.

O estádio olímpico acomoda 68 mil pessoas. Isso significa que os 12 mil ingressos entregues para as equipes finalistas representam apenas 20% da capacidade total. Os outros 80% foram comercializados por patrocinadores e entregues a convidados da Uefa, além da venda para moradores locais.

Leia também:  Segundo TV, Petr Cech irá retornar ao Chelsea na próxima temporada

Outra reclamação dos torcedores de Chelsea e Arsenal para a decisão da Liga Europa 2018/19 é a acomodação na cidade. O jornal inglês Daily Mail publicou um relatório organizado pela Uefa em que cita os hotéis como ‘muito comuns’ tendo acampamentos, dormitórios de universidades e até pensões na lista.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
publicidade

Esportes

No sufoco! Colômbia vence Catar e avança às quartas da Copa América

Publicado

por

Lance

zapata colômbia
Luis Moura / WPP / Agencia O globo

Zapata marcou o gol da vitória da Colômbia contra o Catar

Foi no sufoco, mas a Colômbia se garantiu antecipadamente nas quartas de final da Copa América.

Leia também:  STJD punirá gritos homofóbicos nos estádios brasileiros após a Copa América

Nesta quarta-feira (19), a Colômbia venceu o Qatar por 1 a 0, no Morumbi, em São Paulo, em confronto válido pelo Grupo B. O único gol da partida foi marcado por Zapata, aos 40 minutos.

Com o resultado, a equipe comandada por Carlos Queiroz fica na liderança, com seis pontos, em dois jogos disputados, e fica, no mínimo, na segunda colocação. Os qatáris amargam a derrota no fim e somam apenas um na competição, mas tem chances de avançar.

Na terceira e última rodada da primeira fase da Copa América, as seleções voltam a campo no domingo, às 16h (de Brasília). Em Salvador (BA), na Fonte Nova, a Colômbia enfrenta o Paraguai. No Rio Grande do Sul, na Arena do Grêmio, o Catar encara a Argentina.

Leia mais:  Consórcio Rio Motorsports construirá autódromo do Rio de Janeiro

IMPONENTE

A Colômbia fez valer o favoritismo no começo do jogo. Logo aos cinco minutos, o zagueiro Roger Martínez, em posição de impedimento, desviou, e o bandeirinha marcou a infração. Em seguida, James Rodríguez cabeceou sozinho dentro da área, mas foi para fora. Depois foi vez de Cuadrado, que parou na defesa do goleiro qatári.

Além disso, o atacante Zapata foi muito acionado pela esquerda. Os asiáticos, por sua vez, arriscaram menos, mas mostraram contra-ataques rápidos e que assustaram os defensores colombianos. 

​O panorama da segunda etapa não se alterou. Los Cafeteros pressionaram, enquanto os qatáris ficaram ainda mais recuados. Logo no início, o atacante Roger Martínez aproveitou a bola sobrada na grande área e chutou na marcação. O árbitro marcou pênalti no toque de mão. No entanto, o lance foi revisado pelo VAR e a penalidade foi anulada. Depois disso, James Rodríguez e Mina tiveram chances de balançar a rede. 

Parecia que a Colômbia iria fazer um gol só na semana que vem com tantas as chances desperdiçadas ao longo do jogo. Aos 40 minutos, houve a sintonia entre o toque de classe de James e bom posicionamento do ‘gigante’ Zapata.

Leia mais:  Palmeiras usará camisa azul na Libertadores em homenagem ao título de 1999

Leia também: CBF anuncia amistoso entre Peru x Brasil para o dia 10 de setembro, nos EUA

O camisa 10 da Colômbia lançou o atacante, que colocou no fundo da rede para encaminhar a classificação na competição. No final, o camisa 7 perdeu um gol inacreditável e alguns jogadores discutiram, mas o árbitro acalmou os ânimos. 

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana