conecte-se conosco


Esportes

Chance de Botafogo x Palmeiras ser anulado é mínima, ressalta especialista

Publicado


Árbitro de Botafogo x Palmeiras errou no protocolo do VAR e o resultado da partida está sob júdice
O Globo/Reprodução

Árbitro de Botafogo x Palmeiras errou no protocolo do VAR e o resultado da partida está sob júdice

A instauração do VAR tem sido o centro de muitas polêmicas no futebol. Nesta semana, o Botafogo
protocolou junto ao STJD
(Superior Tribunal de Justiça Desportiva) um pedido de anulação do jogo que ocorreu no final de semana passado contra o Palmeiras, por uso indevido do árbitro de vídeo.

Leia também:

O pedido já foi aceito pelo presidente do órgão, Paulo César Salomão Filho, e será analisado em breve. O clube carioca alega que a revisão de pênalti feita após o reinício do jogo é irregular e, por isso, a partida contra o Palmeiras
deveria ser invalidada.

Para o advogado Pedro Wambier, sócio da Welt Sports, a chance de o Tribunal anular a partida é mínima, visto que o lance foi corretamente marcado. “O pênalti realmente existiu. O que houve foi apenas um erro de protocolo na utilização do VAR
, uma vez que o árbitro deveria ter deixado o jogo paralisado até conferência do lance pelo VAR”, ponderou Wambier.

Leia mais:  Mercado aquecido e clássico marcam início do Brasileirão Feminino

Para o advogado, o erro de protocolo pode ser relevado diante de uma marcação correta de um lance fundamental para o resultado da partida. Ele ressalta que, se o pênalti houvesse sido marcado erroneamente, a anulação da partida seria algo mais plausível.

“De forma alguma reputo que o erro de protocolo do uso do VAR é irrelevante, mas quando se está diante de uma decisão acertada, ele deve sim ser minimizado, visto que é um procedimento totalmente novo e ao qual todos ainda estão se adaptando”, ressalta o especialista.

E para você, internauta? O jogo entre Botafogo e Palmeiras
deveria ser remarcado? Comente abaixo.

Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Martine Grael e Kahena Kunze estarão em Tóquio 2020

Publicado

por

As campeãs olímpicas Martine Grael e Kahena Kunze garantiram, no último final de semana, a participação na próxima edição dos Jogos Olímpicos. A vaga, em Tóquio, na disputa da classe 49er FX de vela, foi garantida no mundial realizado em Geelong (Austrália).

As brasileiras, que ficaram com o ouro nos Jogos do Rio (2016), carimbaram o passaporte para Tóquio ao terminarem o mundial na 12ª posição.

Além de Martine e Kahena, o final de semana também foi de classificação olímpica para Marco Grael e Gabriel Portilho. Eles defenderão o Brasil na classe 49er ao encerrarem o Mundial de Geelong na 13ª posição.

Edição: Fábio Lisboa

Comentários Facebook
Leia mais:  Gaúcho: Grêmio vence Internacional e está na final
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana