conecte-se conosco


Mato Grosso

CGE começa a abrigar as Unidades Setoriais de Correição para reforçar suporte técnico

Publicado

A Unidade Setorial de Correição da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) passou a desenvolver suas atribuições no prédio da Controladoria Geral do Estado (CGE). Desde o começo deste mês, equipe de sete servidores foi acomodada em uma das salas do piso superior, no corredor onde futuramente devem ser instaladas outras Setoriais de Correição.

Com a proximidade física, a CGE vai reforçar o suporte técnico na condução dos procedimentos administrativos para apurar eventuais desvios de conduta de servidores e de fornecedores. O objetivo é contribuir para a celeridade e qualidade dos julgamentos, evitando vícios que possam resultar em nulidades processuais.  

“Como órgão central do sistema de correição do Poder Executivo Estadual, a CGE poderá orientar e acompanhar em tempo integral a execução dos processos, ajudar a identificar e sanear mais de perto eventuais dificuldades e fragilidades, para melhorar a prestação do serviço correicional”, justifica a secretária-adjunta da Corregedoria Geral do Estado, Nilva da Rosa. 

A instalação de Unidades Setoriais de Correição na CGE estava prevista no projeto da nova sede, que teve uma parte finalizada em 2017 e a outra em 2018. “A ideia é que o novo prédio busque resolver também o problema de algumas corregedorias setoriais, que não possuem espaço adequado nos órgãos. Além disso, a proximidade física dessas unidades com o órgão central (CGE) otimizará e dará mais celeridade ao processo”, ressalta o secretário-controlador geral do Estado José Celso Dorilêo Leite.  

Leia mais:  Projeto ‘Jiu Jitsu Rotam’ da Polícia Militar abre 50 vagas para novos alunos

A intenção é acomodar no prédio da CGE as Unidades Setoriais de Correição com maior volume e complexidade de processos, como a Secretaria de Estado de Saúde (SES) e de Educação (Seduc). Além de reforçar o suporte técnico, a ideia é possibilitar uma melhor estrutura de trabalho às equipes setoriais, as quais subordinadas tecnicamente à Controladoria.

Isso porque o novo prédio da CGE conta com sete salas para oitivas e equipamentos para realização de audiências por videoconferência. A Controladoria também está adquirindo um software para gravação audiovisual de oitivas, o que permitirá a otimização das audiências com qualidade da prova oral e transparência.

Serviço

Unidade Setorial de Correição da Politec

Endereço: Prédio da CGE/MT, localizado na Rua Júlio Domingos de Campos s/n, Complexo Paiaguás, Centro Político Administrativo, CEP 78.049-923, Cuiabá/MT.

Telefone: (65) 3613-4018.

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Servidor é preso por roubar pneus novos utilizados em caminhões e retroescavadeiras

Publicado

Foram desviados pelo menos 12 pneus novos utilizados em caminhões e retroescavadeiras, causando um prejuízo de aproximadamente R$ 35 mil.

Um servidor público suspeito de desviar pneus de veículos da prefeitura de Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá, prestou esclarecimentos na delegacia do município. Segundo a Polícia Civil, ele deve responder pelo crime de peculato.

As investigações começaram no dia 22 de março, quando o prefeito Adilson Gonçalves de Macedo registrou um boletim de ocorrência denunciando o suposto desvio.

O delegado Wilyney Santana Borges disse que várias buscas foram realizadas, até que o suspeito acabou confessando o crime. Em depoimento, ele contou que os pneus foram repassados para um comerciante como parte do pagamento na aquisição de um carro dele de luxo.

Os pneus desviados eram de veículos da Secretaria Municipal de Urbanismo.

De acordo com a polícia, nas investigações, foi apurado que pneus adquiridos para serem utilizados nas automóveis da secretaria foram desviados nos meses de novembro e dezembro de 2020, por um servidor  que exercia funções no setor de frotas da Secretaria Municipal do Meio Ambiente.

Leia mais:  Seduc realiza reparos em escola de Rosário Oeste e comunidade escolar comemora

Segundo o delegado, os indícios apontados no inquérito indicam que foi possível constatar o desvio de pelo menos 12 pneus novos utilizados em caminhões e retroescavadeiras, causando um prejuízo de aproximadamente R$ 35 mil.

A Polícia Civil informou que o investigado pela venda dos pneus deverá responder ação penal pelo crime de peculato, vez que na época dos desvios, exercia o cargo de funcionário público. Já o comerciante que recebeu os pneus desviados, em troca de pagamento, responderá pelo crime de receptação.

A delegacia de Barra do Garças continua as investigações para saber se havia a conivência ou participação de outros servidores municipais, envolvidos no caso dos pneus desviados.

Por G1 MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana