conecte-se conosco


Educação

Cerca de 96 mil inscritos devem fazer a prova do Enem em MT

Publicado

Neste domingo (04) e no próximo (11), 96.793 pessoas devem fazer a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em Mato Grosso.

O número de inscritos no Estado representa 1,8% do total de inscritos em todo o país, que é de 5.513.712.

Do total no Estado, 57.173 (12,3%) são do sexo feminino e, 39.620 (8,5%), masculino, de acordo com levantamento de perfil feito Inep.

Quanto a faixa etária, 26.748 (5,7%) disseram ter entre 21 a 30 anos. Já 16.718, têm 17 anos (3,6%), 15.003 (3,2%) têm 18 e 13.431 (2,9%) entre 31 a 59 anos.

Esta é a primeira edição em que a solicitação de isenção foi anterior à inscrição, e que os participantes que estavam isentos e faltaram tiveram que justificar a ausência para obter novamente a gratuidade.

Neste domingo, os alunos terão 5h30 para realizar as provas de linguagens, códigos e suas tecnologias, redação e ciências humanas e suas tecnologias.

Já no dia 11 de novembro haverá a aplicação das provas de ciências da natureza e suas tecnologias e matemática e suas tecnologias. O tempo para a realização da prova será de 5 horas.

No dia 14, serão publicados os gabaritos e os cadernos de questões.

Os candidatos devem procurar com antecedência saber o local de prova. Todas as informações necessárias estão disponíveis no cartão de confirmação, que pode ser acessado na página do participante e no aplicativo do Enem 2018. É interessante fazer o trajeto antes do dia do exame, para verificar a distância, o tempo gasto e a melhor forma de chegar ao local de prova, evitando atrasos no dia da aplicação.

Leia mais:  Projeto já distribuiu em três anos, 9 mil exemplares de diversos gêneros e autores

Horário
Os portões abrem às 11h e fecham às 12h, pelo horário de Mato Grosso. A prova começa às 12h30. Como é o primeiro dia do horário de verão, o Inep alerta que os participantes se preparem para a mudança.

Cartão de confirmação
O documento informa número de inscrição, local de prova (com endereço e número da sala), datas e horários do exame e opção de língua estrangeira escolhida, além de atendimentos específicos ou especializados e recursos de acessibilidade, caso tenham sido solicitados e aprovados. É preciso informar o CPF e a senha cadastrada na inscrição. Quem esqueceu a senha pode recuperá-la na página do Enem, por meio de um passo a passo elaborado pelo Inep.

Documentação
Nesta edição do Enem, vários documentos podem ser utilizados para identificação, mas só valem os originais, oficiais e com foto, como carteira de identidade, carteira de trabalho e previdência social, certificado de dispensa de incorporação, certificado de reservista, passaporte, carteira nacional de habilitação e identidade funcional. Não será aceito qualquer documento em formato eletrônico.

O que levar
Fique atento aos itens obrigatórios e proibidos no dia das provas. Todos os alunos devem levar, além do documento de identificação, uma caneta esferográfica de tinta preta e fabricada em material transparente. Como a leitura ótica do cartão de respostas só identifica a cor preta, está vetado o uso de canetas de tinta azul ou vermelha, lápis e lapiseira. O ideal é que o estudante leve mais de uma caneta. É aconselhável também portar o cartão de confirmação de inscrição.

Leia mais:  Consultor pedagógico comenta tema de redação do Enem

É proibido levar qualquer material impresso (livros, apostilas), borracha, caneta de material não transparente, corretivo, dispositivos eletrônicos, fones de ouvido ou qualquer transmissor, gravador ou receptor de dados e imagens, vídeos e mensagens, óculos escuros, relógio, chapéus, gorros e bonés.

Durante a prova
Antes de entrar na sala, guarde os objetos não permitidos no envelope porta-objetos, feche o lacre e deixe-o debaixo da sua cadeira. Não esqueça de conferir seus dados no cartão-resposta ou folha de redação e certifique-se de que não esteja faltando nenhuma pergunta ou página em seu caderno de questões.É possível se alimentar e hidratar durante as provas, mas é importante o candidato saber que os produtos poderão ser verificados a qualquer momento. O Inep recomenda que, nesse caso, o estudante leve alimentos de fácil manuseio e não exagere no consumo.

Resultado
A divulgação dos gabaritos se dará em 14 de novembro, sendo os resultados publicados em 17 de janeiro de 2019.

Por Flávia Borges, G1 MT

Comentários Facebook
publicidade

Educação

Seduc tem primeira reunião de alinhamento com equipe de transição.

Publicado

por

A equipe da Seduc apresentou o relatório de gestão do exercício 2015 a 2018.

A secretária de Educação, Esporte e Lazer, Marioneide Klimemaschewsk, participou nesta quarta-feira (07.11) da primeira reunião de alinhamento com a equipe de transmissão do mandato governamental. O encontro, em que foi apresentado o relatório de gestão do exercício 2015 a 2018, contou com a participação da Comissão Técnica Especial da Seduc, instituída pela Portaria 696 de 05 de novembro de 2018, e do representante da Comissão de Transmissão de Mandato José Antônio Rosa.

Conforme explicou a secretária, é a comissão que subsidiará a equipe de transição com as informações necessárias em cumprimento à Resolução Normativa Nº 019 de 2016 do Tribunal de Contas do Estado (TCE), garantindo transparência e clareza no processo.

“Conforme determinação do governador Pedro Taques, todos os secretários devem garantir as informações necessárias, legitimando o processo democrático no Estado de Mato Grosso”.

Além da secretária, que coordena a equipe da Seduc, a comissão é formada também pelos servidores Nelson Viana, Janê Sifuentes Machado, Alan Porto, Mirele Lins da Silva, Neila Botelho e Ane Cristina Neis.

Leia mais:  Projeto já distribuiu em três anos, 9 mil exemplares de diversos gêneros e autores

Ainda na reunião, foram definidos que os eixos a serem tratados serão Estrutura Organizacional e Gestão de Pessoas; Infraestrutura escolar; Gestão Educacional; Esporte e Lazer; e Orçamento e Finanças.

“Deixamos claro que a Educação é prioridade das duas gestões e vamos trabalhar para que não haja quebra da continuidade dos trabalhos, garantindo que o ano letivo de 2019 comece sem percalços”, disse a secretária de Educação.

Equipe

O vereador Gilberto Figueiredo e o professor Adriano Silva lideram a equipe de transição do governador eleito Mauro Mendes na Educação.

Figueiredo destacou que saiu bastante otimista da primeira reunião de alinhamento entre as equipes de transição.

“Acredito que de todas as áreas da nossa transição a que vamos encontrar mais facilidade e maior convergência de pensamentos dos governos será na área da educação. Essa é uma área em que já tenho um certo conhecimento e, além disso, a professora Marioneide fez parte do staff do então prefeito Mauro Mendes e ela adota na Secretaria Estadual as premissas básicas que nós também estabelecemos na educação do município”, destacou.

Leia mais:  Escolas públicas selecionam obras literárias para o ano letivo de 2019

Além da Educação, Gilberto Figueiredo coordena também o grupo de transição das Secretarias de Estado de Saúde, Cultura, Ciência, Tecnologia e Inovação, Universidade Estadual de Mato Grosso (Unemat) e Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso (Fapemat).

A primeira reunião de retorno ficou agendada para a próxima sexta-feira (09.11) quando será definido os grupos de trabalhos por eixo, bem como o cronograma de reuniões.

O prazo para a entrega final do documento com todas as informações levantadas pelas equipes de transição será no dia 30 de novembro.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana