conecte-se conosco


Agricultura

Ceplac participa de reunião da Câmara Setorial do Cacau da Bahia

Publicado

A Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac) participou de reunião de Câmara Setorial do Cacau do Estado da Bahia, na última sexta-feira (29), em Salvador. O diretor da Ceplac, Waldeck Araujo Junior, disse que está entre as prioridades do órgão e do Ministério da Agricultura “deixar bem equacionada a questão da monilíase, assegurando recursos e avanços tecnológicos para garantir o conhecimento e o controle da doença e prover segurança ao investimento na produção de cacau”.

O encontro definiu providências referentes ao avanço da cadeia produtiva nas regiões cacaueiras e os principais temas discutidos foram a assistência técnica aos produtores de cacau, crédito, cacau cabruca, diversificação econômica e monilíase.

Também estiveram presentes na reunião o secretário estadual de Agricultura da Bahia, Lucas Costa, o presidente da Câmara Setorial do Cacau, Valnei Pestana, o deputado estadual Eduardo Salles e representantes do Banco do Nordeste e de secretarias estaduais da Bahia do Desenvolvimento Rural, do Meio Ambiente e da Procuradoria do Trabalho.

Informações à imprensa[email protected]

Fonte: MAPA GOV
Comentários Facebook
Leia mais:  Iniciativa de mulheres Xavante resgata e fortalece alimentação tradicional
publicidade

Agricultura

Sisbravet entra em funcionamento para notificação de emergências veterinárias

Publicado

por

Em funcionamento desde 16 de janeiro, o Sistema Brasileiro de Emergência Veterinária (e-Sisbravet), do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) já tem 725 usuários cadastrados desde o início da operação. A estimativa é chegar a cerca de 3 mil usuários, conforme o diretor do Departamento de Saúde Animal (DSA), Geraldo Moraes.

“Com o sistema, será possível acompanhar as medidas adotadas em uma emergência veterinária, desde a notificação, atendimento até a solução de uma suspeita de doença em animais”, completa o diretor.

Com o Sisbravet, o produtor ganhou mais um canal de comunicação com o serviço veterinário oficial, pois pode entrar na página do Ministério da Agricultura ou na página dos órgãos executores de saúde animal do estado apresentar notificação de suspeita de doença. Essa informação é imediatamente disparada, eletronicamente, para todas as unidades veterinárias responsáveis pela propriedade com os animais sob suspeita. A partir daí, o veterinário irá a campo, o mais rápido possível, para iniciar a investigação.

Cerca de 4.700 veterinários do país poderão abastecer o sistema com dados sobre detecção e atendimento de doenças dos rebanhos com agilidade, evitando a rápida dispersão, reduzindo os custos para os produtores e o risco de perda de mercados externos.

Leia mais:  Ministra Tereza Cristina abre o Fórum de Modelos Financeiros do Agronegócio em Bebedouro (SP)

De acordo com o diretor, o atendimento às doenças é uma das atividades mais importantes de todo sistema de saúde animal. Essa é também uma atribuição dos órgãos executores dos estados. “Para atender rapidamente às suspeitas, é preciso agilidade, já que a propagação é rápida. O Sisbravet veio trazer modernidade para esse processo. Com esse sistema, destinado à contenção da doença, todos ganham”, afirma. 

Hoje a proximidade do produtor com o serviço veterinário oficial é fundamental para esse tipo de trabalho. Quanto mais cedo o serviço veterinário toma conhecimento de suspeita de doenças em animais, mais ágil é a intervenção, evitando um problema mais grave.

Geraldo Moraes alerta que é fundamental o máximo de produtores se inscreverem e utilizarem o Sisbravet, que está aberto para qualquer cidadão fazer a notificação de suspeita. Não precisa de uma inscrição específica. Basta acessar o canal do Ministério da Agricultura e preencher as informações mínimas para que o veterinário oficial possa identificar a propriedade com suspeita de doença. Na notificação, o produtor pode se identificar ou pode fazer uma notificação anônima. 

Leia mais:  Embrapa e Secretaria do Mapa realizarão novos estudos de zoneamento agrícola para o NE

Clique aqui para ouvir a matéria da Rádio Mapa

Informações à imprensaJanete Lima
[email protected]

Fonte: MAPA GOV
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana