conecte-se conosco


Cidades

Centro de Triagem garante diagnóstico precoce e mais chances de recuperação

Publicado

O Governo de Mato Grosso tem concentrado esforços para o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus. A partir desta quinta-feira (23.07), os portões da Arena Pantanal serão abertos para receber a população e iniciar atendimentos no Centro de Triagem da Covid-19.

O objetivo é realizar testagem para diagnosticar precocemente a doença nas pessoas que apresentam algum tipo de sintoma e ainda não sabem se estão infectadas. A estratégia mune o paciente com mais chances de cura, pois o tratamento poderá ser iniciado de forma imediata.

O secretário Estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, orientou que “apenas as pessoas que tenham sintomas leves venham à Arena Pantanal. Nós queremos tratar logo essas pessoas para que não precisem de internação”.

O gestor destacou que para os casos mais complexos da Covide-19 é necessário buscar atendimento em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPAs) ou demais Hospitais do Estado.

“Esse não é um atendimento para casos agravados. Para os casos graves, a porta de entrada continua sendo as UPAs. Por isso é importante que apenas as pessoas que tenham sintomas leves sigam para o Centro de Triagem da Arena Pantanal”, concluiu.

A ação é coordenada pela Secretária de Estado de Saúde (SES-MT) e garante o diagnóstico precoce de Covid-19. Após realização de consulta com um médico, caso teste positivo, a pessoa receberá os medicamentos para iniciar o tratamento. Assim, contribuir para evitar o agravamento da doença e a necessidade de internação do paciente em leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) na rede pública, diminuído a sobrecarga de utilização do serviço.

Leia mais:  Prefeitura doa 15 toneladas de alimentos arrecadados na 33ª Corrida do Senhor do Bom Jesus de Cuiabá 300 anos

Para a diretora do Hospital Estadual Santa Casa, Patrícia Dourado, que atua na linha de frente do combate à pandemia, o Centro Triagem vai permitir a identificação de pessoas assintomáticas para conter a transmissão.

“A pessoa que possui a carga viral sem saber é um potencial transmissor do coronavírus, infectando outros sem saber exatamente por nãos saber se é positiva ou negativa”.

O médico Carlos Carretoni, que foi acometido pela Covid-19, disse que essa importante ação vai contribuir para evitar que “o paciente chegue ao respirador”, e que o Centro de Triagem é uma “estrutura pertinente que vai tirar o paciente de uma situação desfavorável, antes de um agravamento chegando ao óbito”.

Como funciona 

Esta semana, o atendimento do Centro de Triagem ocorrerá quinta-feira-feira (23), sexta-feira (24) e sábado (25). Logo cedo serão entregues 600 senhas, das 6h às 6h45. (A senha é retirada na Rua Traçaia, entre o Ginásio Aecim Tocantins e a Todimo, no portão de acesso da Arena.)

De segunda-feira a sábado, os atendimentos iniciam às 7h e encerram às 17h. É obrigatório o uso de máscaras de proteção. Equipes do Corpo de Bombeiros estão no local para garantir a organização do espaço evitando aglomeração durante a entrega das senhas.

Leia mais:  Alunos da UFMT fazem visita técnica ao setor de contabilidade da Prefeitura de Cuiabá

Para saber mais sobre o passo a passo de como será o atendimento CLIQUE AQUI.

O Centro contará com uma equipe de 20 médicos, que atenderá adultos com sintomas leves da Covid-19. No local, será possível realizar o Cadastro Nacional de Saúde (CNS), a testagem rápida, o atendimento médico, a tomografia e a retirada de medicamentos, caso haja a prescrição médica.

Como chegar 

O Centro de Triagem foi montado no estádio de futebol da Arena Pantanal, localizado na Av. Agrícola Paes de Barros, s/n – Verdão, em Cuiabá.

Para chegar até o local por meio do transporte público, o cidadão pode embarcar na linha 609, que sai da Estação Alencastro, em frente à Prefeitura de Cuiabá.

Para quem pretende utilizar automóvel próprio para chegar à Arena Pantanal, poderá deixar o veículo no estacionamento do estádio.

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Pedido de cassação de Avalone gera investigação por agiotagem

Publicado

Ministro promete terminar duplicação da BR-163 e contrato da Ferrogrão

O Ministério Público Federal (MPF) determinou remessa ao Ministério Público do Estado de Mato Grosso (MPE-MT) do conteúdo da ação que pede cassação do deputado estadual Carlos Avalone (PSDB). Há indícios do crime de usura (agiotagem).O deputado teve o nome envolvido em apreensão da Polícia Rodoviária Federal (PRF), no município de Poconé (100 km de Cuiabá). Segundo informações da PRF, um veículo Gol, de cor prata, foi abordado no quilômetro 560 da BR-070.

No interior do veículo, os agentes abordaram três suspeitos, que estavam com R$ 89,9 mil em dinheiro vivo, além de vários santinhos do então candidato a deputado estadual, Carlos Avalone. Os ocupantes do veículo foram identificados como Dener Antônio da Silva, Rosenildo do Espirito Santo Bregantini e Luiz da Guia Cintra de Alcantara.

Luiz da Guia narrou em juízo que a quantia apreendida em dinheiro era de sua titularidade, justificando que no dia da apreensão veio até Cuiabá e tomou o valor emprestado de uma pessoa cujo nome inicialmente foi indicado como Armando.

Leia mais:  Prefeitura doa 15 toneladas de alimentos arrecadados na 33ª Corrida do Senhor do Bom Jesus de Cuiabá 300 anos

Apesar de não acreditar na justificativa da testemunha, o MPF solicitou que o MPE investigue o crime de usura. “Considerando os indícios de prática de crime de usura pela testemunha Armando Bueno da Silva Júnior, requer-se a remessa de cópia integral dos autos ao Ministério Público do Estado de Mato Grosso para conhecimento e adoção das medidas que entender cabíveis”.

Inicialmente na lista de suplentes, Carlos Avalone tomou posse na Assembleia Legislativa após a ida de Guilherme Maluf ao Tribunal de Contas do Estado (TCE). As alegações finais da defesa de Avalone ainda são aguardadas. Somente depois os autos estarão conclusos para sentença.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana