conecte-se conosco


Polícia

Casal de traficantes é preso com drogas, munições e dinheiro na Capital

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Um casal de traficantes em poder de grande quantidade de droga e dinheiro foi preso pela Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecente (DRE), da Polícia Judiciária Civil, na manhã desta sexta-feira (15.03), no bairro Pedragal, em Cuiabá. A ação foi deflagrada para cumprimento de mandado de busca e apreensão domiciliar expedido pela 9ª Vara Criminal da Comarca da Capital.

Jonattan Henrique Garcia Santana, 21, conhecido como “Neguinho” e sua namorada Demitria Alessandra Dias de Campos, 27, foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e posse irregular de munições de uso restrito.

Diante do mandado judicial, os policiais civis da DRE foram ao endereço alvo, sendo recebidos pelo proprietário do residencial, o qual acompanhou a equipe até o apartamento do suspeito. Na ocasião foi batido na porta do imóvel, havendo demorar para abrir.

Passado algum tempo Demitria abriu a porta e em seguida Jonattan apareceu. Perguntado sobre a existência de droga no local, ele negou os fatos.

Em buscas na residência, os investigadores localizaram na casa três tabletes de pasta base de cocaína, seis porções da mesma substância (três grandes e três médias), além de quatorze munições de calibre 9 milímetros, um caderno pequeno de anotações relacionadas ao tráfico, uma balança de precisão e mais de R$ 5 mil em dinheiro.

Leia mais:  Polícia Civil prende seis envolvidos em latrocínio que vitimou policial aposentado em Livramento

Duas motocicletas usadas para a mercancia também foram apreendidas pela DRE. Com base no flagrante ambos foram conduzidos à DRE, interrogados e autuados pelos delitos de de tráfico de drogas, associação para o tráfico e posse irregular de munições de uso restrito.

Após a confecção dos autos, Jonattan e Demitria, foram encaminhados para audiência de custódia, ficando à disposição da Justiça.

 

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Idoso acusado de aplicar golpes em fraudes de cheques é preso em Barra do Garças

Publicado

por

Assessoria | PJC-MT

Um idoso acusado de aplicar golpes em diversos Estados do País foi preso em flagrante pela Polícia Judiciária Civil, na terça-feira (20.03), em ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Barra do Garças (509 km a Leste). José Oliveira da Silva, 67, foi surpreendido no interior de uma agência bancária da cidade, no momento em que tentava depositar um cheque fraudado no valor de R$ 42.400.

Segundo investigações da Derf Barra do Garças, o suspeito foi preso por diversas vezes pelo crime de estelionato praticados nos Estados do Maranhão, Goiás e Distrito Federal, sendo contumaz na prática delituosa.

Após suspeitar que o cheque era fraudado, o banco acionou os policiais da Derf Barra do Garças, os quais trabalham de forma integrada com as instituições financeiras. O emitente do título creditício disse que o cheque havia sido emitido no valor de R$ 250,00 e foi fraudado, possivelmente utilizando algum tipo de lavagem sofisticada e depois foi preenchido novamente.

Leia mais:  Acadepol realiza Curso de Aplicação da Lei Maria da Penha no dia 08/03

Durante as diligências no local, os investigadores da Derf perceberam a presença de três pessoas do lado de fora da agência, as quais pertenciam a quadrilha do suspeito, e que ao perceberem a presença dos policiais conseguiram fugir. Segundo o delegado, Wilyney Santana Borges Leal, a quadrilha do suspeito é oriunda do Estado de Goiás e Distrito Federal e geralmente age em dois momentos distintos.

Primeiro os integrantes abordam pessoas que estão nas filas das agências bancárias para trocar cheques e acabam trocando o título, ficando assim com a folha. Em um segundo momento, eles fazem a lavagem do preenchimento, alterando o preenchimento para um valor bem maior daquele que constava do cheque.

“No ano de 2011, o suspeito foi preso na cidade de Imperatriz (MA), quando tentava depositar um cheque clonado de uma prefeitura do Estado. Na época à falsificação foi considerada pela polícia como muito sofisticada e quase perfeita”, destacou o delegado

O suspeito foi conduzido a delegacia, onde após ser interrogado, foi autuado em flagrante por estelionato, e em seguida encaminhado para audiência de custódia para deliberação do Judiciário.

Leia mais:  Câmara de Chapada dos Guimarães homenageia policiais civis por esforço em operação

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana