conecte-se conosco


Agricultura

Cartilha de Boas Práticas na Gestação de Suínos é lançada pelo Mapa

Publicado

Objetivo é a sensibilização, capacitação e sustentabilidade da cadeia produtiva.

O Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa) lança nesta terça-feira (11), em Brasília, a cartilha digital de Boas Práticas na Produção de Suínos voltada para a Gestação Coletiva. Também serão apresentadas as conclusões recebidas na consulta pública sobre boas práticas na produção comercial de suínos.

Esta publicação é a primeira de uma série de materiais técnicos para estimular as boas práticas de produção junto à cadeia de suínos. O objetivo das ações é apoiar o produtor para uma atitude proativa com relação ao bem estar na gestação e maternidade das matrizes.

O material é fruto da parceria entre o Mapa e o Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA). Segundo a chefe de Divisão de Bem Estar Animal e Equideocultura do ministério, Liziè Buss, a publicação de materiais técnicos informativos para a cadeia é fundamental para facilitar a disseminação de conhecimentos e adoção de melhores práticas. A estratégia atende aos objetivos da Área de Boas Práticas e Bem-estar Animal (BEA), que são a sensibilização, capacitação e sustentabilidade da cadeia produtiva.

Leia mais:  ALGODÃO/RETRO 2018: Indicador se mantém em patamar elevado ao longo de 2018

Liziè lembra que no mundo todo existe uma forte movimentação acerca do BEA. “Desde 2013, a União Europeia proíbe o alojamento de fêmeas em gaiolas na totalidade do período gestacional. Outros países também possuem orientações sobre este tema: Estados Unidos, Canadá, Austrália, Nova Zelândia, e África do Sul”. “Em outubro deste ano, a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) publicou o capítulo internacional para boas práticas na produção de suínos. E o Brasil, como signatário e um dos maiores players na produção e exportação de suínos, deve fomentar a adoção destas práticas”, completa a especialista.

Por:Agricultura.gov

Comentários Facebook
publicidade

Agricultura

EUA vão informar em 3 dias quando virão inspecionar frigoríficos para liberar importação de carne bovina

Publicado

por

A ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) disse nesta quarta-feira (20) que o secretário de Agricultura dos Estados Unidos, Sonny Perdue, vai informar dentro de, no máximo, três dias a provável data da visita dos auditores do Serviço de Inspeção e Segurança Alimentar do Departamento de Agricultura dos EUA para fazer a inspeção nos frigoríficos que poderão exportar a carne bovina do Brasil para aquele país. A ministra disse esperar que a visita ocorra em breve.

“Ele (o secretário Perdue) ficou de, em três dias, me falar sobre a provável data da visita da missão para fazer a inspeção nos frigoríficos”, disse a ministra, em Nova York, onde cumpre uma série de compromissos oficiais nesta quarta-feira. “Acho que, em relação à carne bovina, vamos ter uma resposta, sim, de quando vão marcar a ida ao Brasil, que deve ser rápida”.

Em relação ao pedido dos Estados Unidos de exportar carne suína para o Brasil, Tereza Cristina explicou que o governo brasileiro ainda está avaliando a parte sanitária do certificado de importação. “Não foi ainda concedida (a autorização para os EUA exportarem a carne), estamos ainda discutindo o certificado sanitário”, explicou a ministra.

Leia mais:  ALGODÃO/RETRO 2018: Indicador se mantém em patamar elevado ao longo de 2018

Tereza Cristina também esclareceu a decisão do governo brasileiro de criar a cota de 750 mil toneladas anuais de trigo com taxa zero de importação. De acordo com a ministra, a cota não é só para os Estados Unidos, mas, sim, para todos os países interessados em exportar trigo para o Brasil. Mas ela admitiu que os americanos têm “vantagens comparativas” para assumir uma boa parte desta cota, pois é um país com grande produção de trigo e tem logística pronta para exportação.

Reunião com investidores

Em Nova York, nesta quarta-feira, a ministra foi a convidada de honra em evento do Council of The Americas, no Hotel Plaza Athénée, com investidores e executivos internacionais. De início, ela teve uma reunião com a CEO do Council of The Americas, Susan Segal, e depois um café da manhã privado com cerca de 20 pessoas. A ministra fez um pronunciamento e respondeu perguntas dos participantes. Nesta tarde, Tereza Cristina participará de evento do Banco do Brasil em parceria com a Brazilian American Chamber of Commerce.

Leia mais:  AÇÚCAR/PERSPEC 2019: Além de estoque e consumo, em 2019, preços estarão à mercê do petróleo

Na quinta-feira (21), a ministra terá um café da amanhã com executivos e empresários no The National Hotel, em evento promovido pela XP Investimentos. À tarde, viajará de volta ao Brasil.

Mais informações à Imprensa:Coordenação geral de Comunicação Social
[email protected]

Fonte: MAPA GOV
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana