conecte-se conosco


Brasil / Mundo

Carregadores sem fio: conheça opções no Brasil

Publicado

Os carregadores sem fio oferecem praticidade na hora de carregar o seu Android ou iPhone (iOS), já que basta apoiar o aparelho sobre uma plataforma para recarregá-lo. A tecnologia funciona por meio do princípio da indução eletromagnética, transformando a corrente elétrica em campos magnéticos, o que dispensa o uso de cabos. A tecnologia está disponível em smartphones da atualidade, como o iPhone 8, iPhone X e mais recentes, Galaxy S9, Galaxy Note 9, entre outros.

A seguir, confira seis carregadores sem fio que podem ser adquiridos em território nacional. A lista traz produtos com preços a partir de R$ 129 e considera os menores valores praticados pelos varejistas online na data da publicação.Este é um dos carregadores sem fio mais baratos à venda no mercado nacional. Fabricado pela marca Gorila Shield, o modelo apresenta um design quadrado e minimalista, com direito a cantos arredondados e corpo na cor preta. A fabricante afirma que a plataforma de carregamento é compatível com os celulares mais avançados da Samsung e Apple, como o Galaxy S8, Galaxy S8 Plus, Galaxy S9, Galaxy S9 Plus, iPhone 8, iPhone 8 Plus e iPhone X.

Leia mais:  Movimentação de passageiros no feriado de Páscoa deve crescer 7,3% no Aeroporto Marechal Rondon (MT)

Assim como a maioria dos carregadores do tipo, o modelo utiliza tecnologia de indução. A companhia não informa a respeito do tempo estimado de carga e nem se há suporte ao carregamento rápido. O gadget custa em média R$ 129 nos principais varejistas online.

Comentários Facebook
publicidade

Brasil / Mundo

Cartórios já podem autenticar documentos por meio digital

Publicado

Os cartórios brasileiros já podem autenticar documentos por meio eletrônico. O novo serviço possibilitará a certificação de cópias de forma online pelo site

A novidade vem para complementar a digitalização de outros serviços que já estavam sendo prestados na plataforma de atos notoriais eletrônicos chamada e-Notoriado. Entre eles, assinaturas digitais de escrituras, procurações por videoconferência, atas notariais e testamentos, bem como separações e divórcios extrajudiciais.

Segundo o Colégio Notarial do Brasil (CNB), órgão responsável por gerir o módulo da Central Notarial de Autenticação Digital (Cenad), o novo recurso permite “a materialização e a desmaterialização” de autenticações em diferentes cartórios. Dessa forma, torna mais rápido o envio do documento certificado para pessoas ou órgãos, além de verificar de forma segura a autenticidade do arquivo digital.

A Cenad foi é o único meio nacional válido para a autenticação digital de documentos. Para tanto, será necessária a apresentação de um documento originalmente físico, junto a algum cartório de notas, para que ele seja digitalizado para, então, ser enviado para autenticação.

Leia mais:  Lei Romeo Mion cria carteira para pessoas com transtorno do espectro autista

Segundo a presidente do CNB, Giselle Oliveira de Barros, o novo procedimento permite ao usuário trabalhar com o documento eletrônico, mas com segurança jurídica.

“Após o documento ser autenticado pela Cenad, ele pode ser enviado eletronicamente (emailwhatsapp ou qualquer outra ferramenta) a órgãos públicos ou pessoas físicas e jurídicas para a concretização de negócios, tendo o mesmo valor que o documento original, físico ou digital, apresentado pelo cidadão”, informou.

Como acessar o serviço

Para acessar esse serviço, “o usuário deve solicitar a autenticação digital a um tabelionato de notas de sua preferência e enviar o documento por e-mail, caso o original seja digital. Se o documento a ser autenticado for físico, é necessário levar o impresso ao cartório para digitalização e autenticação.

Ao receber o documento por meio da plataforma, que segue as normas de territorialidade para distribuição dos serviços, o tabelião verifica a autenticidade e a integridade do documento”, informa o CNB.

A autenticação notarial gera um registro na plataforma, com dados do notário ou responsável que a tenha assinado, a data e hora da assinatura, e código de verificação. “O usuário receberá um arquivo em PDF assinado digitalmente pelo cartório. O envio do arquivo poderá ser feito por e-mailWhatsApp ou outro meio eletrônico”, finaliza.

Leia mais:  Só 1 a cada 10 brasileiros conseguirá pagar despesas de início de ano

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana