conecte-se conosco


Brasil / Mundo

Caravana com 7 mil avança, e Trump anuncia corte de ajuda a centro-americanos

Publicado

WASHINGTON
O presidente Donald Trump afirmou nesta segunda-feira (22) ter alertado o Exército e a Patrulha da Fronteira que uma caravana de imigrantes que está no México, indo em direção aos EUA, é  uma “emergência nacional”.

Segundo o porta-voz adjunto da ONU, Farhan Aziz Haq, citando estimativas da Organização Internacional para as Migrações (OIM), grupo já soma mais de 7 mil pessoas. A estimativa anterior era de até 4 mil participantes.

“A caravana inclui 7.233 pessoas, a maioria das quais tem a intenção de continuar sua marcha até o norte”, afirmou Hag, assinalando a necessidade de que sejam “tratados com respeito e dignidade”.

Trump anunciou ainda que vai “cortar, ou reduzir substancialmente” a ajuda a Honduras, Guatemala e El Salvador, países de origem da maioria dos membros da caravana.

“Tristemente, parece que a polícia e o Exército do México são incapazes de deter a caravana indo em direção à fronteira sul dos EUA”, afirmou Trump em uma rede social. “Alertei a Patrulha da Fronteira e o Exército que isso é uma Emergência Nacional.”

“Criminosos e pessoas do Oriente Médio não identificadas estão misturados [à caravana].”​

Leia mais:  Mega-Sena, concurso 2.241: ninguém acerta as seis dezenas e prêmio vai a R$ 4,5 milhões

“Guatemala, Honduras e El Salvador não foram capazes da tarefa de impedir as pessoas de deixarem seus países e virem ilegalmente para os EUA”, acrescentou. “Vou agora começar a cortar, ou reduzir substancialmente, a ajuda internacional imensa que rotineiramente damos a eles.”

Os três países receberam, em conjunto, mais de US$ 500 milhões (R$ 1,8 bilhão) em financiamento dos EUA no ano fiscal de 2017. Não ficou claro quanto disso  Trump cortaria.

Sob pressão dos EUA para que impeça a caravana de avançar, o governo do México pediu que os imigrantes se submetam ao processamento pelas autoridades de imigração na fronteira legal entre México e Guatemala, mas milhares decidiram seguir adiante. O grupo está caminhando há vários dias, a maioria vinda de Honduras.

O grupo precisa percorrer cerca de 1,4 mil km até chegar à fronteira entre o México e os EUA.

“Queremos chegar aos EUA”, disse  ao The New York Times Maria Irias Rodriguez, 17, de Tegucigalpa, Honduras, que viajava com um bebê de oito meses, o filho de 2 anos e o marido. “Se eles nos pararem agora, vamos voltar uma segunda vez.”

Leia mais:  Comando da Aeronáutica apresenta novas aeronaves F-39E Gripen

REUTERS e ASSOCIATED PRESS

Comentários Facebook
publicidade

Brasil / Mundo

Cartórios já podem autenticar documentos por meio digital

Publicado

Os cartórios brasileiros já podem autenticar documentos por meio eletrônico. O novo serviço possibilitará a certificação de cópias de forma online pelo site

A novidade vem para complementar a digitalização de outros serviços que já estavam sendo prestados na plataforma de atos notoriais eletrônicos chamada e-Notoriado. Entre eles, assinaturas digitais de escrituras, procurações por videoconferência, atas notariais e testamentos, bem como separações e divórcios extrajudiciais.

Segundo o Colégio Notarial do Brasil (CNB), órgão responsável por gerir o módulo da Central Notarial de Autenticação Digital (Cenad), o novo recurso permite “a materialização e a desmaterialização” de autenticações em diferentes cartórios. Dessa forma, torna mais rápido o envio do documento certificado para pessoas ou órgãos, além de verificar de forma segura a autenticidade do arquivo digital.

A Cenad foi é o único meio nacional válido para a autenticação digital de documentos. Para tanto, será necessária a apresentação de um documento originalmente físico, junto a algum cartório de notas, para que ele seja digitalizado para, então, ser enviado para autenticação.

Leia mais:  PF pede ao WhatsApp números que dispararam mensagens em massa

Segundo a presidente do CNB, Giselle Oliveira de Barros, o novo procedimento permite ao usuário trabalhar com o documento eletrônico, mas com segurança jurídica.

“Após o documento ser autenticado pela Cenad, ele pode ser enviado eletronicamente (emailwhatsapp ou qualquer outra ferramenta) a órgãos públicos ou pessoas físicas e jurídicas para a concretização de negócios, tendo o mesmo valor que o documento original, físico ou digital, apresentado pelo cidadão”, informou.

Como acessar o serviço

Para acessar esse serviço, “o usuário deve solicitar a autenticação digital a um tabelionato de notas de sua preferência e enviar o documento por e-mail, caso o original seja digital. Se o documento a ser autenticado for físico, é necessário levar o impresso ao cartório para digitalização e autenticação.

Ao receber o documento por meio da plataforma, que segue as normas de territorialidade para distribuição dos serviços, o tabelião verifica a autenticidade e a integridade do documento”, informa o CNB.

A autenticação notarial gera um registro na plataforma, com dados do notário ou responsável que a tenha assinado, a data e hora da assinatura, e código de verificação. “O usuário receberá um arquivo em PDF assinado digitalmente pelo cartório. O envio do arquivo poderá ser feito por e-mailWhatsApp ou outro meio eletrônico”, finaliza.

Leia mais:  Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 48 milhões no concurso de quarta-feira

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana