conecte-se conosco


Cidades

Candidato pediu orações em Cuiabá antes de se matar

Publicado

O servidor aposentado da Receita Federal e candidato a vereador, Bruno Aguiar de Carvalho, conhecido como Bruno Tysson, pediu orações por sua alma em um grupo no WhatsApp, antes de ser encontrado morto em seu apartamento no edifício Portal da Chapada, bairro Jardim Eldorado, em Cuiabá, na tarde desta terça-feira (22). A mensagem foi postada num grupo de apoiadores de “Tyson”, que chegou a ter seu nome aprovado na convenção do Partido Liberal na última semana.

“Peço aos religiosos que rezem por mim, se eu morrer, para me garantir uma estada num lugar bom. Para quem pratica a PNL oculta que repita o seguinte diariamente, por 5 minutos: O espirito do Bruno Tysson está recebendo ajuda de bons espíritos para ir e permanecer num lugar habitado apenas por espíritos bons que o respeita e tratem bem”, escreveu.

Em um outro trecho do texto, Tysson ainda faz citações ao espiritismo e Illuminatis. “Se eu morrer, posso enfrentar outros problemas no mundo espiritual que as religiões não conhecem, devido a influências Illuminati e censura no mundo espiritual. Existem maquinas de reencarnações e armadilhas com projeções de entes queridos feitas pelos arcontes. Existem também prisões espirituais onde é imposto grande sofrimento pelos reptilianos”, complementou.

Leia mais:  Primeira-dama formata programa pioneiro com base em alerta da OMS

Na mesma mensagem, Aguiar também alertou aos membros do grupo que se ficasse mais de dois dias sem dar notícias no local já estaria morto. “Todos os dias eu vou enviar um OK para o grupo. Se eu ficar dois dias seguidos sem enviar o OK, provavelmente terei morrido”, finalizou.

De acordo com o boletim de ocorrência, o corpo de Bruno foi encontrado em estado de decomposição com uma arma entre as pernas, no sofá da sala do apartamento onde morava. Vizinhos desconfiaram do mau cheiro e acionaram a Polícia Militar.

A PM foi ao local, assim como o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que constatou a morte dele. Com isso, a Politec e a Polícia Civil foram acionados para investigar o caso. A principal suspeita é de que ele tenha tirado a própria vida.

Bruno Tyson tinha 52 anos e nas redes sociais gravava vídeos mostrando seus métodos para lutar boxe.

Por: folhamax

 

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Servidores do Estado e Prefeitura tomam ruas de Cuiabá em apoio a Emanuel

Publicado

Carreta partiu do Centro Político Administrativo e seguiu até o Porto com cerca de 2 mil carros, segundo organizadores

O Centro Político Administrativo, sede dos órgãos estaduais de Mato Grosso, foi tomado nesta manhã de sexta-feira (30) por centenas veículos de servidores estaduais e municipais, que promoveram carreata em apoio à reeleição do prefeito da Capital, Emanuel Pinheiro (MDB).

O movimento de apoio dos servidores chamou a atenção pelo fato do governador Mauro Mendes (DEM) apoiar a candidatura de um dos principais adversários de Emanuel, o ex-prefeito Roberto França (Patriota), que busca o terceiro mandato.

Puxado por um trio e som, o movimento iniciou percorrendo a região do CPA, e seguiu para a Avenida Miguel Sutil e vai até a região do Porto, percorrendo a cidade de um lado ao outro.

Os servidores estaduais e municipais estão de folga nesta sexta-feira (30) devido aos decretos do Estado e do Município que adiaram o ponto facultativo de quarta-feira (28), referente ao Dia do Servidor Público, para esta sexta.

A duas semanas da eleição, que ocorre no próximo dia 15 de novembro, as campanhas dos oito postulantes ao comando do Palácio Alencastro devem ficar mais acirradas. Três candidatos aparecem liderando as pesquisas: o prefeito Emanuel, Roberto França e o vereador Abílio.

Leia mais:  Prefeitura de Cuiabá divulga editais de convocação para as funções de Pedagogo e TDI

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana