conecte-se conosco


Tecnologia

Candidata à Presidência dos EUA, Tulsi Gabbard, processa o Google

Publicado

Olhar Digital

Tulsi Gabbard arrow-options
Divulgação

Democrata alega que suspensão temporária de sua conta no Google Ads prejudicou o crescimento da campanha

A candidata à presidência dos EUA , Tulsi Gabbard , processou o Google por suspender temporariamente sua conta de publicidade depois dos debates preliminares do Partido Democrata no mês passado. O processo, aberto em Los Angeles, acusa o Google de violar a Primeira Emenda, e Gabbard está buscando uma indenização de US $ 50 milhões e garantias de que o Google não vai mais “censurar ou restringir” sua página.

Saiba como será a Shoelace, nova rede social do Google

A ação alega que ela abriu uma conta no Google Ads para aproveitar a curiosidade dos eleitores sobre ela, uma candidata Democrata pouco conhecida. Mas em 27 de junho, após um pico de interesse por causa de um debate entre os candidatos do partido, o Google suspendeu a conta por 6 horas. A candidata afirma que a empresa impediu que sua campanha ganhasse força após o primeiro debate democrata ao suspender a conta de publicidade.

Leia mais:  Modo escuro deve chegar ao Gmail ainda este mês, confirma Google

“O Google usou seu controle sobre o discurso político online para silenciar Tulsi Gabbard, uma candidata que milhões de norte-americanos querem ouvir”, diz a denúncia. “Com este processo, Tulsi procura impedir o Google de interferir ainda mais nas eleições presidenciais dos Estados Unidos em 2020”.

Em um comunicado, Gabbard acrescentou: “As ações discriminatórias do Google contra a minha campanha refletem o quão perigoso é o domínio completo sobre as buscas na Internet e como o crescente domínio das grandes empresas de tecnologia sobre nosso discurso público ameaça nossos valores americanos. Isso é uma ameaça para a liberdade de expressão, eleições justas e para a nossa democracia, e eu pretendo lutar contra isso em nome de todos os americanos”.

O Google citou “problemas com informações de faturamento ou violações de nossas políticas de publicidade” e depois “comportamento suspeito na atividade de pagamento em sua conta”. Em comunicado, o porta-voz, Riva Sciuto, disse que a conta foi automaticamente sinalizada. “Temos sistemas automatizados que sinalizam atividades incomuns em todas as contas de anunciantes – incluindo grandes mudanças nos gastos – para evitar fraudes e proteger nossos clientes”, diz Sciuto. “Nesse caso, nosso sistema acionou uma suspensão, mas a conta foi restabelecida pouco tempo depois”.

Leia mais:  Xiaomi lança segunda loja no Brasil e revela descontos para a Black Friday

Um porta-voz da campanha de Gabbard, Cullen Tiernan, discordou da explicação, “o Google pode culpar os sistemas automatizados, mas a realidade é que não existe transparência alguma, o que torna difícil determinar a verdade”. Vale lembrar que Gabbard não é a única candidata democrata a criticar ou ameaçar o Google e outros gigantes da tecnologia. A senadora Elizabeth Warren (D-MA) propôs uma divisão massiva das grandes empresas de tecnologia.

Via: The Verge

Fonte: IG Tecnologia
Comentários Facebook
publicidade

Tecnologia

Vire à esquerda, companheiro! Waze ganha voz do Lula para guiar motoristas

Publicado

por

source
Lula Waze arrow-options
Agência Brasil

Voz de Lula aparece no Waze


O aplicativo de navegação Waze ganhou uma nova voz para orientar seus motoristas: a do ex-presidente Lula . Dentre as diversas possibilidades oferecidas pela plataforma, agora é possível escolher que Luiz Inácio Lula da Silva guie seus caminhos. Ou pelo menos quase isso. 

É que a nova voz presente no Waze não é a do ex-presidente, mas sim uma imitação – ela, inclusive, não foi produzida e disponibilizada pelo app, mas sim por um usuário. Desde 2017, qualquer pessoa que usa o aplicativo pode gravar seus próprios comandos e liberá-los para download na plataforma. E foi justamente isso que algum imitador do Lula fez. 

Em posicionamento oficial, o Waze afirmou que “a voz mencionada na reportagem não é uma voz oficial do Waze. O app possui o recurso Gravador de Voz, que permite que os usuários customizem os comandos de voz e também compartilharem o áudio entre si. No menu de Configurações > Voz e Som, todos os usuários do aplicativo tem acesso a gravação de comandos. Esse recurso está disponível desde 2017 para todos os usuários da plataforma”.

Leia também: Cidade italiana bane Google Maps depois de muita gente se perder

Leia mais:  Brasileiro cria aplicativo de viagem que une amantes da natureza e guias locais

Entrando na brincadeira

Para ter a voz de Lula no Waze , é só clicar  neste link usando o celular, que direcionará para o download do som no aplicativo. Depois de instalada, a voz dá comandos divertidos, como uma animação bem maior ao dizer “vire à esquerda, companheiro” do que ao dizer “vira à direita”. 

Além disso,quando há uma viatura por perto, a imitação do ex-presidente avisa: “Polícia reportada à frente, companheiro. Cuidado!”. Antes de começar cada viagem, a frase ouvida na voz de Lula é: “Está pronto? Eu estou! Vamos, companheiro, tomar os meios de produção”.


Assim como qualquer outra voz gravada por usuários no Waze , a voz de Lula não dá comandos específicos como nomes de ruas.

Fonte: IG Tecnologia
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana