conecte-se conosco


Cidades

Câmara volta a ter 2 mulheres eleitas e presidente não consegue se reeleger

Publicado

Os eleitores cuiabanos optaram por mudanças na configuração da Câmara Municipal. Foram duas mulheres eleitas e renovação de 14 das 25 vagas. Contudo, o mais votado foi o vereador reeleito Diego Guimarães (Cidadania) com 4.179 votos. Já o presidente da Câmara Misael Galvão (PTB) não se reelegeu.

Na última eleição, nenhuma mulher conseguiu votos suficientes ficando na suplência Lueci Ramos (PSDB) e Luciana Zamproni (PMB) que assumiram por curtos períodos ao longo 4 anos. Assumem duas vagas na Câmara em 2021, pela segunda vez, Edna Sampaio (PT) e Michelly Alencar (DEM), única do partido do governador. Antes delas somente em 2001 foram eleitas duas mulheres: Enelinda Scala e Verinha Araújo, ambas eleitas pelo PT. O MDB do prefeito Emanuel Pinheiro só elegeu um vereador.

Ficaram de fora da próxima legislatura vereadores que tiveram votação de peso no último pleito, como Toninho de Souza (PSDB) que foi o mais votado em 2016 com 5.620 votos e não conseguiu se reeleger.

Os reeleitos, além de Diego Guimarães, foram Marcrean Santos (PP), o segundo mais votado com 3.729 votos, Adevair Cabral (PTB), com 3.622 votos, Dilemário Alencar (Pode) com 3.052 votos, Renivaldo Nascimento (PSDB) com 2.606, Mario Nadaf (2.434), Sargento Joelson (SD) com 2.199 votos, Juca do Guaraná (MDB) com 2.021, Wilson Kero Kero (Pode) com 1.794, Lilo Pinheiro (PDT) com 1.757 e Chico 2000 (PL) com 1.281.

Leia mais:  Produtores elogiam curso Soja Plus online; inscrições abertas para próxima turma

Foram eleitos Demilson Nogueira (PP) com 3.270 votos, Marcos Brito Jr (PTB) com 3.194 votos, Eduardo Magalhães (Republicanos) com 2.996 votos, Edna Sampaio (PT) com 2.902, Michelly Alencar (DEM) com 2.841, Didimo Vovô (PSB) com 2.122, Dr. Luiz Fernando (Republicanos) com 2.060, Pastor Jeferson  (PSD) com 2.045, Tenente Coronel Pacolla (CD) com 2.009, Rodrigo Arruda e Sá (CD) com 2 mil, Paulo Figueiredo (PV) com 1.884, Cézinha (PSL) com 1.648, Kassio Coelho (Patri) com 1.488, Sargento Vidal (Pros) com 1.424.

Não tentaram a reeleição Marcelo Bussiki (DEM), que disputou como vice na chapa de Roberto França (Patri), e Abílio Júnior (Pode), candidato a prefeito, e Felipe Wellaton (CD) a vice. Eles estão no segundo turno na capital contra o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB).

Confira lista:

Rodinei Crescêncio

Vereadores eleitos em Cuiab�

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Prefeitura publica calendário de pagamento do IPTU; veja datas

Publicado

A Prefeitura de Cuiabá estabeleceu a programação para pagamento do IPTU em 2021, que deve começar a partir de 1º de março. O Decreto nº 8.285, que determina o cronograma, foi publicado na Gazeta Municipal.

 

Assim como em outras edições, o pagamento poderá ser feito em cota única ou em até oito parcelas. O valor mínimo de cada parcela será de R$ 57,26.

 

Aqueles que não tiverem débitos de anos anteriores e optarem por quitar o IPTU em cota única até o dia 14 de abril, terão desconto de 10%. Os carnês serão enviados para todos os contribuintes que contam no Cadastro Imobiliário do Município.

 

Já as guias do IPTU de imóveis territoriais deverão ser retiradas nos postos de atendimentos do Município ou por meio do site.

 

A retirada presencial poderá ser feita no Centro Integrado de Atendimento ao Contribuinte (CIAC), nas Lojas de Atendimento ao Contribuinte (LAC-Norte e LAC-SUL), e em outros postos de atendimento que serão indicados pela Prefeitura de Cuiabá.

Leia mais:  Prefeitura reúne profissionais da Educação e trata sobre nova lei orgânica e avanços na gestão

 

Outra informação que o munícipe deverá ficar atento é em relação ao pedido de isenção do pagamento, que neste ano poderá ser feito no período de 1º de junho a 30 de julho, com validade até 2024.

 

Caso a solicitação seja indeferida, será concedido um prazo de 30 dias, a partir da ciência do contribuinte quanto à decisão, para que o valor seja pago sem desconto e sem a incidência de juros e multa.

 

“De acordo com os termos do art. 5º da Lei nº 5.355/2010, alterado pela Lei nº 5.797/2014, estão isentos do Imposto Predial e Territorial Urbano os imóveis residenciais com valor venal atualizado igual ou inferior a R$ 33.921, excluindo-se os imóveis territoriais, comerciais, unidades autônomas desdobradas com cadastro individualizado para fins tributários, chácaras de recreio e garagens de edifícios”, explica o decreto municipal.

 

Veja calendário de pagamento: 

 

Primeira parcela e cota única: 14 de abril

 

Segunda parcela: 14 de maio

 

Terceira parcela: 14 de junho

Leia mais:  Prefeitura de Cuiabá convoca aprovados nas funções de CAD e TNE

 

Quarta parcela: 14 de julho

 

Quinta parcela: 13 de agosto

 

Sexta parcela: 14 de setembro

 

Sétima parcela: 14 de outubro

 

Última parcela: 12 de novembro

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana