conecte-se conosco


Cidades

Câmara realiza terceira audiência sobre a LOA 2019

Publicado

A Câmara de Cuiabá realizou na manhã desta quarta-feira (05.12) a terceira Audiência Pública para debater a Lei Orçamentária Anual (LOA) do próximo ano. Na ocasião foram apresentados o total das receitas e despesas referentes às secretarias Municipais de Ordem Pública, Obras Públicas, Habitação e Regularização Fundiária, Serviços Urbanos e Mobilidade Urbana. A audiência foi conduzida pela Comissão de Fiscalização e Acompanhamento da Execução Orçamentária.

O valor estimado para 2019 é de R$ 2.494.490.795. Um incremento de 11,3% se comparado a 2018 que teve uma receita de 2.240.760.238, uma diferença de R$ 253.730.557.

Os recursos a serem aplicados na pasta da Ordem Pública são de R$ 58.100.000 uma diferença de R$ 3.256.500,00 a mais que em 2018. Para a Secretaria Municipal de Obras Públicas o recurso será na ordem de R$ 130.500.753,00 com uma diferença de R$ 4.889.880,12. Já para a Secretaria de Habitação e Regularização Fundiária, o valor a ser repassado é de R$ 17.689.552,24 uma diferença de R$ 8.121.362,24 se comparado a 2018. Em relação a Serviços Urbanos o total previsto é de R$138.509.837 um acréscimo de R$ 24.268.883. Sobre a receita da secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, a previsão é de R$ 87.831.974, um aumento de R$ 13.491.674 em relação ao orçamento anterior.

Leia mais:  Secretaria de Educação notifica Selecon e último dia para entrega de documentos ocorre com tranquilidade

De acordo com o secretário de Planejamento, Jesus Lange Adrien – o Zito, a Prefeitura tem trabalhado para cumprir as exigências da Lei Orgânica do Município, elaborando um orçamento dentro da realidade, com recursos destinados para cada pasta e que sejam viáveis na utilização. Os assuntos foram divididos por secretarias específicas para um maior dinamismo nas discussões. “O prefeito Emanuel Pinheiro vem trabalhando para fazer o máximo que pode prevendo um orçamento equilibrado. Sabemos que o valor estimado para 2019 é apertado, mas isso não é uma realidade só de Cuiabá. Como costumo dizer, é como se fosse um cobertor muito curto, mas que precisa atender todas as áreas”, disse o secretário.

Na oportunidade, Zito informou que houve um acréscimo no valor repassado aos vereadores em relação às emendas impositivas. Segundo ele, a decisão foi tomada em comum acordo, subindo de 350 para 400 mil reais para cada vereador a fim de que esses recursos sejam investidos em melhorias na cidade e em benefício da população cuiabana.

Leia mais:  Prefeitura instala radar em frente a novo shopping e anuncia passarela em ‘ponto da morte’ na Miguel Sutil

A LOA elaborada pela equipe técnica da Prefeitura não é uma peça absolutamente fechada. Pode e deve receber sugestões e emendas a serem acrescentadas. “Os poderes são independentes, mas devem ser harmônicos entre si para que os anseios da população sejam atendidos e a Prefeitura possa cumprir com as exigências da Lei Orgânica do Município”, destacou o secretário.

Ao todos foram programados quatro encontros para discutir a peça orçamentária. No dia 14 de dezembro, será a quarta e última Audiência Pública com apresentação das pastas da Gestão, Inovação e Comunicação e Secretaria Extraordinária dos 300 Anos.

Após isso é aberto o prazo para que os vereadores apresentem emendas ao orçamento. Posteriormente, a peça será colocada para análise e apreciação do plenário da Câmara.

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Emanuel inaugura leitos de enfermaria do HMC e ministro assina aporte financeiro de 48 milhões para custeio do hospital

Publicado

por

Gustavo Duarte

A abertura dos 90 leitos de enfermaria clínica do Hospital Municipal Cuiabá (HMC), que aconteceu na tarde desta segunda-feira, 22, foi marcada pela presença autoridades dos âmbitos federal, estadual e municipal. Luiz Henrique Mandetta, Ministro da Saúde foi um dos convidados e aproveitou sua vinda à Cuiabá para conhecer a unidade hospitalar.

O prefeito Emanuel Pinheiro, ao saber da agenda do Ministro na capital mato-grossense, fez questão de mudar o dia da inauguração dos leitos para que Mandetta pudesse estar presente. Nem a forte chuva que caiu no horário previsto para a inauguração espantou o grande número de pessoas que foram prestigiar o evento, entre servidores da saúde, funcionários da prefeitura e população em geral.

Além de prestigiar a inauguração dos leitos de enfermaria, o ministro da Saúde trouxe uma importante novidade: assinou uma portaria para um aporte financeiro para o Hospital Municipal de Cuiabá, no montante de R$ 48 milhões, que serão usados para o custeio do HMC neste primeiro ano de funcionamento. “Tive uma série de problemas para conseguir estar em Cuiabá hoje, mas fiz questão de vir. Estamos no mundo em busca da felicidade e a população de uma cidade não consegue ser feliz sem ter um sistema de saúde organizado. Fico feliz de estar aqui hoje e ver este hospital em funcionamento, para onde brevemente os pacientes do Pronto Socorro serão direcionados também. Não podemos deixar de pensar em investir na Atenção Básica também, para diminuir a quantidade de pacientes na média e alta complexidade. Com a Atenção Básica entrando nos eixos também, Cuiabá será a capital da Saúde do Centro Oeste”.

Leia mais:  Prefeitura promove dia de lazer para agentes de saúde da regional Sul

O deputado federal Emanuel Pinheiro Neto foi um dos parlamentares que estiveram presentes à solenidade e falou sobre a vontade de seu pai, prefeito Emanuel Pinheiro de transformar a realidade da saúde pública da capital. “Sabemos que 60% dos atendimentos no Pronto Socorro Municipal são de pacientes do interior do estado, e ninguém deixa de ser atendido. O empenho do prefeito em inaugurar o Hospital Municipal de Cuiabá mostra o seu espírito republicano  e demonstra a preocupação dele com as pessoas que dependem dos serviços do SUS na capital. O prefeito Emanuel e o governador Mauro Mendes, que iniciou a construção desta unidade hospitalar estão escrevendo a história da cidade para as próximas gerações e serão lembrados por este legado”, disse o deputado.  

Mauro Mendes, governador do Estado lembrou-se de quando começou a sonhar com a construção do HMC, em 2013, quando ainda era prefeito de Cuiabá. Disse que está muito feliz em ver esse sonho se concretizando. “O somatório de esforços permitiu que estivéssemos aqui hoje, inaugurando esses leitos que vão ajudar a salvar muitas vidas. Este hospital oferecerá para nossa população o tratamento com respeito e dignidade que nosso povo merece”, comentou.

Com um misto de felicidade e emoção o prefeito Emanuel Pinheiro agradeceu a todos os presentes e fez questão de lembrar que o hospital estava no programa de governo do então prefeito Mauro Mendes. “Como coordenador da sua campanha e depois como deputado estadual acompanhei de perto todas as dificuldades e limitações para o início da construção desta unidade de saúde. Quando me tornei prefeito, como um gestor bem intencionado, decidi dar continuidade a esta obra, mesmo enfrentando muitos obstáculos. Quero aqui deixar meus profundos agradecimentos a nossa Bancada Federal, que tem sido uma grande parceira da nossa capital. Agradeço também o esforço e a competência da equipe técnica da Secretaria Municipal de Saúde, bem como do Conselho Municipal de Saúde, sem os quais não teríamos conseguido terminar em tempo recorde o projeto do hospital, para ser apresentado no Ministério da Saúde e deste modo obter os recursos necessários para a conclusão da construção e aquisição dos equipamentos para o HMC. Hoje temos um hospital público que não deixa nada a desejar aos hospitais privados que temos aqui. A população merece um serviço de qualidade e isso eles vão ter no HMC. Estamos abrindo o hospital em etapas, com muita responsabilidade, porque estamos lidando com vidas humanas. Este é o começo da virada de página da saúde pública de Cuiabá, que refletirá também em todo o Estado”, afirmou Emanuel.

Leia mais:  Empresa de coleta de lixo de Cuiabá é condenada por condições degradantes de trabalho

O evento também contou com a participação do senador Wellington Fagundes – que teve fundamental importância no aporte dos R$ 100 milhões (para conclusão da obra e compra de equipamentos), além do coordenador da bancada federal, deputado federal Neri Geller. 

Além dos 90 leitos de enfermaria clínica, foram inaugurados também no HMC a farmácia satélite, o laboratório de análises clínicas e o refeitório. O ambulatório está funcionando desde fevereiro, com consultas marcadas pela Central de Regulação nas seguintes especialidades: ginecologia, mastologia e ginecologia cirúrgica, cardiologia, dermatologia, clínico em saúde mental, endocrinologia, ortopedia geral e ortopedia de quadril e joelho.   

Fonte: Prefeitura de Cuiabá
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana