conecte-se conosco


Política

Câmara entrega Moção de Aplauso ao presidente do TJ-MT

Publicado

A Câmara Municipal de Cuiabá entregou na manhã desta quinta-feira (30), durante a sessão ordinária, uma Moção de Aplauso ao presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha.
A homenagem foi proposta pelo vereador Dilemário Alencar (PROS), com anuência de todos os vereadores, em decorrência das ações desenvolvidas pela Corte, especialmente pelo projeto ‘Nosso Judiciário’, que desde 2015 vem aproximando a sociedade do Tribunal de Justiça da população.
O programa é desenvolvido em escolas do ensino fundamental e médio, onde estudantes recebem cartilhas e participam de palestras ministradas por técnicos do TJ/MT, que explicam sobre a estrutura e o funcionamento do judiciário.
O desembargador ressalta que o projeto ainda atende aos acadêmicos de Direito, com o intuito de mostrar os desafios que irão enfrentar na vida profissional.
“O projeto foi criado há alguns anos e, desde então, ao lado de diversas outras ações que implantamos no Estado, vem contribuindo para estreitar os laços do Judiciário com a sociedade. Somente neste ano, entregamos mais de 20 mil cartilhas a estudantes do ensino médio e fundamental. Além disso, recepcionamos no Tribunal de Justiça cerca de seis mil acadêmicos de Direito, fazendo visitas e verificando o que eles enfrentarão no futuro, acompanhando as sessões do pleno, andando pelas secretarias. Trata-se de um importante projeto de cunho social, e é uma honra recebermos essa homenagem por este trabalho que desenvolvemos”, contou o magistrado.
Dilemário parabenizou o Judiciário pela iniciativa e afirma que o Parlamento Municipal está a disposição para contribuir com projetos como este.
“O Tribunal de Justiça vem fazendo um relevante trabalho para a população mato-grossense através do programa Nosso Judiciário, se aproximando cada vez mais do cidadão, indo às escolas, levando palestras aos alunos, oportunizando aos acadêmicos ter acesso ao Tribunal. Então, o projeto tem extrema relevância para cidade Cuiabá, de forma que nesses 300 anos que a nossa cidade completou, não poderíamos deixar de homenagear o Tribunal de Justiça. Queremos cada vez mais contribuir com o judiciário para que eles possam se aproximar cada vez mais da população mato-grossense”, enfatizou o parlamentar.
O presidente do Legislativo, vereador Misael Galvão (PSB) lembrou do fato de o Judiciário ter completado 145 anos de existência neste mês de maio.
“Este mês o Tribunal de Justiça de Mato Grosso comemora os seus 145 anos de história, e a Câmara Municipal de Cuiabá não poderia deixar de prestar a sua homenagem a este Poder de extrema importância para o nosso Estado”, finalizou.

Kamila Arruda | Câmara Municipal de Cuiabá

Leia mais:  Deputados cobram utilização de veículos apreendidos para forças de segurança

Imprimir Voltar Compartilhar:  

Comentários Facebook
publicidade

Política

VG anuncia 11ª morte e acusa Central de Regulação de recusar pacientes

Publicado

por

A prefeitura de Várzea Grande anunciou no início da noite dessa sexta-feira (29) o registro do óbito da 11ª vítima da Covid-19 no munícipio, mantendo  cidade na liderança das vítimas fatais do Coronavirus em Mato Grosso. Dessa vez a vítima foi a idosa Antônia Nunes, de 81 anos. Por meio de nota, entretanto, a secretaria municipal de Saúde e o Comitê de Enfrentamento ao Novo Coronavírus do município acusaram a Central de Regulação do Estado, sob responsabilidade da Secretaria Estadual de Saúde, de ter recusado a paciente no início da semana, mesmo ela estando em estado considerado “gravíssimo” e avaliada com o sintomas da doença, por não ter exame da covid.

Reprodução

 

Segundo a prefeitura de Várzea Grande, Antônia Nunes deu entrada na unidade, no dia 24 de maio, apresentando fraqueza, pele azulada, palidez, sonolencia, hiperglicemia, hipotermia, apatia, com as extremidades frias e dificuldade de respiração. “No dia 25 de maio, quando houve piora do quadro, mesmo com avaliação clínica para Covid-19, a solicitação para UTI foi recusada pela Central de Regulação, por não por não ter exame que confirmasse a doença, cujo resultado só ficou pronto na data de hoje, 29 de maio, três dias após o óbito”, diz trecho da nota.

Leia mais:  Bolsonaro cogita indicar o filho para ser embaixador nos EUA

De acorco com a nota oficial, a paciente, que era moradora do bairro Costa Verde, deu entrada na mesma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da paciente Maria Dorotéia Mendes, de 61 anos, cujo óbito foi registrado ontem pelo município. As duas idosas foram atendidas inicialmente na UPA Ipase.

A prefeitura assegura que o fato ocorreu na data de 25 de maio com a 10ª vitima, Maria Dorotéia Mendes, que veio a óbito no próprio dia 25, mas só teve o registro divulgado na quinta, mediante resultado de exame. Segundo a gestão municipal, Maria Dorotéia também teve a solicitação recusada pela Central de Regulação por não ter confirmação laboratorial para Covid-19.

Várzea Grande segue, pelo 3º dia consecutivo, líder em óbitos em Mato Grosso. Segundo dados do último boletim da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), na noite dessa sexta-feira (29), o município registrou 218 casos dos 2.262 notificados no Estado.

Procurada para comentar as afirmações da prefeitura de Várzea Grande, a assessoria da Secretaria de Saúde do Estado não retornou às ligações da reportagem até a publicação da matéria, após às 21h40.

Leia mais:  Senado questionará ação da PF em gabinete de líder do governo

por: hnt

Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana