conecte-se conosco


Política

Câmara abre espaço criativo para seus servidores apresentarem ideias

Publicado

style”text-align: justify”>Numa campanha à inclusão artística, a presidência do Legislativo da capital convida o funcionalismo da Casa de Leis para que elabore logotipo referente ao tricentenário da capital. O desenho vencedor vai ser agregado ao slogan da instituição parlamentar, “A Casa do Povo nos 300 Anos”
A gestão Misael Galvão abriu hoje (7), oficialmente, até à próxima sexta, 11, o prazo para que seus servidores participem da elaboração do logotipo alusivo aos 300 anos de Cuiabá. Com o slogan “A Casa do Povo nos 300 Anos”, a Mesa Diretora pretende estabelecer maior participação do funcionalismo (e respectivos familiares) nas decisões do recinto legislativo, conforme análise da presidência. “Tanto que os familiares diretos dos nossos funcionários também podem concorrer”, explica Galvão. Ele acredita que essa abertura propicia também o desenvolvimento de mais ideias que podem vir a contribuir com melhorias significativas no âmbito parlamentar e no restante da sociedade.
“Se todo um coletivo de uma instituição se manifesta de forma concreta, expondo o que pensa e deseja, fica bem mais fácil visualizarmos quais projeções, em linhas gerais, têm amplitude real de benefícios aos munícipes. A elaboração do logotipo é incentivo notório disso, ponto de partida de outras construções sociais”. Misael ainda enfatizou ser justa a participação direta dos servidores por reconhecer o quanto eles são importantes no contexto cotidiano do Parlamento.
Segundo as normas fixadas,&nbsp a campanha de arte é extensiva também aos detentores de cargos comissionados. O secretário de Comunicação Social, Leonardo Arruda, disse que os comissionados estão igualmente integrados com os efetivos na corrente de trabalho prestado à sociedade pela Câmara Municipal. “Daí a receptividade para que venham participar, apresentem seus desenhos. A melhor ideia terá reconhecimento oficial do Parlamento, por meio de cerimônia pública. O autor(a) do logotipo a ser escolhido, baseado no tema aniversariante da capital, será homenageado”.

João Carlos de Queiroz – Secretaria de Comunicação Social – Câmara Municipal de Cuiabá

Leia mais:  Por unanimidade, deputados derrubam veto e garantem mais recursos à Defensoria

Imprimir Voltar Compartilhar:  

Comentários Facebook
publicidade

Política

Eleições 2020: Brasil tem 147,9 milhões de eleitores aptos a votar

Publicado

Mulher, com ensino médio e de 35 a 59 anos é o perfil majoritário do eleitor que votará nas eleições de 2020, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Neste ano, 147.918.483 pessoas estão aptas a votar, um crescimento de 2,66% em relação às eleições municipais de 2016.

O contingente elegerá novos prefeitos e vereadores em 5.569 municípios em 15 de novembro. Não participam da votação neste ano os eleitores do Distrito Federal e de Fernando de Noronha, que não têm prefeito, e os brasileiros registrados no exterior, que só podem votar em trânsito nas eleições gerais a cada quatro anos.

Biometria

Por causa da pandemia de covid-19, a Justiça Eleitoral excluiu a biometria como meio de identificação nas eleições deste ano. Mesmo assim, a coleta dos dados biométricos continuou a aumentar em 2020. Em dezembro do ano passado, pouco mais de 113,5 milhões de pessoas tinham feito o procedimento, o equivalente a 76% do eleitorado. Em agosto deste ano, quando foi encerrado o registro para as eleições municipais, 117.594.975 pessoas estavam identificadas pela biometria, 79.5% do eleitorado.

Perfil

Na divisão por gêneros, as mulheres somam 77.649.569 eleitores (52,49%) do total. Os homens totalizam 70.228.457 eleitores (47,48%). Outras 40.457 pessoas não declararam o gênero, representando 0,03% do eleitorado. Um total de 9.985 pessoas usarão o nome social no título de eleitor, prática autorizada pela Justiça Eleitoral desde 2018.

Leia mais:  Eventos religiosos são incluídos no Calendário Oficial de Cuiabá

Em relação ao grau de instrução, a maior parte dos eleitores informou ter o ensino médio completo, com 37.681.635 (25,47%) pessoas nessa condição. A faixa de menor escolaridade, com ensino fundamental incompleto, vem em segundo lugar, com 35.771.791 eleitores (24,18%), seguida pelo contingente com ensino médio incompleto, com 22.900.434 (15,48%). Somente 10,68% do eleitorado, que somam 15.800.520 pessoas, têm nível superior completo.

Um total de 1.158.234 eleitores se declararam com alguma deficiência em 2020. O número representa aumento de 93,58% na comparação com as 598.314 pessoas que haviam afirmado ter alguma limitação física em 2016. Segundo o TSE, o aumento não significa necessariamente alta na participação de pessoas com deficiência, porque as estatísticas se baseiam em autodeclarações do cidadão no momento do registro eleitoral.

Estados e municípios

Na comparação com 2016, o estado com maior incremento no eleitorado foi o Amazonas, cujo número de eleitores ativos subiu 7,88%, para 2.503.269. O único estado com redução no total de eleitores foi o Tocantins, com queda de 0,17% nos últimos quatro anos, de 1.037.063 para 1.035.289.

Maior colégio eleitoral do país, o estado de São Paulo tem 33.565.294 eleitores aptos a votar em 2020, alta de 2,69% em relação a 2016. Na comparação por municípios, a capital paulista concentra o maior número de eleitores, com 8.986.687 no total.

Leia mais:  Bolsonaro tem até 4 de outubro para vetar ou sancionar lei eleitoral

O menor colégio eleitoral do país é Araguainha (MT), com 1.001 eleitores. A cidade, que estava nas mesmas condições na votação de 2016, havia perdido o posto para Serra da Saudade (MG) nas eleições gerais de 2018. Em 2020, o município recuperou o título. Também em Mato Grosso, o município de Boa Esperança do Norte escolherá prefeitos e vereadores pela primeira vez.

Voto facultativo

Nestas eleições, 14.538.651 pessoas têm a opção do voto facultativo, permitido a eleitores com 16 e 17 anos e a idosos a partir de 70 anos. Desse total, 1.030.563 são jovens, 8.784.004 têm entre 70 e 79 anos, e 4.658.495 têm entre 80 e 99 anos. Existem 65.589 idosos com mais de 100 anos aptos a votar em 2020.

Mais informações podem ser obtidas no censo do TSE com o perfil do eleitorado brasileiro em 2020. O tribunal compilou os principais dados neste documento. Também é possível acessar o Repositório de Dados Eleitorais (RDE), que permite baixar tabelas com todos os dados do eleitorado e fazer cruzamentos estatísticos.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana