conecte-se conosco


Política

Câmara abre espaço criativo para seus servidores apresentarem ideias

Publicado

style”text-align: justify”>Numa campanha à inclusão artística, a presidência do Legislativo da capital convida o funcionalismo da Casa de Leis para que elabore logotipo referente ao tricentenário da capital. O desenho vencedor vai ser agregado ao slogan da instituição parlamentar, “A Casa do Povo nos 300 Anos”
A gestão Misael Galvão abriu hoje (7), oficialmente, até à próxima sexta, 11, o prazo para que seus servidores participem da elaboração do logotipo alusivo aos 300 anos de Cuiabá. Com o slogan “A Casa do Povo nos 300 Anos”, a Mesa Diretora pretende estabelecer maior participação do funcionalismo (e respectivos familiares) nas decisões do recinto legislativo, conforme análise da presidência. “Tanto que os familiares diretos dos nossos funcionários também podem concorrer”, explica Galvão. Ele acredita que essa abertura propicia também o desenvolvimento de mais ideias que podem vir a contribuir com melhorias significativas no âmbito parlamentar e no restante da sociedade.
“Se todo um coletivo de uma instituição se manifesta de forma concreta, expondo o que pensa e deseja, fica bem mais fácil visualizarmos quais projeções, em linhas gerais, têm amplitude real de benefícios aos munícipes. A elaboração do logotipo é incentivo notório disso, ponto de partida de outras construções sociais”. Misael ainda enfatizou ser justa a participação direta dos servidores por reconhecer o quanto eles são importantes no contexto cotidiano do Parlamento.
Segundo as normas fixadas, a campanha de arte é extensiva também aos detentores de cargos comissionados. O secretário de Comunicação Social, Leonardo Arruda, disse que os comissionados estão igualmente integrados com os efetivos na corrente de trabalho prestado à sociedade pela Câmara Municipal. “Daí a receptividade para que venham participar, apresentem seus desenhos. A melhor ideia terá reconhecimento oficial do Parlamento, por meio de cerimônia pública. O autor(a) do logotipo a ser escolhido, baseado no tema aniversariante da capital, será homenageado”.

João Carlos de Queiroz – Secretaria de Comunicação Social – Câmara Municipal de Cuiabá

Leia mais:  Relatório da Previdência suprime BPC e aposentadorias especiais

Imprimir Voltar Compartilhar:  

Comentários Facebook
publicidade

Política

Presidente fala sobre expectativa de votação em retorno dos trabalhos em Plenário

Publicado

por

Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), afirmou na manhã desta segunda-feira (27), que a expectativa é grande para o retorno dos trabalhos em Plenário, na próxima semana, com uma sessão solene na segunda-feira (3) e sessões ordinárias na terça, quarta e quinta-feira.

“A expectativa é muito grande. Vamos instalar o retorno dos trabalhos numa sessão solene na próxima segunda-feira (3). Depois disso, as sessões serão normais na terça, quarta e quinta-feira. Esta semana já vamos iniciar as discussões com as categorias em torno das regras da aposentadoria. Temos várias agendas esta semana para iniciarmos os debates”, disse Botelho.

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, deputado Eduardo Botelho (DEM), informou nesta segunda-feira (27) que os trabalhos em Plenário serão retomados na próxima semana. "A Assembleia está funcionando normalmente e os trabalhos de 2020 dos deputados será reaberto com uma sessão solene na próxima segunda-feira (03)".

Conforme Eduardo Botelho, além da questão da previdência, existem alguns projetos pendentes e vetos que não foram votados no ano passado. “Temos também o Cota Zero, que não foi votado no ano passado e, ainda, novas regras da aposentadoria".

Leia mais:  Idade mínima de aposentadoria de servidores continuará na Constituição

Botelho também adiantou que os deputados precisam votar em Redação Final o o projeto aumento da alíquota previdenciária do funcionalismo de 11% para 14%. "Não acredito em mais alterações, acho que o projeto está encerrado e será votado em última votação sem problemas”, disse.

“Quanto ao Cota Zero, estamos contratando uma empresa para fazer estudos e iniciarmos as discussões, mas realmente é um projeto polêmico”, disse o presidente.

O presidente Eduardo Botelho, num rápido comentário, disse que o fato de estarem previstas duas eleições este ano, a suplementar ao Senado da República e as eleições para prefeitos e vereadores, não vai prejudicar os trabalhos em plenário. “Se tivermos deputados candidatos, isso altera um pouco, se não tiver, não altera muito. Então nós vamos trabalhar para ver como vai ficar essa questão aqui no Parlamento. Inicialmente não altera nada. A eleição de prefeito o deputado participa mais porque é uma exigência da base, mas a de Senado, não”, adiantou.

Fonte: ALMT
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana