conecte-se conosco


Cidades

Caixa paga hoje abono salarial para nascidos em setembro

Publicado

A Caixa Econômica Federal inicia nesta terça-feira (15) o pagamento do abono salarial para os trabalhadores nascidos em setembro que ainda não receberam por meio de crédito em conta. Para trabalhadores da iniciativa privada, os valores podem ser sacados com o Cartão do Cidadão e senha nos terminais de autoatendimento, unidades lotéricas e nos correspondentes Caixa Aqui, além das agências.

Segundo o banco estatal, mais de 734 mil trabalhadores nascidos em setembro têm direito ao saque do benefício, totalizando R$ 567 milhões em recursos disponibilizados neste lote.

Já para os funcionários públicos, vale o dígito final do número de inscrição do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep). A partir desta terça-feira, fica disponível o crédito para inscritos com final 2.

Os trabalhadores que nasceram entre julho e dezembro recebem o abono salarial do PIS ainda neste ano. Os nascidos entre janeiro e junho terão o recurso disponível para saque em 2021.

Os servidores públicos com o final de inscrição do Pasep entre 0 e 4 também recebem em 2020. Já as inscrições com final entre 5 e 9, recebem no ano que vem. O fechamento do calendário de pagamento do exercício 2020/2021 será no dia 30 de junho de 2021.

Leia mais:  Cras Tijucal prepara dia de lazer para grupos de idosos e mulheres neste sábado (24)

Quem tem direito

Tem direito ao abono salarial 2020/2021 o trabalhador inscrito no Programa de Integração Social (PIS) há pelo menos cinco anos e que tenha trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias em 2019, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos. Também é necessário que os dados tenham sido informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) ou eSocial, conforme categoria da empresa.

Recebem o benefício pela Caixa os trabalhadores vinculados a entidades e empresas privadas. Em todo o calendário 2020/2021, a Caixa deve disponibilizar R$ 15,8 bilhões para 20,5 milhões de trabalhadores.

As pessoas que trabalham no setor público tem inscrição no Pasep e recebem o benefício pelo Banco do Brasil (BB). Neste caso, o beneficiário pode optar por realizar transferência (TED) para conta de mesma titularidade em outras instituições financeiras nos terminais de autoatendimento do BB ou no portal do banco, ou ainda efetuar o saque nos caixas das agências.

Para o exercício atual, o BB identificou abono salarial para 2,7 milhões trabalhadores vinculados ao Pasep, totalizando R$ 2,57 bilhões. Desse total, aproximadamente 1,2 milhão são correntistas ou poupadores do BB e aqueles com final de inscrição de 0 a 4 receberam seus créditos em conta antecipadamente no dia 30 de junho, no montante de R$ 580 milhões, segundo a instituição financeira.

Leia mais:  Cuiabá avança na reestruturação da urgência e emergência com a entrega da UPA Verdão, no dia 26

Abono Salarial anterior

Cerca de dois milhões de trabalhadores que não realizaram o saque do abono salarial do calendário anterior (2019/2020), finalizado em 29 de maio deste ano, ainda podem sacar os valores. O prazo vai até 30 de junho de 2021. O saque pode ser realizado nos canais de atendimento com Cartão e Senha Cidadão, ou nas agências da Caixa.

A consulta do direito ao benefício, bem como do valor disponibilizado, pode ser realizada por meio do aplicativo Caixa Trabalhador, pelo atendimento Caixa ao Cidadão (0800 726 0207) e no site do banco.

No caso do Pasep, cerca de 360 mil trabalhadores não sacaram o abono referente ao exercício 2019/2020, pago até 29 de maio de 2020. De acordo com a Resolução do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat), esses recursos ficam disponíveis para saque por cinco anos, contados do encerramento do exercício. Os abonos não sacados são disponibilizados automaticamente para o próximo exercício, sem necessidade de solicitação do trabalhador.

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Vereador de VG tem 50% dos pulmões comprometidos

Publicado

Licenciado da Câmara de Várzea Grande desde o dia 30 de março deste ano para atuar na linha de frente contra o coronavírus, o médico Miguel Angel Claros Paz, conhecido como Dr. Miguel, e vereador pelo PSDB, foi infectado pela Covid-19 e está com 50% dos pulmões comprometidos. Aos 58 anos, ele é considerado integrante do grupo de risco que pode ter complicações com a doença por ser obeso e sedentário, mas garante que está bem, na medida do possível e segue em tratamento domiciliar. Também não pretende buscar uma unidade de saúde, apesar da insistência dos familiares.

O médico e vereador explicou que iniciou o tratamento com medicamentos no dia 10 deste mês quando sentiu os primeiros sintomas da Covid-19. Inicialmente, sentiu um cansaço, averiguou que sua saturação do oxigênio estava em 82% e já entrou em repouso.  Ao verificar novamente a saturação percebeu que subiu para 85% e teve a certeza que estava infectado pelo novo coronavírus.

Comentários Facebook
Leia mais:  Pinheiro lança obra de pavimentação e drenagem do Residencial Ana Maria
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana