conecte-se conosco


Saúde

Cacique Raoni recebe alta hospitalar após uma semana internado

Publicado

O cacique Raoni recebeu alta hospitalar na manhã deste sábado, 25, e retornará para o Xingu ainda nesta tarde. Ele passou uma semana internado no Hospital Dois Pinheiros, em Sinop.O líder indígena está curado do quadro de infecção intestinal, não apresenta febres e testou negativo para o novo coronavírus. Conforme divulgado pelo site da Veja, o médico Douglas Yanai afirmou que Raoni retornará para a sua aldeia com tratamento para prevenção de embolia pulmonar.

“Manteremos contato com a equipe de saúde indígena que fica na aldeia para podermos acompanhar e continuar orientação para a recuperação plena dele”, disse Yanai.

Da etnia caiapó, Raoni é conhecido internacionalmente por lutar pela preservação da Amazônia e pela causa indígena. No último dia 20 de janeiro, ele e outros indígenas lançaram uma carta em que citam, entre outras coisas, ameaças e falas de ódio promovidas pelo presidente Jair Bolsonaro.

Raoni Metuktire já foi recebido por autoridades de todo o mundo ao longo de sua militância em defesa dos povos tradicionais e das florestas brasileiras. Ele estava recolhido há alguns anos em sua aldeia, no Xingu, em Mato Grosso, mas voltou à ativa, aos 89 anos diante das queimadas do ano passado e em protesto às políticas ambientais do governo Bolsonaro.

Leia mais:  Johnson & Johnson interrompe estudo de vacina contra covid-19

Por: Arthur Santos da Silva/ olhardireto

Comentários Facebook
publicidade

Saúde

Cidade de MT tem 10 pacientes com Covid na fila por vaga em UTI

Publicado

Dez pacientes diagnosticados com Covid-19 esperam por vaga em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, após aumento no número de casos da doença e superlotação nos hospitais.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, nos últimos 30 dias, o município registrou 2.435 novos casos. Atualmente, Rondonópolis tem 33 leitos de UTI para atender casos da Covid.

Segundo o boletim divulgado nesse domingo (13) pela secretaria, 21 leitos são UTIs da rede privada e 12 na rede pública de saúde.

A situação preocupa porque resta apenas um leito disponível na rede pública. Já na rede particular há superlotação.

Na enfermaria, segundo o município, tem 78 leitos livres entre rede pública e particular. Há também 10 leitos semi-intensivos livres na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Rondonópolis.

Outras cidades do sudeste do estado também dependem da estrutura de Rondonópolis para atender casos da doença.

Dados da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) apontam que Mato Grosso, até esse domingo (13), registrava 166.974 casos confirmados da Covid-19 e 4.259 óbitos em decorrência do coronavírus.

Leia mais:  VG anuncia 11ª morte e acusa Central de Regulação de recusar pacientes

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana