conecte-se conosco


Esportes

Brasil faz história no Mundial e fica em 6º no trampolim sincronizado feminino

Publicado


Seleção brasileira ficou em 6º no sincronizado feminino do Mundial de Ginástica de Trampolim
Ricardo Bufolin/CBG

Seleção brasileira ficou em 6º no sincronizado feminino do Mundial de Ginástica de Trampolim

O Brasil conseguiu um feito inédito no 33º Campeonato Mundial de Ginástica de Trampolim, que está sendo realizado em São Petersburgo (Rússia). Na competição de trampolim sincronizado, a dupla feminina formada por Camilla Gomes e Alice Gomes ficou em sexto lugar na final disputada nesta sexta-feira.

Leia também:  Seleção Brasileira de ginástica artística assina documento contra assédio

O ouro na ginástica de trampolim sincronizado ficou com o Japão (48.340), seguido do Canadá e do México. O Brasil atingiu a pontuação de 18.050. Foi a primeira vez que o país disputou uma final no mundial da modalidade.

Na quinta-feira quando a dupla se classificou para a final da prova do trampolim sincronizado foi a primeira vez na história que uma equipe brasileira tinha chegado nessa fase da competição. Durante a qualificatória, Camilla Gomes e Alice Gomes ficaram em oitavo lugar.

Além das meninas que disputaram a final, o Brasil contou com outra dupla na classificatória, formada por Ingrid Maior e Lorrane Sampaio, mas elas terminaram em 15º lugar e não passaram para a final.

Leia mais:  Por segurança, Copa América veta presença de ‘barras bravas’ argentinos no país

Leia também:  Em busca do 100º título, Federer surpreende em treino para o ATP Finals

Ontem após a classificação das meninas, a treinadora e coordenadora das seleções de trampolim, Tatiana Figueiredo, falou sobre o feito “Elas são atletas muito competitivas e tem séries livres fortes, tanto no trampolim sincronizado como no trampolim individual. Elas estão confiantes e muito motivadas para as finais e semifinais do individual”, disse Tatiana.

Na categoria trampolim sincronizado masculino, o pódio foi formado pela Bielorússia em primeiro, França em segundo e Austrália em terceiro. O mundial tem quatro modalidades: individual, sincronizado, duplo mini-trampolim e tumbling.

Ao todo, a seleção do Brasil levou dez pessoas para o Mundial na Rússia, além dos seis atletas foram dois treinadores, um fisioterapeuta e o chefe da delegação, Sandro Moraes Dias. O evento começou no último dia 07 de novembro e vai até o dia 10 de novembro.

Leia também:  Equipes feminina e masculina do Brasil levam ouro no Mundial Militar de Judô

No último dia de provas, o Mundial de Ginástica de Trampolim receberá as semifinais e finais do trampolim individual feminino e masculino. Camilla Gomes e Alice Gomes voltam ao ginásio as 8h30 para competirem no individual. Essa também é uma marca inédita para o país.

Leia mais:  Diego Hypólito fala após revelar ser gay: “Achava que todo mundo já sabia”

Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Abel vê evolução no Vasco e espera contar mais com a sorte

Publicado

por

source

Será que o jogo finalmente virou? É o que espera o técnico Abel Braga após a vitória de 1 a 0 sobre o Boavista, pela terceira rodada da Taça Guanabara. O gol de Germán Cano aos 48 minutos do segundo tempo aliviou o time, que já vinha sendo pressionado após um empate com os titulares e uma derrota jogando com os reservas nas duas primeiras partidas do Campeonato Carioca .

Apesar da atuação da equipe não ter sido boa, serviu para o único contratado na temporada de 2020 marcar seu primeiro gol com a camisa cruzmaltina e garantir a primeira vitória do no ano. Abel Braga analisou a atuação de Cano e disse que torce para que a sorte finalmente tenha chegado ao Gigante da Colina.

“Ele (Cano) ainda está sofrendo um pouco. A nossa transição de defesa para intermediária melhorou um pouco, mas tá faltando melhorar no último terço. Enquanto não melhorar ele sofre um pouco, mas isso vem com o tempo. O importante era vencer e nós conseguimos. Quando é dessa maneira a gente fica na esperança de mudar um pouquinho a sorte, também precisamos dela. Temos um jogo quinta-feira, depois vamos esperar o Botafogo e logo tem um grande teste contra o Oriente Petrolero, pela Copa Sul-Americana”.

Ouça na Rádio Nacional 
Leia mais:  Casagrande se justifica após confusão com Gabriel Jesus: “Me expressei mal”

Mesmo com a vitória sobre o Boavista, a torcida presente no Estádio Kleber Andrade, em Cariacica, vaiou o time após o apito final do árbitro. Pouco tempo antes do gol de Germán Cano, o time de Saquarema quase marcou, mas parou na trave. Abel Braga comentou as críticas da torcida.

“Eu vou morrer falando enquanto estiver trabalhando no futebol: o torcedor é soberano, ele é soberano. Eles vieram, incentivaram, e tem momentos que eles não gostam e vaiam o time. Problema zero. Eu adoro essa torcida porque eles sabem que quando eu joguei, quando eu vestia essa camisa no campo, a minha alma ficava lá. O que eu estou tentando fazer é isso, que a alma desses jogadores fique ali. Hoje foi uma prova disso. Você ganhar da maneira que ganhou, no último momento, eu acho que tem alguma coisa dessa relação que eu tive com o torcedor quando era jogador e que espero ter como treinador”.

Abel Braga aproveitou também para explicar porque disse o termo “foi lindo”, dito após o clássico contra o Flamengo.

“Eu me referi aos trinta primeiros minutos da partida. Nossa equipe estava descaracterizada porque não tínhamos nenhum tipo de entrosamento. Treinamos dois dias para encarar uma equipe que joga junto e que no ano passado ganhou praticamente tudo o que disputou. Foi só isso. Eu não gostei do resultado, não gostei de perder para o Flamengo, mas eu adorei os trinta minutos e volto a repetir isso, mas se as pessoas entenderam de forma errada, eu não tenho culpa, não posso fazer nada. Por isso agora cada vez que eu falar, vou responder menos palavras. Assim ninguém me perturba, porque quando o Abel fala alguma coisa é o caos”.

Leia mais:  Técnicos brasileiros acham que futebol é receita de bolo e causam dor de barriga

O próximo compromisso do Vasco é contra a Cabofriense, quinta-feira (30), em São Januário, às 21h30. A expectativa é que Abel escale o time titular. Para o confronto com o Botafogo, domingo (2 de fevereiro), no Estádio Nilton Santos, o técnico deve escalar o time reserva, já que na quarta-feira (05 de fevereiro) o Vasco recebe o Oriente Petrolero, da Bolívia, no estádio São Januário, pela primeira fase da Copa Sul-Americana.

 

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana