conecte-se conosco


Tecnologia

Brasil é o 3º país em que pessoas passam mais tempo em aplicativos

Publicado

source

Olhar Digital

WhatsApp é o aplicativo mais usado do mundo arrow-options
Reprodução

WhatsApp é o aplicativo mais usado do mundo


Em média, as pessoas passaram 3 horas e 40 minutos por dia usando aplicativos em 2019. O número é 35% maior que o de 2017. As informações foram divulgadas ontem (15) pelo App Annie , o principal relatório sobre o tema no mundo.

O Brasil aparece na terceira colocação no ranking dos países em termos de tempo gasto utilizando aplicativos, um pouco acima da média mundial, com 3 horas e 45 minutos . O país aparece atrás de China, onde as pessoas passam quase 4 horas nos apps, e Indonésia, onde o tempo diário por pessoa chegou a impressionantes 4 horas e 40 minutos.

Leia também: Rappi é alvo de processo nos EUA por ‘roubar estratégia de mercado

O App Annie também fez um levantamento baseado na idade dos usuários. A chamada geração Z (nascida entre 1997 e 2012) passou 3 horas e 46 minutos por dia nos apps. Nos últimos três anos, o download anual de aplicativos cresceu consideravelmente, saiu de 140 bilhões em 2016, para 204 bilhões em 2019, um aumento de 45%.

Leia mais:  Edição de “Game of Thrones” do Galaxy Fold custa, acredite, mais de R$ 31 mil

No Brasil, esse aumento foi de cerca de 40%, atingindo cerca de 5 bilhões no ano passado. A Índia liderou nesse quesito, registrando aumento de 190%.

Mais para baixo

Nos apps voltados ao entretenimento, o Brasil ficou apenas em 7º lugar no ranking de crescimento entre 2018 e 2019, ainda assim com um índice de 32%. Entre os países que mais utilizaram esse tipo de aplicativo estão Índia (78%), França (60%) e Japão (58%). Os mais baixados dessa modalidade foram Netflix, Youtube Go, Amazon Prime Video, Globoplay e Viki.

No mundo inteiro, o aplicativo mais baixado foi, como era de se esperar, o WhatsApp, seguido do TikTok e do Messenger.

Fonte: IG Tecnologia
Comentários Facebook
publicidade

Tecnologia

Assim como futebol americano, EUA quer criar liga de Fortnite nas escolas

Publicado

por

source

Olhar Digital

Fortnite arrow-options
Divulgação/Epic Games

Fortnite se torna esporte em escolas norte-americanas


A startup PlayVS fez um contrato de parceria com a Epic Games para promover torneios competitivos oficiais de Fortnite em escolas e universidades dos Estados Unidos . A ideia é formar uma liga semelhante a esportes tradicionais como basquete ou futebol americano.

Além da produtora do jogo, a startup também fechou parceria com a NFHS – Federação Nacional das Associações de Escolas de Segundo Grau, o órgão que define as regras de competição para a maioria dos esportes do ensino médio nos EUA .

Leia também; Games e educação: como o Minecraft ensinou crianças sobre tragédias ambientais

Escolas, pais ou os próprios alunos poderão pagar US$ 64 por jogador para competir na liga contra escolas vizinhas, como qualquer outro esporte. A PlayVS é a primeira empresa a fechar uma parceria oficial com a Epic Games , e isso permite que escolas e organizações não precisem de muito trabalho para participar dos torneios. Atletas acessam a partida diretamente pela plataforma da startup e a PlayVS fornece estatísticas e insights diretamente do jogo para treinadores, fãs e até recrutadores.

Leia mais:  Xiaomi aposta na relação custo-benefício e vê participação no mercado disparar

Desde o lançamento, mais de 13 mil escolas já aderiram à lista de espera para obter uma equipe de esports através da PlayVS, que representa 68% da rede de ensino dos EUA . Para efeitos comparativos, 14 mil escolas têm um programa de futebol americano, o esporte tradicional mais popular do país.

Fonte: IG Tecnologia
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana