conecte-se conosco


Cidades

Bocas de lobo da região central recebem trabalho de manutenção

Publicado

 

 

A Prefeitura de Cuiabá realizou nesta sexta-feira (11) mais uma ação de manutenção de bocas de lobo na área central. Desta vez, o trabalho foi executado nos pontos de escoamento de águas pluviais situados no entroncamento entre as Ruas Pedro Celestino e Voluntários da Pátria. A operação, coordenada pela Secretaria Municipal de Obras Públicas, atendeu quatro estruturas com os serviços de limpeza completa e colocação de novas tampas, visto que as antigas estavam danificadas.

Para proporcionar o mínimo de transtornos aos condutores que trafegam pelas vias, a atividade contou também com a atuação da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob). Durante toda a ação, iniciada e finalizada ainda no período da manhã, uma equipe de agentes de trânsito esteve presente no local, fazendo a sinalização e orientação dos condutores sobre as rotas de desvios. O trabalho de manutenção foi realizado por equipe de sete servidores, com o auxílio de uma retroescavadeira e um caminhão.

“Esse é um tipo de trabalho que, caso não haja uma participação ativa da população, o seu resultado dificilmente será o alcançado. A cada limpeza encontramos todos os tipos de objetos descartados irregularmente e isso acaba comprometendo o bom funcionamento do sistema de drenagem. Durante o período chuvoso, damos uma atenção maior para as vias de grande fluxo como estas duas”, comentou o secretário Vanderlúcio Rodrigues.

Leia mais:  Misc recebe encontro Municipal de Mulheres Negras

De acordo com levantamento da Secretaria, Cuiabá possui mais de 4 mil bocas de lobos distribuídas pelas quatros regiões da cidade. Contando com duas equipes de manutenção e dois caminhões hidrojatos, a Pasta consegue executar uma média de 100 atendimentos, por mês, com diferentes tipos de intervenções. A expectativa é de que esse número seja ampliado em 2019, a partir da contratação de novos operários, por meio do processo seletivo que finaliza ainda neste mês.

“Temos um alto número de demanda dessa natureza e vimos a necessidade de aumentar o contingente de trabalhadores. Por isso, abrimos um processo seletivo, que resultará na admissão de pelo menos 210 servidores. Nossa ideia é montar novas equipes de manutenção e expandir o atendimento”, pontuou o secretário.

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Análise de proponentes ao Fundo Municipal de Cultura são abertas à sociedade

Publicado

por

Para dar mais transparência à seleção, os mais de 150 projetos proponentes ao edital do Fundo Municipal de Cultura terão a avaliação aberta à classe artística e toda sociedade em 2019. O processo, conduzido pelo Conselho Municipal de Cultura, teve início na quinta-feira (17), no Museu de Imagem e do Som de Cuiabá (MISC). Para este ano o aporte é de R$ 2,1 milhão, valor que supera em mais de três vezes os R$ 515 mil destinados ao setor em 2018.

O secretário de Cultura, Esporte e Turismo, Francisco Vuolo, destaca que a lisura no procedimento pôde ser observada desde as reuniões que definiram a aplicação dos recursos, realizadas com representantes da classe artística em outubro e novembro. Ele lembra que esta foi uma determinação do prefeito, Emanuel Pinheiro, com o propósito de democratizar o acesso aos recursos, escutando seus fomentadores desde o início do debate.

Outra novidade para este ano é que o trâmite também conta com a participação de técnicos convidados de cada um dos sete setores contemplados. “Nesta fase as pessoas podem apenas assistir ao trabalho. A análise fica a cargo dos conselheiros e técnicos exclusivamente. É uma maneira de dar transparência à avaliação, que também passa a ser mais objetiva”, diz Vuolo.

Leia mais:  Pinheiro cria fundo para o bem estar animal

De acordo com ele, cerca 60 projetos serão escolhidos ao longo do processo seletivo, que se estende até o dia 31. O número corresponde a quase o dobro de beneficiários em 2018, quando 31 proponentes foram escolhidos. Deste total, 24 projetos foram realizados e tiveram contas aprovadas. Outros seis estão em andamento e apenas um ainda não prestou contas.

O edital abrange os segmentos de artes visuais, audiovisual, cultura popular, folclore e artesanato, literatura e humanidades, música e patrimônio histórico. A cada um destes, será destinado o valor de R$ 300 mil, dividido entre projetos individuais e de cunho coletivo. “Para este segundo caso uma das prerrogativas previstas no documento é que a proposta atenda a programação para os 300 anos da Capital. Serão eventos e atividades que contarão nossa história por diferentes formas de expressão.”

Neste contexto é importante destacar o papel do Conselho Municipal de Cultura, que, além de fazer a avaliação, dará suporte e orientação aos proponentes ao longo da execução dos projetos.  É o que explica a conselheira Zilda Barradas. “Os projetos serão escolhidos imparcialmente, já que o método de pontuação não deixa espaço para subjetividade. Portanto, a medida em que os projetos descumpram critérios, eles perdem pontos.”

Leia mais:  Secretário Alex Vieira Passos lamenta o falecimento da professora Cleudimara da Silva

Estão aptos a participar do processo seletivo proponentes, pessoas físicas ou jurídicas sem fins lucrativos, com atuação cultural comprovada, residentes em Cuiabá, que tenham apresentado propostas a serem realizadas no exercício de 2019, na Capital. O edital prevê ainda que os concorrentes exerçam função diretiva: de produção, gestão ou concepção artística; e/ou de relevância artístico-cultural no projeto.

Depois do fim das avaliações os candidatos terão até o dia 7 de fevereiro para entrar com recursos. Os vencedores do trâmite serão anunciados no dia 10 de fevereiro. Mais informações sobre os horários dos encontros no Misc podem ser obtidas pelo número (65) 3617-1261, da Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana