conecte-se conosco


Esportes

Bélgica enfia 9 a 0 e garante vaga na Euro 2020; Holanda e Croácia também vencem

Publicado

Seleção da Bélgica fez 9 a 0 sobre San Marino arrow-options
Twitter / Perfil oficial

Seleção da Bélgica fez 9 a 0 sobre San Marino

Líder do grupo I das Eliminatórias da Eurocopa 2020 , a Bélgica garantiu vaga na próxima edição do torneio nesta quinta-feira, ao bater San Marino. Em casa, no Estádio Rei Baudouin, os belgas golearam a frágil seleção adversária por 9 a 0.

Leia também: Galvão Bueno corneta empate da seleção contra Senegal: “Fraquinho o futebol”

Lukaku, duas vezes, Chadli, Alderweireld, Tielemans, Benteke, Verschaeren, Castagne e Brolli (contra) marcaram os gols da equipe da Bélgica , que soma agora 21 pontos na chave.

Como esperado, o selecionado belga amassou San Marino durante toda a partida e marcou seis gols só na primeira etapa. Aos 28′, Lukaku recebeu passe na entrada da área, driblou a marcação e chutou resteiro no canto para abrir o placar. Três minutos depois, Chadli tabelou com o atacante da Inter e finalizou colocado, marcando o segundo dos belgas. Aos 34′, o goleiro de San Marino espalmou uma bola em cima do próprio companheiro, fez terceiro dos anfitriões.

Nos últimos cinco minutos da etapa inicial, a Bélgica conseguiu marcar mais três vezes. Aos 40′, Lukaku recebeu na entrada da área, driblou dois marcadores e chutou no canto para transformar o jogo em goleada. Dois minutos depois, Alderweireld aproveitou uma bola mal afastada e arrematou de fora da área, marcando o quinto. No minuto final do primeiro tempo, ainda deu tempo para o sexto gol. Hazard fez boa jogada pela direita e rolou para Tielemans, que estufou as redes.

Na segunda etapa o panorama foi o mesmo e a Bélgica manteve o ritmo. Contudo, diferente dos primeiros 45 minutos, só marcou duas vezes e fechou o placar em 8 a 0. Aos 34, Benteke recebeu na entrada da área e chutou no canto para marcar o sétimo. Cinco minutos depois, Verschaeren marcou o oitavo de pênalti. Nos acréscimos, ainda deu tempo de Castagne marcar o nono e encerrar a goleada.

Leia mais:  Neymar e Daniel Alves marcam golaços, mas PSG vacila e perde título nos pênaltis

Holanda leva susto, mas vence de virada

Com um jogo a menos nas Eliminatórias da Eurocopa, a Holanda entrou em campo nesta quinta-feira para enfrentar a seleção da Irlanda do Norte. Em confronto direto pela liderança do grupo C, os holandeses saíram atrás no placar, mas conseguiram a virada no fim da partida por 3 a 1. Depay, duas vezes; e Luuk de Jong marcaram para os anfitriões, enquanto Magennis fez para os visitantes.

Leia também: Alemanha e Argentina empatam por 2 a 2 em amistoso em Dortmund

Precisando da vitória, a Holanda dominou as ações no primeiro tempo e somou mais de 70% de posse de bola, mas pecou nas finalizações. Das oito tentativas do time de Ronald Koeman, apenas uma teve a direção do gol. Uma das chances mais claras ocorreu aos 25 minutos, quando Blind recebeu sozinho dentro da área, mas chutou na rede pelo lado de fora.

No segundo tempo, a Holanda seguiu em cima dos adversários, mas quem abriu o placar foi a Irlanda do Norte. Depois de várias chegadas dos anfitriões, os visitantes marcaram seu gol aos 30 minutos da etapa final. Dallas ganhou uma bola na linha de fundo e cruzou na cabeça de Magennis, que só empurrou para o fundo do gol. No entanto, a alegria dos norte-irlandeses durou apenas cinco minutos. Aos 35′, Depay empatou após assistência de Malen.

Leia mais:  Trajano manda indireta para desafeto e fala em “morte definitiva” da ESPN

Nos minutos finais, a Holanda pressionou em busca da virada e conseguiu marcar logo dois gols. Aos 45′, Luuk de Jong aproveitou um cruzamento da esquerda e precisou de dois toques na bola para empurrar para o gol. No último minuto de jogo, ainda deu tempo de Depay marcar o segundo gol dele após assistência de Frenkie De Jong. Com o resultado, os holandeses assumiram a ponta do grupo com 12 pontos, mesma pontuação da vice-líder Alemanha.

Croácia passeia em casa

A Croácia venceu a Hungria por 3 a 0 no Estádio Poljud, em Split, pelas Eliminatórias da Eurocopa. Luka Modric e Bruno Petkovic, duas vezes, marcaram para garantir a vitória para a vice-campeã mundial.

O time da casa pressionou desde o começo da partida. Logo aos 5 minutos, Modric roubou a bola do zagueiro e saiu cara a cara com o goleiro para abrir o placar. Bruno Petkovic resolveu a partida e marcou mais duas vezes para sacramentar a vitória ainda na primeira etapa.

O segundo tempo começou com a Croácia administrando a posse de bola com a vantagem no placar. Perisic ainda desperdiçou a chance de fazer o quarto gol ao não converter um pênalti.A Hungria ainda terminou com um jogador a menos quando Kleinheisler foi expulso.

Os croatas lideram o Grupo E com 13 pontos, enquanto que os húngaros perderam a segunda colocação para Eslováquia e estão em terceiro lugar com nove pontos.

A Croácia volta aos gramados contra País de Gales, no próximo domingo, às 15h45 (Brasília). No mesmo dia, a Hungria entra em campo mais cedo, às 13h, para enfrentar a seleção de Azerbaijão.

Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Fórmula 1 cancela GP Brasil este ano em Interlagos

Publicado

A Fórmula 1 cancelou hoje (24) o Grande Prêmio (GP) do Brasil que ocorreria em 15 de novembro. Será a primeira vez, desde 1973, que a corrida não será realizada no país. O anúncio feito nesta sexta-feira (24) por meio de nota oficial da  Fórmula One Management, organizadora do evento. 

Além do GP do Brasil no autódromo de Interlagos, também foram cortadas da temporada deste ano outras três provas: Canadá, Estados Unidos e México. As corridas estavam previstas para acontecer entre outubro e novembro, com exceção do GP do Canadá, que seriam em em junho.

O prefeito da cidade de São Paulo, Bruno Covas, comentou a decisão durante coletiva de imprensa sobre a situação da pandemia do novo coronavírus (covid-19), em São Paulo. Covas disse que a prefeitura vai respeitar a decisão dos organizadores da Fórmula 1. No entanto, ressaltou que a capital paulista, em novembro, estará em situação melhor do que nas cidades onde já ocorreram corridas este ano. Covas afirmou ainda que as tratativas pra renovação do contrato da Fórmula 1 em Interlagos no ano que vem continuam. O contrato termina este ano.

No início deste mês, o chefe da Mercedes, o austríaco Toto Wolff, já havia se pronunciado sobre a inviabilidade de realização do GP no país. Na ocasião, ele revelou o teor da conversa que teve com o diretor executivo da F1, o norte-americano Ross Brown, sobre o risco de realizar o GP no Brasil diante do descontrole da pandemia do novo coronavírus (covid-19) no país.

Leia mais:  Trajano manda indireta para desafeto e fala em “morte definitiva” da ESPN

Por meio de mensagem publicada o Twitter, os organizadores comentaram a decisão.

“Com a pandemia da COVID-19 em curso, significa que, infelizmente, não será possível competir no Brasil, EUA, México e Canadá este ano. Esperamos voltar na próxima temporada para as Américas para fazer um show para nossos fãs apaixonados da região.” e ainda completou em nota publicada no site – “Também queremos prestar homenagem aos nossos incríveis parceiros nas Américas e esperamos voltar com eles na próxima temporada, quando mais uma vez conseguirem emocionar milhões de fãs ao redor do mundo.”

Por meio de nota oficial, a  assessoria de comunicação da empresa Interpub, responsável pelo GP Brasil, disse: “Sobre as notícias divulgadas hoje, 24/07/2020, dando conta do cancelamento do GP Brasil de Fórmula 1 e das demais corridas das Américas, comunicamos que não recebemos até o presente momento nenhuma comunicação oficial da Federação Internacional de Automobilismo e, dessa forma, não poderemos nos manifestar”.

A Fórmula 1 deveria iniciar em março, mas teve de ser adiada por causa da explosão de casos de covid-19 pelo mundo. Ao todo, 15 provas já foram afetadas pela insegurança sanitária, sendo que sete delas (Austrália, Mônaco, França, Holanda, Azerbaijão, Cingapura, Japão, Brasil, Canadá, Estados Unidos e México) foram canceladas. Já outras quatro provas acabaram adiadas (Bahrein, Vietnã, China e Espanha).

Leia mais:  Rabiot é afastado novamente do PSG por noitada após eliminação na Champions

Por outro lado, mais três circuitos foram confirmados para a temporada 2020. Em Nürburgring (GP da Alemanha), acontecerá em 11 de outubro. Já o de Portimão (GP de Portugal) aparece como novidade. Ele foi agendado para 25 de outubro, e será a primeira vez que o Circuito Internacional de Algarve sediará uma corrida de F1. O país não recebia um evento de Campeonato Mundial da categoria desde 1996. Por fim, o de Ímola (GP da Emilia Romagna) está marcado para 1º de novembro, na Itália.

Com o calendário revisado devido à pandemia, os organizadores da Fórmula 1 reiteraram o objetivo de completar o Campeonato Mundial com a disputa de 15 a 18 provas. Inicialmente era previsto 22 circuitos. O encerramento da competição deverá acontecer em dezembro, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos.

Por Rafael Monteiro – Repórter da Rádio Nacional – Rio de Janeiro

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana