conecte-se conosco


Esportes

Barcelona ofereceu Malcom e R$ 237 milhões por Willian, mas Chelsea recusou

Publicado

O Barcelona ofereceu 50 milhões de libras (cerca de R$ 237,5 milhões) mais o brasileiro Malcom para tentar a contratação de outro brasileiro, o meia-atacante Willian, do Chelsea. O clube londrino não aceitou a oferta, no entanto, conforme informou o jornal inglês The Telegraph .

Leia também: Neymar ligou cinco vezes ao Barcelona pedindo para voltar ao clube, diz jornal


Barcelona ofereceu Malcom e R$ 237 milhões para tentar contratar Willian, mas Chelsea recusou
Divulgação/ChelseaFC

Barcelona ofereceu Malcom e R$ 237 milhões para tentar contratar Willian, mas Chelsea recusou

A publicação diz que, apesar de Willian já ter 30 anos e o vínculo com o Chelsea acabar daqui a 18 meses, os Blues creem que ele vale mais que o valor oferecido pelos representantes do Barcelona na última quinta-feira.

Leia também: Polícia dos EUA pede DNA de Cristiano Ronaldo para investigar caso de estupro

Esta não é a primeira vez que o clube catalão tenta tirar o brasileiro de Londres. Na última janela houve conversas, mas eles desistiram após os valores pedidos pelo Chelsea . Desta forma, contrataram Malcom junto ao Bourdeaux por 38 milhões de libras (R$ 181 milhões atualmente).

Leia mais:  Brasileiro Hugo Calderano é indicado a melhor do mundo no tênis de mesa

Malcom teria sido envolvido na negociação porque não vem sendo utilizado pelo técnico Ernesto Valverde nos principais jogos do Barcelona e apenas em partidas de menor expressão, como da Copa do Rei. Ele, por exemplo, foi titular na derrota desta quinta-feira por 2 a 1 para o Levante, pelas oitavas de final do torneio.

Leia também: Uefa libera time da Liga dos Campeões 2018 com Messi e domínio do Real Madrid

Além dos valores, o Chelsea também reluta em negociar Willian porque o considera peça-chave em seu elenco e o desejo é fortalecer e não perder jogadores titulares. Ainda mais que o jovem Callum Hudson-Odoi, meia de 18 anos, tem tudo para sair rumo ao Bayern de Munique.

Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Sampaoli diz que não sabia dos problemas financeiros do Santos e exige reforços

Publicado

por


Sampaoli comandou o Santos pela primeira vez no último domingo (13), em empate por 1 a 1 contra o Corinthians
Reprodução / Santos FC

Sampaoli comandou o Santos pela primeira vez no último domingo (13), em empate por 1 a 1 contra o Corinthians

O técnico Jorge Sampaoli concedeu uma entrevista coletiva nesta sexta-feira (18), dia que antecede a estreia do Santos no Campeonato Paulista e foi sincero ao responder sobre os principais assuntos envolvendo o time, como a falta de dinheiro para trazer reforços, a saída de Bruno Henrique e também sobre o goleiro Vanderlei.

Leia também: Sampaoli confirma busca por goleiro e Vanderlei admite: “Chateado”

Sampaoli falou sobre suas expectativas ao assumir o Santos , afirmou que tinha ciência da saída de jogadores importantes, mas que não sabia que a situação financeira do clube era tão complicada, e espera que as promessas feitas pela diretoria sejam cumpridas.

“Se estava inteirado da situação financeira, a verdade é que não. Tinha claro que viria com a chance de assumir um clube grande, que vai brigar por muitas coisas no ano, que teríamos um time competitivo, apesar das saídas de Gabigol e Rodrygo (para o Real Madrid. Sempre se falou da possível venda de Bruno Henrique”, disse.

Leia mais:  Manchester City quebra invencibilidade do Liverpool e diminui vantagem na ponta

“O time que terminou em décimo em 2018 (no Campeonato Brasileiro), sabendo das saídas e de um novo estilo de treinador, teria que ser reforçado. Isso foi conversado com a direção. Estamos esperando que aconteça. Eu vim para cá fazer um time forte, tenho ilusão que aconteça”, continuou.

Leia também: Multa de €50 milhões! Joia da base, Kaio Jorge assina 1º contrato com o Santos

Sobre a possível saída de Bruno Henrique para o Flamengo, o treinador argentino não revelou o que sabe sobre a negociação, mas lamentou o poder de influência que o dinheiro tem no futebol nos dias atuais.

“Não posso falar sobre conversas entre dirigentes. Não sei o que se passa. Falo com jogadores. Bruno Henrique está contente com a forma de jogo, com o Santos, se encaixa bem, mas tem possibilidades que tem a ver com interesses. Hoje, os interesses econômicos estão acima do futebol, os interesses dos empresários. Tudo muda de um dia para o outro. É muito dinheiro mexendo com a cabeça dos garotos. O dinheiro está acima, e nós abaixo”.

Leia mais:  Palmeiras empata com Paraná e bate recorde de invencibilidade no Brasileirão

Outro assunto que não sai do noticiário santista é a procura do clube por um outro goleiro, que tenha mais habilidade com os pés do que Vanderlei, apesar disse, o técnico elogiou o jogador e o colocou como titular.

Leia também: Ex-Santos, Flamengo e seleção brasileira, Narciso relembra como venceu o câncer

“Estou muito animado com o que Vanderlei pode oferecer, porque nos assegura um goleiro que evita gols rivais. Estamos trabalhando para que ele melhore com os pés.Vanderlei tem todas as chances de ser titular. Temos que somar coisas a seu jogo. Não vejo ele não sendo titular hoje, depois, durante o ano, dependendo de desempenho, concorrência com outro goleiro, aí veremos”, concluiu Sampaoli .

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana