conecte-se conosco


Polícia

Bandidos aproveitam noite de Natal para furtar joias de ouro

Publicado

Policiais militares prenderam no sábado (26), um homem por furto. Na ação, foi recuperado um caixa com várias joias de ouro.

A vítima, uma senhora, procurou os policiais no Núcleo de Itaquere informando que chegou à sua casa e a encontrou arrombada. O crime teria acontecido na noite do Natal quando não tinha ninguém no imóvel. Os criminosos desligaram o padrão de energia e entraram pela janela da cozinha que estava aberta.

Ela sentiu falta de uma caixa com várias peças de joias sendo quatro anéis, duas alianças, três pulseira, uma tornozeleira, um brinco, um crucifixo, um pingente  e uma corrente.

Em conversa com moradores, os policiais descobriram que dois homens seriam os responsáveis pelo crime.  Horas depois um deles foi identificado e abordado. Questionado sobre o furto, alegou que teria ficado do lado de fora, enquanto o comparsa entrou na residência.

 

Ele contou que a caixa com as joias estava enterrada em um terreno próximo de onde estava morando. No local, a informação foi confirmada. O segundo suspeito não foi localizado.

Leia mais:  Polícia Civil apreende adolescente com 7 quilos de maconha em Cuiabá

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Delegados de Mato Grosso ganham o maior salário do Brasil

Publicado

Um levantamento realizado pelo Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (Sindpesp) mostrou que os delegados de Mato Grosso são os que ganham o maior salário da categoria no país. O salário mensal de um delegado da Polícia Civil no estado é de R$ 24,5 mil.

Enquanto o salário dos delegados de Mato Grosso é o maior do país, o vencimento de escrivães e investigadores – as outras carreiras da Polícia Civil-, está bem longe do primeiro lugar.

Para os escrivães, profissionais responsáveis pelo registro de ocorrências e pela documentação das investigações, o salário é de R$ 5,5 mil, o 11º no ranking brasileiro.

Já para os investigadores, policiais que coletam provas sobre os crimes, localizam e interrogam suspeitos e mantém a segurança dos locais de investigação, o vencimento inicial é de R$ 5,5 mil, o 9º maior na comparação com o mesmo cargo em outros estados.

Dados da Polícia Civil mostram que no quarto trimestre de 2020 havia 400 cargos para delegados, porém, 158 estavam vagos. Já para escrivão de polícia, são 1,2 mil vagas, mas só 2.056 ocupados. E para investigador são 4 mil vagas, com 1.944 cargos vagos.

Leia mais:  Polícia Civil apreende adolescente com 7 quilos de maconha em Cuiabá

Por ser uma carreira típica de Estado, ou seja, que não podem ser substituída por profissional contratado, os cargos da Polícia Civil só podem ser ocupados através de concurso público. No entanto, para conseguir benefícios com o governo federal durante a crise, o Estado se comprometeu a não criar novos gastos até 2022, o que incluem os concursos.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana