conecte-se conosco


Cidades

Banda marcial de escola da rede municipal leva primeiro lugar em várias categorias da 4ª Copa Nacional do Pantanal

Publicado

A Banda Marcial da Escola Municipal de Educação Básica (EMEB) Prof. Ranulpho Paes de Barros foi premiada durante a 4º Copa Nacional do Pantanal de Bandas e Fanfarras, realizada em Cuiabá entre os dias 14 e 15 de outubro, no ginásio do Complexo Esportivo Dom Aquino. O grupo ficou com os títulos de 1º lugar nas categorias Geral Sopros, Corpo Musical, Pavilhão e Baliza e com o segundo lugar nas categorias Corpo Coreográfico e Regente.

A banda é composta por 70 jovens de 07 a 17 anos de idade, estudantes da escola, da comunidade, e também das EMEB’s Maria Eunice e Tancredo de Almeida Neves. Os jovens participam do Projeto Interdisciplinar de Arte, o Prinart, desenvolvido com o objetivo de utilizar a arte para incentivar o estudo e a permanência na escola, além de fomentar novos talentos.

A banda marcial foi formada em 2011 com o objetivo de oportunizar aos jovens do bairro Santa Izabel a participação em uma atividade que daria a eles a chance de aprender novos valores, objetivos e perspectivas, numa realidade totalmente adversa com altos índices de criminalidade e delinquência juvenil.

Leia mais:  Órgão previdenciário do Amapa se inspira em gestão do Cuiabá-Prev

“A ideia do projeto é utilizar a música como instrumento de educação e socialização, aproveitando o tempo ocioso dos jovens para a prática instrumental, possibilitando o desenvolvimento intelectual e cultural de forma criativa, com base nos pressupostos de transformação, autonomia e dialogicidade”, explicou o coordenador geral da banda, regente e professor de teoria musical e instrumentos de sopro, maestro Francisval Costa.

Segundo Francisval o trabalho começou de forma tímida, com poucos alunos que não tinham ideia da dimensão das propostas que viriam e fariam o grupo se tornar a grande banda que é hoje. No início, a escola começou a adquirir aos poucos, alguns instrumentos usados, outros foram emprestados para ensinar os alunos.

Hoje a banda marcial participa de grandes eventos e concursos e tem se destacado como uma das melhores do estado e fora dele, sendo premiada no Concurso de Bandas e Fanfarras da Cidade de Guarujá (SP) em 2012, São Luiz (MA) em 2013, Sorriso (MT) também em 2013, 2015, 2016 e 2017 e em Cuiabá, de 2012 a 2016.

Entre os eventos que participa estão desfiles cívicos de 7 de setembro e abertura de grandes eventos municipais e Estadual nas cidades de Tangará da Serra, Campo Verde, Nobres, Nossa Senhora do Livramento, Distrito de Nossa Senhora da Guia, Primavera do Leste, Sorriso, Jaciara e 
Cuiabá.

Leia mais:  Hospitais privados chegam no limite e taxa de ocupação e de 97%

Além do maestro, também participam voluntariamente da formação dos alunos os professores de percussão, Lucas Michel, a professora de coreografia Maria Grasiella e a professora de baliza, Emily Canabarro.

 

O evento

A 4º Copa Nacional do Pantanal de Bandas e Fanfarras contou com a participação de 85 grupos inscritos de Mato Grosso, e dos estados de Rondônia, Acre e Mato Grosso do Sul.

O evento foi criado para incentivar a cultura musical entre os jovens e como um espaço de intercâmbio estudantil entre os alunos da rede pública e privada. O evento é realizado pela Sociedade Musical Mestre Inácio.

A 4ª Copa Nacional do Pantanal de Bandas e Fanfarras tem apoio cultural da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Turismo de Cuiabá.

 

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Mato Grosso registra 43 mortes em 24h; UTIs continuam lotadas

Publicado

Taxa de ocupação está em 97% para UTIs adulto e em 59% para enfermarias

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta sábado (10.04), 328.805 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 8.530 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado. Foram 43 mortes apenas nas últimas 24 horas.

Foram notificadas 1.356 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 328.805 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 12.804 estão em isolamento domiciliar e 305.369 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 518 internações em UTIs públicas e 513 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 97,92% para UTIs adulto e em 59% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (70.086), Rondonópolis (24.674), Várzea Grande (21.290), Sinop (16.565), Sorriso (12.044), Tangará da Serra (11.179), Lucas do Rio Verde (10.796), Primavera do Leste (9.553), Cáceres (7.114) e Alta Floresta (6.392).

Leia mais:  Prefeitura resgata memória cuiabana com obras de restauração de patrimônios históricos

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 293.671 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 1.515 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na sexta-feira (09), o Governo Federal confirmou o total de 13.373.174 casos da Covid-19 no Brasil e 348.718 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 13.279.857 casos da Covid-19 no Brasil e 345.025 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados deste sábado (10).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança.

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

Leia mais:  Alunos de CMEI valorizam a cultura em homenagem aos 300 anos de Cuiabá

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana