conecte-se conosco


Mato Grosso

Bairro Integrado fecha ano com aprovação nas escolas

Publicado

O projeto Bairro Integrado encerrou as atividades em 2018 com uma edição na Escola Estadual Leovegildo de Melo, no CPA 3, nesta sexta-feira (30.11). Cerca de mil alunos participaram das palestras e atividades interativas realizadas pela Secretaria de Estado de Segurança (Sesp) e instituições parcerias. Com mais de seis mil estudantes atendidos neste ano, o projeto levou noções de cidadania, combate à violência e segurança no trânsito para escolas em áreas de vulnerabilidade social.

A integração entre as forças de segurança, a escola e as famílias é um dos pilares do projeto, que tem entre os objetivos estimular os bons exemplos junto às crianças e adolescentes, além de reafirmar a autoridade dos professores e funcionários das escolas. “Acreditamos que a educação transforma o mundo, mas que os professores precisam de ajuda para que essa transformação aconteça”, afirma o secretário de Estado de Segurança, Gustavo Garcia.

Nas cinco escolas que participaram do primeiro ano do projeto, a aprovação das atividades foi unânime, com pedidos para que em 2019 a ação permaneça. “Nós já fazemos um trabalho com os alunos para evitar a entrada no mundo das drogas e a gravidez precoce, mas quanto mais parcerias tivermos nesse sentido, melhor. Queremos no próximo ano o Bairro Integrado de novo na nossa escola, porque é um projeto muito bom para todos”, afirma a coordenadora da Escola Estadual Leovegildo de Melo, Antônia Dias das Neves.

Leia mais:  Seis pessoas são presas e um menor apreendido por tráfico de drogas

Professora de Língua Portuguesa na escola que recebeu o projeto nesta sexta-feira, Noeli de Souza acredita que esse trabalho conjunto trará bons frutos. “Estávamos precisando desse tipo de ação e dá para ver o interesse dos alunos nas carreiras da segurança. Precisamos mostrar que a polícia está aqui para nos ajudar e que é um exemplo que os alunos podem se inspirar. É uma parceria que precisamos sempre e espero que ano que vem volte a nos atender”.

Para Gustavo Garcia, a resposta positiva ao projeto é um demonstrativo de que este é o caminho a ser seguido, pois a Sesp deve atuar não apenas na repressão, mas também na prevenção da entrada das crianças no mundo do crime. “A escola é uma referência positiva, mas sozinha não consegue mudar a realidade. E por isso é necessária essa aproximação das forças da Segurança Pública com a comunidade. Nos sentimos muito honrados quando alguém que participa do Bairro Integrado elogia o nosso trabalho, porque defendemos as pessoas por amor e receber esse reconhecimento é uma forma de valorização”.

Leia mais:  Coordenação se reúne com municípios que serão atendidos pela 7ª edição da Caravana

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Servidor é preso por roubar pneus novos utilizados em caminhões e retroescavadeiras

Publicado

Foram desviados pelo menos 12 pneus novos utilizados em caminhões e retroescavadeiras, causando um prejuízo de aproximadamente R$ 35 mil.

Um servidor público suspeito de desviar pneus de veículos da prefeitura de Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá, prestou esclarecimentos na delegacia do município. Segundo a Polícia Civil, ele deve responder pelo crime de peculato.

As investigações começaram no dia 22 de março, quando o prefeito Adilson Gonçalves de Macedo registrou um boletim de ocorrência denunciando o suposto desvio.

O delegado Wilyney Santana Borges disse que várias buscas foram realizadas, até que o suspeito acabou confessando o crime. Em depoimento, ele contou que os pneus foram repassados para um comerciante como parte do pagamento na aquisição de um carro dele de luxo.

Os pneus desviados eram de veículos da Secretaria Municipal de Urbanismo.

De acordo com a polícia, nas investigações, foi apurado que pneus adquiridos para serem utilizados nas automóveis da secretaria foram desviados nos meses de novembro e dezembro de 2020, por um servidor  que exercia funções no setor de frotas da Secretaria Municipal do Meio Ambiente.

Leia mais:  Coordenação se reúne com municípios que serão atendidos pela 7ª edição da Caravana

Segundo o delegado, os indícios apontados no inquérito indicam que foi possível constatar o desvio de pelo menos 12 pneus novos utilizados em caminhões e retroescavadeiras, causando um prejuízo de aproximadamente R$ 35 mil.

A Polícia Civil informou que o investigado pela venda dos pneus deverá responder ação penal pelo crime de peculato, vez que na época dos desvios, exercia o cargo de funcionário público. Já o comerciante que recebeu os pneus desviados, em troca de pagamento, responderá pelo crime de receptação.

A delegacia de Barra do Garças continua as investigações para saber se havia a conivência ou participação de outros servidores municipais, envolvidos no caso dos pneus desviados.

Por G1 MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana