conecte-se conosco


Política

Avallone visita laboratório de controle biológico de pragas nas lavouras

Publicado

Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT

Com objetivo de aperfeiçoar a legislação estadual que regula a comercialização e fiscalização do uso de defensivos agrícolas nas lavouras de Mato Grosso, o deputado estadual Carlos Avallone (PSDB) visitou o laboratório biológico do Grupo Scheffer no município de Sapezal.

Segundo parlamentar, o uso crescente de defensivos nas plantações é alvo de críticas de vários segmentos da sociedade que ainda atribuem aos produtos o aumento dos casos de câncer e até de autismo no mundo.

Avallone destacou que o setor produtivo do estado não ignora as consequências negativas do uso de defensivos e vem trabalhando para desenvolver e ampliar o controle biológico.

“No caso do Grupo Scheffer, eles me informaram que a aplicação dos defensivos caiu 70% nas plantações, gerando uma economia de 30%. A produção deste laboratório biológico ajuda no controle de pragas na plantação de aproximadamente 65 mil hectares”, explicou.

Para o deputado, esse investimento no controle biológico que o grupo vem fazendo mostra que o produtor procura alternativas, buscando a preservação da saúde e do meio ambiente.

Leia mais:  Em congresso estadual de vereadores, vice-presidente da AL palestra sobre o uso das redes sociais nas candidaturas

“Certamente este é o caminho para Mato Grosso, reduzir o uso de defensivos, sendo que o estado é o que mais usa em plantações. Estas iniciativas resultam em efeitos concretos no meio ambiente e nas pessoas”, destacou.

Avallone, que faz parte da Comissão do Meio Ambiente da Assembleia Legislativa, afirmou que vai agendar uma visita ao laboratório em Sapezal com os demais parlamentares para que conheçam de perto o trabalho eficiente de desenvolvimento de controles biológicos.

Comentários Facebook
publicidade

Política

Davi anuncia para esta quarta instalação da comissão mista da reforma tributária

Publicado

por

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, anunciou que a comissão mista da reforma tributária será instalada nesta quarta-feira (19). A declaração foi dada a jornalistas logo após ele ter recebido o governador de São Paulo, João Doria, na residência oficial do Senado. Segundo Davi, os 50 membros já foram indicados pelos líderes partidários. Serão 25 senadores e 25 deputados que, segundo o presidente, ajudarão na consolidação de um texto comum.

— Naturalmente, a construção de uma matéria tão importante, aguardada há décadas, tem vários atores envolvidos. Os estados, com legitimidade, têm se posicionado em relação a alguns pontos da reforma. Mas todos aqueles governadores com quem tenho conversado são favoráveis, porque a reforma desburocratiza a vida das pessoas.

A comissão especial servirá para debater os textos que tramitam na Câmara PEC 45/2019, no Senado PEC 110/2019 e o a ser enviado pelo governo, com vistas à definição de um projeto de conciliação. Assim como Davi, João Doria também destacou a importância de buscar um acordo sobre a matéria, mas disse que deverá haver uma posição conjunta dos estados sobre o assunto.

Leia mais:  Em congresso estadual de vereadores, vice-presidente da AL palestra sobre o uso das redes sociais nas candidaturas

— Minha posição coincide com a do presidente Davi Alcolumbre: é conciliar todos os textos, buscando a melhor alternativa, e com diálogo. A intenção é estabelecer pontos em comum para este debate. Não é uma visão de São Paulo, mas do Brasil. E o Fórum de Governadores contribuiu nesse sentido — avaliou.

Fonte: Agência Senado

Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana