conecte-se conosco


Política

Avallone percorre mais de 400 km para visitar 10 municípios em MT

Publicado

Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

Em uma caravana que durou quatro dias o deputado estadual Carlos Avallone (PSDB) percorreu mais de 400 quilômetros visitando 10 municípios da região oeste para conhecer melhor as demandas da população. O parlamentar se reuniu com prefeitos, vereadores, secretários e lideranças comunitárias de Cáceres, Curvelândia, Rio Branco, Mirassol D’Oeste, São José dos Quatro Marcos, Araputanga, Indiavaí, Figueirópolis D’Oeste, Jauru e Vale do São Domingos.

Avallone destacou a importância da presença nesses municípios mais afastados da capital, porque muitas vezes os serviços públicos não chegam com grande eficiência nesses locais.

“Quando estamos nesses municípios atualizamos informações e conhecemos de perto esses problemas muitas vezes na saúde, infraestrutura e educação que a população sofre diariamente. Com isso, podemos levar essas demandas para Cuiabá com objetivo de resolvê-las”, disse.

Exemplo disso, o deputado lembra que quando visitou São José dos Quatro Marcos, acabou se reunindo com o prefeito Professor Ronaldo que explicou que decretou situação de emergência na cidade pela falta de abastecimento de água na cidade.

Leia mais:  Garis recebem medalha de reconhecimento ao trabalho prestado na 2ª corrida do Legislativo

Em Jauru, Avallone se reuniu com o prefeito Pedro Ferreira, com o vice-prefeito Valdir Garcia e a secretária de Assistência Social Cidinha. Além disso, o deputado participou da aula de encerramento de cursos profissionalizantes para jovens.

“Esse tipo de curso é essencial para a inserção no mercado de trabalho dos jovens que muitas vezes pela falta de experiência profissional não consegue uma oportunidade de trabalho”, comentou.

Sobre isso, o deputado lembrou que a Assembleia Legislativa de Mato Grosso por meio da Assembleia Social vai promover o projeto Sala da Mulher em outubro deste ano em Jauru. A população vai ganhar cuidados com a beleza, orientações em saúde, terapias integrativas entre outros serviços.

Já em Rio Branco, em uma reunião com o presidente da Câmara Municipal, o Luiz Carlos, Avallone recebeu a reinvindicação dos vereadores para tentar evitar o fechamento da Cadeia Pública do município. “Ouvi as demandas desses parlamentares e, chegando em Cuiabá vou marcar uma reunião com o secretário Estadual de Segurança Pública, Alexandre Bustamente para buscar a melhor solução”, destacou.

Leia mais:  Conselho de Ética do Senado é instalado

Por fim, Avallone destacou o encontro com o prefeito de Cáceres Francis Maris, onde debateu a possiblidade de ajuda ao município por meio de emenda parlamentar.

“Minha assessoria técnica já está trabalhando na produção das minhas emendas parlamentares que está em torno de R$ 5 milhões. Vamos tentar ajudar os municípios mais carentes”, falou.

Fonte: ALMT
Comentários Facebook
publicidade

Política

Congresso pode votar proposta de Orçamento na próxima semana

Publicado

por

O Congresso Nacional pode votar, na próxima terça-feira (17), a proposta orçamentária para 2020. A sessão para a votação do Projeto de Lei do Congresso Nacional (PLN) 22/19 está marcada para as 14h30. Antes da análise por deputados e senadores no plenário, a Comissão Mista de Orçamento (CMO) vota o relatório final da proposta às 11h.

O parecer preliminar apresentado pelo relator-geral do Orçamento, deputado Domingos Neto (PSD-CE), modificou parâmetros que serviram para as projeções de receitas e despesas e também incorporou efeitos de propostas ao texto original do Orçamento enviado pelo governo.

Segundo relatório preliminar aprovado pela Comissão, o texto prevê o total de R$ 3,6 trilhões para as projeções de receita e de despesa. Desse total, R$ 3,5 trilhões são dos orçamentos fiscal e de seguridade social, dos quais R$ 917,1 bilhões referem-se ao refinanciamento da dívida pública.

O relatório diz que o salário mínimo, em janeiro de 2020, passará dos atuais R$ 998 para cerca de R$ 1.031. O valor está abaixo dos R$ 1.039 inicialmente previsto.

Leia mais:  Representantes do Lions Clube recebem títulos de cidadão mato-grossense

Em 2020, a meta fiscal para o resultado primário do governo central (Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central) corresponderá a um déficit de R$ 124,1 bilhões.

Para 2020, a proposta orçamentária prevê ainda um crescimento real do Produto Interno Bruto (PIB) de 2,32%, pouco acima da expectativa do mercado (2,20%). A inflação prevista para o próximo ano, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), é de 3,53%.

Durante a votação, o colegiado rejeitou oito dos nove destaques apresentados ao texto. O único destaque aprovado elevou o fundo eleitoral de 2020 de R$ 2 bilhões para R$ 3,8 bilhões.

Edição: Denise Griesinger

Fonte: EBC Política
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana