conecte-se conosco


Política

Audiência discute gestão do Novo Pronto Socorro de Cuiabá

Publicado

Foi discutida em audiência pública requerida pelo vereador Diego Guimarães (Progressistas) a gestão do Novo Pronto Socorro de Cuiabá. De acordo com a proposta da prefeitura, com a inauguração do novo hospital prevista para dezembro deste ano, a Empresa Cuiabana de Saúde Pública passaria a ser responsável pela administração da unidade. A sugestão, porém, é repudiada por profissionais da saúde.
Reinaldo Mota que é coordenador do Fórum Permanente da Saúde afirma que mesmo anunciando ser pública, a empresa seria privada.&nbsp “Queremos mostrar é que o modelo público 100% SUS funciona. No entanto a muitas gestões não tem sido feito porque faltam concursos públicos e o real alocamento para sua devida função”, disse o representante.
Hoje a empresa já é responsável pelo Hospital São Benedito, inclusive pela contratação dos profissionais. O vereador Diego Guimarães explica que a nova unidade de saúde não pode ser gerida como uma empresa.
“Sou favorável que a gestão da saúde publica seja feita diretamente pela secretaria de saúde e não pela Empresa Cuiabana. Não queremos uma terceirização da saúde que vai gerar uma precarização da mão de obra, contratação feita por indicações políticas, sem concurso e sem processo seletivo”, ressaltou o parlamentar.
A proposta com o modelo de gestão precisa ser aprovada pelo Conselho Municipal de Saúde para ser colocada em prática. No entanto, os conselheiros criticaram a iniciativa, pois temem uma “terceirização” do hospital. Os conselheiros alegaram que não houve sequer uma apresentação do modelo de gestão, uma vez que a Secretaria de Saúde estabeleceu que somente após a aprovação da Empresa Cuiabana de Saúde é que esta irá apresentar um plano diretor para gerir o pronto-socorro.
Ao final da audiência foi deliberado que a prefeitura apresente um plano de gestão do Novo Pronto Socorro em uma segunda audiência que deve ser realizada nas próximas semanas. Também será encaminhado um requerimento assinado pelas instituições de defesa dos profissionais da saúde, para que a prefeitura realize um concurso público suprir as vagas da nova unidade.&nbsp Além disso, foi solicitado que os funcionários do atual pronto socorro sejam remanejados para o novo conforme a demanda.
Nenhum representante da prefeitura compareceu na audiência e o vereador encaminhou uma cópia da reunião para o prefeito Emanuel Pinheiro, para o Ministério Público Estadual (MPE) e Ministério Público Federal (MPF) para que tomem conhecimento do que foi discutido. “Diante do total desrespeito da prefeitura também apresentaremos uma moção de repúdio ao prefeito e ao secretário de saúde Huark Douglas”.

Leia mais:  Dilmar Dal Bosco pede dispensa de pauta para acelerar projeto sobre esportes com animais

Imprimir Voltar Compartilhar:  

Comentários Facebook
publicidade

Política

CST da Juventude é instalada pela Assembleia

Publicado


Foto: Ronaldo Mazza

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso instalou na tarde desta segunda-feira (6) a Câmara Setorial Temática (CST) da Juventude. Participaram da reunião os deputados Lúdio Cabral (PT) e Wilson Santos (PSDB), autores do requerimento de criação da CST, além de membros da nova câmara temática, entre eles representantes de partidos, secretarias de estado, conselhos estaduais e outras organizações.

“O objetivo da CST é discutir, avaliar, acompanhar e fomentar políticas públicas para juventudes do estado de Mato Grosso”, resumiu Lúdio Cabral. A presidência será exercida por Daniel Vitor Pereira de Abreu, que também é presidente do Conselho Estadual da Juventude. “É um momento muito importante para nós. A juventude precisa de espaços institucionais. Queremos ampliar o diálogo e ser um instrumento que chegue a toda a juventude, inclusive a grupos como povos indígenas, ciganos, jovens do interior”, destacou Daniel de Abreu.

“Fazemos parte de um segmento que está sempre lutando por direitos. Historicamente, os jovens fazem a diferença na sociedade brasileira. Para a instalação da Assembleia Constituinte, em 1986 jovens como nós fomos às ruas, mobilizamos caravanas. Em 1992, nós voltamos às ruas pelo impeachment do ex-presidente [Fernando] Collor e ficamos conhecidos mundialmente como caras pintadas”, ressaltou o relator da comissão, Gabriel Guilherme Oliveira Veloso.

Leia mais:  Hospitais Filantrópicos vão receber os recursos do antigo Feef

Membros da CST também se manifestaram e introduziram pautas importantes para a juventude, como assistência estudantil, educação no campo e mortalidade de jovens negros. “O fechamento de escolas do campo é um cerceamento do direito à educação”, protestou Amanda Souza, da União Estadual dos Estudantes. “A juventude negra morre mais e também tem dificuldade de acesso à saúde, saneamento básico, internet”, disse Manoel Francisco da Silva Junior, do Centro Nacional da Cidadania Negra. 

O representante da Secretaria Estadual de Saúde, Aparecido Cavalcante, ainda argumentou que o estado precisa realizar novos concursos para dar emprego e renda para os jovens, que podem contribuir para Mato Grosso dentro dos órgãos públicos. O presidente da CST também defendeu a importância da criação de um plano estadual da juventude. “Vários estados vem revolucionando e aprovando seus planos da juventude”, lembra Daniel de Abreu. Ele disse ter como objetivo a elaboração de um plano que contempla jovens de todos os grupos, que possa ser aprovado pela Assembleia Legislativa após muita discussão com diferentes segmentos.

Leia mais:  Três audiências públicas, CPIs e sessão especial em homenagem a Cuiabá movimentam a semana na ALMT

Já o deputado Wilson Santos falou sobre a necessidade de o estado oferecer educação de qualidade para a juventude de Mato Grosso. O parlamentar lembrou que a educação básica é fundamental para o acesso à universidade. O cronograma de trabalho aprovado durante a reunião de instalação da CST da Juventude prevê a realização de 11 reuniões entre fevereiro e o fim do julho de 2022. A câmara temática tem o prazo de 180 dias para ser concluída e pode ser prorrogada pelo mesmo período.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana