conecte-se conosco


Cidades

Atuação da Prefeitura garante melhoria em estruturas do bairro Campo Velho

Publicado

Mais dois espaço de lazer foram entregues à população nessa quarta-feira (05). Desta vez, os principais beneficiados com a atuação da Prefeitura de Cuiabá foram os moradores do bairro Campo Velho, situado na região Leste da Capital. Como parte do conjunto de ações de melhorias realizadas para centenas de comunidades, O Município levou para o bairro a execução dos trabalhos de climatização do centro comunitário e a completa revitalização da praça pública.

Os avanços, que garantem mais conforto e segurança aos cidadãos durante o usufruto das áreas, são resultados de uma atuação integrada entre as secretarias municipal de Serviços Urbanos, Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano e também de Planejamento, que exerceu um importante papel na busca dos recursos para a execução das obras. O trabalho em conjunto, assegurou que os dois espaços passassem por um verdadeiro processo de transformação visual e estrutural.

Em parceria com o Legislativo, por meio da aplicação de emenda parlamentar do vereador Wilson Kero Kero e de recursos da Fonte 100 da Prefeitura, foi investido aproximadamente R$ 140 mil. O emprego do valor possibilitou que no centro comunitário fossem instalados quatro aparelho de ares-condicionados e um transformador, garantindo a estabilidade elétrica do local. Já a praça pública recebeu uma nova iluminação, pintura, jardinagem e paisagismo, calçamento e colocação de aparelhos de ginástica.

Leia mais:  Jovens participantes de projeto da Fundação André e Lucia Maggi visitam a Matriz da AMAGGI

“Estamos trabalhando diariamente para que nosso conceito de qualidade de vida e de humanização seja desfrutado por toda a população cuiabana, principalmente aqueles que residem em bairros mais distantes da região central. A climatização do centro comunitário e revitalização da praça é mais um resultado desse nosso empenho. Com ações que são vistas por alguns como simples estamos fomentando a convivência social e o lazer entre amigos e familiares. Tenho a certeza que isso contribui diretamente para a melhoria da saúde e da autoestima de cada cidadão que tem a oportunidade de aproveitar desses espaços”, destacou o prefeito Emanuel Pinheiro.

Para a presidente da Associação de Moradores do Campo Velho, Morgania Souza dos Santos, a intervenção da Prefeitura nas estruturas deve impulsionar a utilização dos espaços com maior frequência. Segundo ela, as reformulações da praça e do centro comunitário são vistas, pelos habitantes da região, como um sonho que se tornou realidade, principalmente pela sensibilidade e atuação do prefeito Emanuel Pinheiro, que acelerou o processo em benefício da população.

Leia mais:  Natal Sem Fome abre doações com 3 mil cestas básicas

“Esse é um sonho que buscamos há muitos anos. Cuiabá é uma cidade extremamente calorenta e o ar-condicionado passou a ser uma grande necessidade. Todas as quartas-feiras mais de 80 pessoas se reúnem no centro comunitário para se confraternizar e vimos que, quando a temperatura estava muito elevada, ocorria uma grande escassez de público. Quanto à praça, também gostamos muito do que foi feito. O local já estava com sua estrutura comprometida e essa revitalização irá trazer de volta as crianças e motiva às famílias utilizarem a área”, pontuou a presidente.

Participaram do ato de inauguração os secretários municipais de Serviços Urbanos, José Roberto Stopa, de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano, Juares Samaniego, e de Planejamento, Zito Adrien. Também estiveram presentes os adjuntos de Desenvolvimento Urbano, Danilo Zanetti, de Relações Comunitárias, Jonail da Costa, de Governo e Relações Institucionais, Lincoln Sardinha Costa, além do ex-prefeito Roberto França, dos vereadores Wilson Kero Kero e Vinícius Hugueney, e lideranças comunitárias de Cuiabá.

 

 

 

 

 

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Produtores debatem alternativas para comercialização durante seminário

Publicado

por

Em busca de soluções para a produção e comercialização de Frutas, Verduras e Legumes (FLV), mais de 200 produtores rurais se reuniram no 3º Seminário de Agricultura Familiar de Cuiabá, na última sexta-feira (7). Na pauta dos especialistas, alterações mercadológicas e acesso a programas governamentais, chamaram a atenção dos trabalhadores, que, com auxílio da Secretaria de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, vêm ampliando suas atuações.

Promovido pela Pasta, em parceria com entidades de pesquisa, o encontro está em consonância com as principais demandas do setor, acompanhando seus processos de inclusão e transformação.

É o que explica a presidente da Associação de Agricultores Familiares da Comunidade São Gerônimo, Rosineide Belarmino dos Santos. À frente do grupo desde 2011, ela lembra que não havia engajamento em nenhum projeto do governo. Situação que vem mudando desde a última década, resultando em aumento nas vendas e, conseqüentemente, melhoria na qualidade de vida dos moradores.

O fortalecimento desta e de outras associações também é responsável por uma mudança no quadro demográfico da zona rural, uma vez que as famílias têm se interessado mais em produzir. “Muita gente estava perdendo essa vontade, tanto é, que a zona rural hoje é envelhecida. Mas é um cenário que vem se modificando aos poucos, porque o jovem, que antes se mudaria para a cidade em busca de trabalho, começa a perceber oportunidades em sua comunidade também”, diz.

Leia mais:  Alunos dos anos iniciais do Ensino Fundamental participam nesta terça-feira da Prova Cuiabá-Alfabetização

Considerando estes fatores, o engenheiro agrônomo Lucas Freire preparou sua palestra sobre “Cadeia de Frutas, Verduras e Legumes (FLV) em Cuiabá”, que introduziu os produtores a possibilidade de acesso a diferentes canais de venda. De acordo com ele, este ainda é um dos pontos nos quais o setor mostra dificuldades. Assim, para a resolução do gargalo, a palavra chave é “adaptação”, exigida pelas constantes mudanças de comportamento do mercado.

Extensionista da Empaer-MT, Lucas explica que o consumo de FLV é continuo e crescente em todo o mundo, em decorrência do aumento populacional. Característica que exige atenção dos agricultores. “Preparei uma prospecção de futuro, sobre como o consumidor tem se comportado e quais são as tendências de mercado. Este é o negócio deles e para que seja valorizado, é preciso aproveitar o momento, e estar antenado.”

 

Comparativo

Ao abrir o Seminário, o titular da Secretaria de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Gilberto Gomes, apresentou um diagnóstico elaborado a partir das demandas apresentadas no encontro de 2017. Ele reforçou a importância da agricultura familiar para a economia local, uma vez que atividade estimula a inclusão social, geração de emprego e renda. Diante disso, é importante reforçar a realização das feiras livres. Diretamente ligada ao setor, elas concentram mais 1000 feirantes distribuídos em mais de 50 espaços espalhados pela Capital.

Leia mais:  Gestão cumpre com plano de ordenamento da Capital e já alcança mais de 4.500 mil áreas regularizadas

“O olhar direcionado a este nicho demonstra que a Prefeitura tem responsabilidade, o que possibilita que a Secretaria preste assistência técnica lá na ponta, colocando em diálogo os produtores e as entidades de pesquisa. A agricultura familiar de Cuiabá tem para onde crescer, tanto por meio da execução de projetos mais simples, quanto de mais elaborados, como o estudo da bacia leiteira que estamos executando agora. Isso demonstra que estamos no caminho certo”, afirma.

Para Rosineide, além de dar visibilidade ao setor, o Seminário difunde informação entre os trabalhadores. “Às vezes as pessoas da minha comunidade desconhecem facilidades que já foram adotadas na comunidade do vizinho. Não sabem o que se passa lá, se eles recebem recursos destinados. Então esse encontro faz com que sociedade veja que a agricultura familiar é atuante, proporcionando também que nós próprios saibamos os acontecimentos na nossa região.”

O encontro também contou com apoio do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Cuiabá, Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e Empaer-MT.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana