conecte-se conosco


Mato Grosso

Assembleia mantém horário reduzido até 13 de novembro

Publicado

A Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, em nova resolução administrativa, publicada na quinta-feira (29), prorrogou para o período de 3 a 13 de novembro o funcionamento do Parlamento em condição de horário especial, das 7h às 13h.

 

A medida vem sendo adotada pela Mesa Diretora desde o início do mês de outubro, em função do aquecimento do sistema central de ar-condicionado do Edifício Dante Martins de Oliveira, sede da ALMT, neste período de calor mais intenso. Esta é a terceira mudança neste sentido por conta da não redução da temperatura e a o rendimento do sistema de refrigeração trabalhar em sobrecarga sem proporcionar um rendimento satisfatório para um ambiente de trabalho confortável.

O parágrafo único do artigo 1º da resolução administrativa diz que o expediente da Supervisão de Qualidade de Vida, as perícias e a unidade de atendimento à Covid-19 permanecem inalterados. O artigo 2º mantém suspenso o atendimento presencial do público externo no Espaço Cidadania, que será regulamentado em resolução específica. E o artigo 3º autoriza “o desligamento dos equipamentos de refrigeração com a finalidade de preservação dos mesmos após o horário de encerramento do expediente”.

Leia mais:  Conferência discute processo de retomada de transplante renal em Mato Grosso

 

A decisão considera o risco de eventual perda dos equipamentos, comprometidos com o desgaste do tempo e a indisponibilidade de peças de reposição no mercado em decorrência do período de uso, “que teria como consequência a paralisação de todas as atividades na ALMT”, diz trecho do documento.

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Fernando Cadore é eleito presidente da Aprosoja Mato Grosso

Publicado

Por G1 MT

A chapa ‘Aprosoja Decidida, Produtor mais Forte’ foi a vencedora do pleito eleitoral de 2020 da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja). O presidente, Fernando Cadore, de Primavera do Leste, e vice-presidente, Lucas Costa Beber, de Nova Mutum, juntamente com a diretoria eleita, vão administrar a entidade pelos próximos três anos (2021-2023).

Foram 1.900 votos (65%), contra 1.023 (35%) da chapa adversária, encabeçada por Marcos da Rosa (Canarana) e Ricardo Arioli (Tangará da Serra). Este é o resultado parcial das eleições.

Presidente eleito, Fernando Cadore, solicitou aos associados que continuem participantes ativos da entidade, para que a associação continue sendo dirigida conforme os anseios do produtor de soja e milho de Mato Grosso.

Apesar da baixa mobilização por parte dos produtores associados, o candidato a presidente da chapa 2, Marcos da Rosa, avalia positivamente o pleito.

Leia mais:  Unemat recebe Selo de Qualidade OAB Recomenda em Cuiabá

Este ano 3.005 produtores rurais votaram contra 2.593 na eleição anterior (2017), representando um aumento de cerca de 14% neste pleito.­ Resultado oficial das eleições, inclusive com os nomes dos delegados eleitos de cada núcleo, saem em até sete dias úteis, conforme o regimento interno da entidade.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana