conecte-se conosco


Política

Assembleia apresenta projeto 10S aos servidores da Câmara de Várzea Grande

Publicado

Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

A Assembleia Legislativa, por intermédio do Planejamento Estratégico, realizou na manhã de hoje (3) uma apresentação sobre as vantagens do programa 10S para os servidores da Câmara Municipal de Várzea Grande. O encontro contou com vários servidores do Legislativo várzea-grandense e teve como principal objetivo trabalhar os conceitos fundamentais relativos à formação e manutenção de hábitos essenciais na gestão unidades.

O superintendente do Planejamento Estratégico da Assembleia Legislativa, coronel Joselito Espírito Santo de Paula, lembrou que o 10S foi implantado na Casa e deu certo, e segundo ele, “com o sucesso interno várias entidades e repartições públicas solicitaram a sua implantação, entre elas, a Câmara Municipal de Várzea Grande”, definiu Espírito Santo.

Conforme o superintendente, a ideia da palestra surgiu depois de uma conversa com o presidente da Câmara (vereador Fábio José Tardin), que pretende melhorar a qualificação dos servidores. “Ele achou por bem que o pessoal viesse até a Assembleia para ter uma capacitação melhor”, destacou Joselito.

Na avaliação do superintendente, o 10S trouxe muitas melhorias para a Assembleia, principalmente, na qualificação dos servidores, padronizando o comportamento.

“Trata-se de um serviço contínuo, onde a cada semana é realizado um trabalho de faxina na Casa com vários descartes, como por exemplo, equipamentos em desuso e papéis”, lembrou.

Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

Para o presidente da Câmara Municipal de Várzea Grande, vereador Fábio José Tardin, o programa vai servir para dar mais qualidade e agilidade ao atendimento.

“Estamos sempre qualificando o servidor com novos propostas, para poder melhor atender a população. A ideia surgiu através de um servidor da Câmara que já conhecia o programa e me apresentou. Após uma pesquisa sobre o projeto abraçamos a causa e chegamos a conclusão de que seria interessante para a Câmara. Há a possibilidade de indicar para as secretarias da prefeitura também”, afirmou Tardin.

Vale destacar que a proposta de implantar o 10S na Câmara de Várzea Grande surgiu após uma longa conversa com o ex-servidor da Assembleia, Adriano Bonetto, que já conhecia o projeto.

“Tive a ideia de apresentar a iniciativa para os vereadores para melhorar a questão do aperfeiçoamento em receber as pessoas no Legislativo de Várzea Grande. Acredito que quando o funcionário é bem capacitado as coisas fluem melhor dentro da Casa, melhorando o ambiente de trabalho e economiza de material”, prevê ele.

Segundo a coordenadora do 10S da ALMT, Creuza Carmem da Silva, o programa tem 11 anos desde sua implantação na Casa de Leis, com o programa 5S, método japonês de gestão mais conhecido no mundo. Ele se refere, de acordo com a coordenadora, a sensos que devem ser incorporados por todas as organizações que prezem por um bom desempenho.

Leia mais:  Líder e opositor pedem vistas e votação de autorização é adiada

 “Estamos muitos otimistas. Foi uma luta muita grande, mas os resultados já estão visíveis e o pior já passou. A prova disso é que nosso trabalho está sendo divulgado fora da Casa, como por exemplo, hoje os servidores da Câmara de Várzea Grande estão conhecendo o programa”, festejou Creuza.

Conheça o 10S:

Conceitos – Dentro da organização, a filosofia dos 10S deve ser exercida para que o objetivo seja a melhoria nas condições de trabalho, motivando assim os empregados para que possam transformar sua capacidade em realizações pessoais e para e empresa.

1º – Senso de Utilização (Seiri) – Tem como objetivo eliminar tudo o que não agrega valor, utilizando todos os recursos disponíveis, evitando o excesso, desperdícios e má utilização.

Benefícios: Maior senso de organização e economia, reaproveitando os recursos disponíveis; liberação de espaço para diversos fins; aumento da produtividade das pessoas envolvidas; menos riscos de acidentes no local de trabalho; evita compras desnecessárias; combate a burocracia.

2º – Senso de Ordenação (Seiton) – Ordenar o que é necessário na quantidade certa, na hora e local adequados.

Benefícios: Reduz tempo de busca do que se precisa; diminui a necessidade de controle de estoque; facilita a movimentação interna; evita compras desnecessárias e danos aos objetos estocados; aumenta a produtividade, racionaliza o trabalho e diminui o cansaço físico e mental; evacuação rápida em caso de perigo.

3º – Senso de Limpeza (Seiso) – O contexto desse senso seria zelar pela conservação e limpeza de tudo que utilizamos.

Benefícios: Ambiente mais agradável e sadio; ajuda na prevenção de acidentes; melhoria e preservação dos equipamentos, proporcionando maior vida útil; diminuição do desperdício; prevenção da poluição; melhoria da imagem interna e externa da empresa.

4º – Senso de Saúde e Higiene (Seiketsu) – Verifica se o espírito do programa está sendo absorvido, ou seja, checar o resultado parcial em toda empresa, checar os banheiros, refeitórios, oficinas, áreas operacionais. Se estes locais estão em ordem, o programa está sendo cumprido.

Benefícios: Prevenção de acidentes; elevação dos níveis de satisfação e motivação pessoal; prevenção e controle do estresse; melhoria da qualidade de vida e economia em combate a doenças (enfoque preventivo).

Leia mais:  Abono do PIS/Pasep começa a ser pago na próxima quinta-feira

5º – Senso de Autodisciplina (Shitsuke) – Um ambiente de trabalho disciplinado é a medida mais importante para se garantir a qualidade.

Benefícios: Serviços executados dentro dos requisitos de qualidade; desenvolvimento pessoal e profissional; aumento da possibilidade de resultados de acordo com o planejado; incrementa a qualidade geral dos serviços e das relações interpessoais.

6º – Senso de Determinação de União (Shikaro Yaro) -Transparência na condução da gestão onde os gestores devem definir formas para que todos se encaixem no processo para assim se ter um bom trabalho de equipe.

Benefícios: Aumento da confiança dos empregados dentro da organização; maior compromisso dos empregados visando os resultados desejados; melhora nas relações interpessoais; retêm talentos.

7º – Senso de Treinamento (Shido) – Qualificação do profissional e engrandecer o ser humano que passa a ter maior empregabilidade, o ser humano deve ser considerado de maior valor.

Benefícios: Maior empregabilidade; aumento da produtividade e resultados; desenvolvimento de talentos.

8º – Senso de Economia e Combate aos Desperdícios (Setsuyaku) – Estimular os empregados para que criem novas alternativas de redução de perdas de materiais e serviços, dando a eles noção da realização do trabalho com qualidade, contribuindo com a prática da reciclagem e com o meio ambiente.

Benefícios: Economia com a redução dos desperdícios de materiais e serviços; redução de horas extras; preservação do meio ambiente; reeducação das práticas de aquisição de materiais.

9º – Senso dos Princípios Morais e Éticos (Shisei RINRI) – A empresa deve definir padrões de conduta, para que cada empregado saiba o que é certo e o que é errado.

Benefícios: Servidores mais compromissados com os resultados da empresa, procurando agir com ética perante a própria empresa, clientes e fornecedores.

10º – Senso de Responsabilidade Social (Sekinin Shakai) – Incentivo da empresa juntamente com seus funcionários para realização de trabalho voluntário, atendendo entidades carentes.

Benefícios: Melhoria da imagem da empresa perante a sociedade e órgãos do governo; maior produtividade dos empregados; participação do crescimento sócio – econômico da população.

Dentro da organização, a filosofia dos 10S deve ser exercida para que o objetivo seja a melhoria nas condições de trabalho, motivando assim os empregados para que possam transformar sua capacidade em realizações pessoais e para e empresa.

Comentários Facebook
publicidade

Política

Dupla é pega com droga em casa identificada como ponto de venda

Publicado

por

Policiais militares de Sinop (a 500 km de Cuiabá) prenderam nesta quinta-feira (02.06), dois homens por tráfico de droga, no bairro Menino Jesus I.

Conforme o boletim de ocorrência, a denúncia apontava uma casa usada como ponto de venda de entorpecente, além de dois homens como traficantes.

Em monitoramento, a informação foi confirmada devido o fluxo de pessoas no imóvel. Devido à situação, foi iniciado o procedimento de abordagem e a dupla denunciada foi encontrada. Eles carregavam porções de maconha e de pasta base de cocaína prontas para venda.

Na vistoria na casa, foram apreendidos porções de pasta base de cocaína, uma balança, vários frascos de perfume que segundo um dos suspeitos  foram usadas como moeda de troca, além de seis munições de calibre 38, uma maquina de cartão de crédito e dinheiro.

Os dois homens confirmaram que teriam pegado a droga de uma organização criminosa e seriam os responsáveis pela venda no bairro.

Comentários Facebook
Leia mais:  Bolsonaro envia PL para garantir reajuste de policiais do DF
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana