conecte-se conosco


Entretenimento

As mais belas atrizes de séries teen do momento

Publicado

Cada vez mais as séries, principalmente as teen, estão conquistando seu público pela boa trama e também pelo núcleo, que vai além do talento em frente as câmeras ao excesso de beleza e charme, assim, dando destaque às mais belas atrizes.

Leia também: Das telas para a imaginação: relembre 25 atrizes que posaram nuas na Playboy


As mais belas atrizes de séries teens: Asha Bromfield (
Reprodução/ Instagram

As mais belas atrizes de séries teens: Asha Bromfield (“Riverdale”) e Danna Paola (“Elite”)

A diversidade de séries teens
 abre um leque de possibilidades para o público conhecer uma variedade das mais belas atrizes
 de tramas do momento. Pensando nisso, o iG Gente
separou uma lista com essas beldades que estão arrasando na atuação e no coração dos fãs.

Leia também: Elas cresceram! Cinco atrizes mirins que viraram mulherões

“Riverdale”

  • Madelaine Petsch

Mais belas atrizes  de séries teens:  Madelaine Petsch
Reprodução/ Instagram

Mais belas atrizes de séries teens: Madelaine Petsch

Madelaine Petsch é Cheryl Blossom, a patricinha com ares de maldades, em ” Riverdale
“. Apesar de dividir os espectadores entre amor e ódio com seu personagem, a ruiva de 24 anos chama atenção com sua beleza e coleciona mais de 10 milhões de seguidores em seu Instagram, onde adora compartilhar inúmeros cliques de deixar a todos babando.

  • Asha Bromfield

Mais belas atrizes  de séries teens:  Asha Bromfield
Reprodução/ Instagram

Mais belas atrizes de séries teens: Asha Bromfield

Asha Bromfield faz parte da banda As Gatinhas da série, e cá entre nós que ela faz jus ao nome do trio. Mesmo não tendo um papel de grande notoriedade, a atriz de 23 anos tem destaque nas redes sociais com belíssimas imagens e já ultrapassa 160 mil seguidores.

  • Lili Reinhart

Mais belas atrizes  de séries teens:  Lili Reinhart
Reprodução/ Instagram

Mais belas atrizes de séries teens: Lili Reinhart

Aos 22 anos, Lili Reinhart é conhecida como  Betty Cooper, a mocinha de “Riverdale”. Contrário da personagem que usa roupas mais recatadas, na vida pessoal ela adora posar usando looks com ares mais sensuais, e claro, os seguidores adoram e fazem questão de elogiar.

“Elite”

  • Danna Paola

Mais belas atrizes  de séries teens:  Danna Paola
Reprodução/ Instagram

Mais belas atrizes de séries teens: Danna Paola

Danna Paola é quem dá vida a Lucrecia, a vilã de “Elite”, e diferente da trama, nas redes sociais ela é queridinha e faz a alegria de seus mais de seis milhões de seguidores com cliques de tirar o fôlego. Para quem não sabe, a mexicana de 23 anos também é cantora e responsável por uma das canções da trilha sonora da série, Final Feliz
.

  • Mina El Hammani
Leia mais:  Fátima Bernardes revela detalhes do início de namoro com Túlio Gadêlha

Mais belas atrizes  de séries teens:  Mina El Hammani
Reprodução/ Instagram

Mais belas atrizes de séries teens: Mina El Hammani

A espanhola Mina El Hammani está tendo notoriedade com sua personagem Nadia, o resultado é possível perceber em suas redes sociais, que colecionam mais de 600 mil seguidores. Dona de traços bem marcados, e por isso não poderia deixar de estar na lista das mais belas atrizes, Mina tem chamado atenção em seu feed com cliques no estilo mais natural, com pouca maquiagem, ou até mesmo com o rosto limpo, o que está agradando aos fãs.

  • Maria Pedraza

Mais belas atrizes  de séries teens:  Maria Pedraza
Reprodução/ Instagram

Mais belas atrizes de séries teens: Maria Pedraza

Não é só em “Riverdale” que tem uma ruiva de chamar atenção. Com apenas 22 anos, Maria Pedraza, que esteve entre os reféns de “La Casa De Papel”, está em seu melhor momento na mídia. Quem gosta de contemplar a beleza da personagem Marina, consegue ficar ainda mais encantado com o perfil do Instagram da atriz com mais de dois milhões de seguidores e uma coleção de belas fotografias da jovem, incluindo cliques mais sensuais de topless e biquíni, por exemplo.

“The 100”

  • Lindsey Morgan

Mais belas atrizes  de séries teens:  Lindsey Morgan
Reprodução/ Instagram

Mais belas atrizes de séries teens: Lindsey Morgan

Assim como “Riverdale”, “The 100” também é uma das séries teen do momento e nela podemos destacar a atriz Lindsey Morgan, 28, que dá vida a engenheira Raven Reyes. Além de colecionar fãs por sua boa atuação na trama, ela chama atenção por seu conjunto de rosto bonito e corpão, que rende elogios em seus cliques nas redes sociais.

  • Marie Avgeropoulos

Mais belas atrizes  de séries teens:  Marie Avgeropoulos
Reprodução/ Instagram

Mais belas atrizes de séries teens: Marie Avgeropoulos

Mesmo sem atualizar seus perfis com frequência, Marie Avgeropoulos, 32, que atua como Octavia Blake, é sucesso no Instagram com mais de um milhão de seguidores. Tal popularidade reflete na grande quantidade de likes em seus cliques, sejam eles cheios de produção ou não, afinal, quem é bonito fica bem de qualquer jeito, né.

“Dinastia”

  • Elizabeth Gillies
Leia mais:  Simone e Simaria viram raposinhas no zoológico de São Paulo

Mais belas atrizes  de séries teens:  Elizabeth Gillies
Reprodução/ Instagram

Mais belas atrizes de séries teens: Elizabeth Gillies

Colecionar mais de cinco milhões de seguidores e milhares de curtidas em fotos é uma tarefa fácil para Elizabeth Gillies, 25, que tem conquistado fãs em seu papel de  Fallon Carrington em “Dinastia”, e está atraindo a muitos com seu charme e beleza, principalmente em seus cliques mais produzidos.

  • Nathalie Kelley

Mais belas atrizes  de séries teens:  Nathalie Kelley
Reprodução/ Instagram

Mais belas atrizes de séries teens: Nathalie Kelley

Aos 33 anos, Nathalie Kelley continua com o rosto de menininha. Além de ter colecionado muitos admiradores em seu papel de Cristal Flores na primeira temporada da série, a australiana é pura sedução em seus perfis das redes sociais com cliques de roupas para lá de curtas, biquíni e muita nudes.

“Atypical”

  • Brigette Lundy-Paine

Mais belas atrizes  de séries teens:  Brigette Lundy-Paine
Reprodução/ Instagram

Mais belas atrizes de séries teens: Brigette Lundy-Paine

Brigette Lundy-Paine, 24, a Casey Gardner de “Atypical”, é aquele tipo de pessoa que fica bem em qualquer corte de cabelo e até tentando tirar uma foto “zoada”. Em seu Instagram, por exemplo, ela adora compartilhar cliques mais descontraídos e ousa em pouca produção e caretas, e continua linda arrancando elogios dos seguidores.

“13 Reasons Why”

  • Alisha Boe

Mais belas atrizes  de séries teens:  Alisha Boe
Reprodução/ Instagram

Mais belas atrizes de séries teens: Alisha Boe

Um dos grandes sinônimos de beleza em “13 Reasons Why” é Jéssica, no entanto, não é só com a personagem que a atriz Alisha Boe arrasa os corações. Na vida real, a formosura da jovem de 21 anos é sucesso nas redes sociais com coleção de admiradores em suas fotos de deixar a todos babando.

  • Katherine Langford

Mais belas atrizes  de séries teens:  Katherine Langford
Reprodução/ Instagram

Mais belas atrizes de séries teens: Katherine Langford

E claro que falar em “13 Reasons Why” sem citar Hannah Baker, papel de Katherine Langford, 22,  é uma missão impossível. A popularidade como protagonista da série resulta em mais de 12 milhões de seguidores no Instagram, e claro que não é só pela boa atuação, mas também por sua beleza inconfundível, que rende elogios em suas publicações.

“Insatiable”

  • Debby Ryan

Mais belas atrizes  de séries teens:  Debby Ryan
Reprodução/ Instagram

Mais belas atrizes de séries teens: Debby Ryan

Com 9,4 milhões de seguidores, é claro que Debby Ryan, 25, a Patty de “Insatiable”, é sucesso. A atriz faz o estilo fashionista e adora posar com looks elegantes para ressaltar ainda mais sua beleza, e consequentemente se tornar uma das queridinhas das séries teens e das redes sociais.

Leia também: À vontade com status de “viciados”, jovens de hoje assistem cada vez mais séries

  • Erinn Westbrook

Mais belas atrizes  de séries teens: Erinn Westbrook
Reprodução/ Instagram

Mais belas atrizes de séries teens: Erinn Westbrook

Com a boa interpretação de Magnolia Barnard, a atriz Erinn Westbrook, 27, está ganhando notoriedade na mídia, ainda mais quando o assunto é beleza, não é à toa que suas fotos rendem bons comentários e curtidas, e por isso ela fecha nossa lista das mais belas atrizes
de séries teen com chave de ouro.

Comentários Facebook
publicidade

Entretenimento

A Voz do Brasil faz 85 anos

Publicado

O programa de rádio A Voz do Brasil completa 85 anos nesta quarta-feira (22). Idade avançada para pessoas e para instituições no Brasil. Uma frase atribuída a Leonardo da Vinci, que morreu idoso para o seu tempo (aos 67 anos), sentencia que “a vida bem preenchida torna-se longa”.

Em oito décadas e meia, A Voz do Brasil preencheu a vida dos ouvintes com notícias sobre 23 presidentes, em mandatos longínquos ou breves. Cobriu 12 eleições presidenciais, e manteve-se no ar durante a vigência de cinco constituições (1934, 1937, 1946, 1967 e 1988).

programa cobriu a deposição dos presidentes Getúlio Vargas (1945) e João Goulart (1964), o suicídio de Vargas (1954), a redemocratização do país em dois momentos (1946 e 1985), o impeachment e renúncia de Fernando Collor (1992) e o impeachment de Dilma Rousseff (2016).

Além de notícias dos palácios do governo federal, A Voz do Brasil levou aos ouvintes informações sobre a Segunda Guerra Mundial (1939-1945). O programa narrou as conquistas do país em cinco Copas do Mundo e a derrota em duas – a mais traumática em 1950. A Voz registrou a inauguração de Brasília (1960) e cobriu a morte de ídolos como Carmen Miranda (1955) e Ayrton Senna (1994).

Pelo rádio, e pela A Voz do Brasil, muitos brasileiros souberam da invenção da pílula anticoncepcional (1960), da descida do homem na Lua (1969), dos primeiros passos da telefonia móvel (1973), da queda do Muro de Berlim (1989) e da clonagem da ovelha Dolly (1998).

Leia mais:  Felipe Dylon lança música com Buchecha e fala sobre busca de nova Musa do Verão

Vida longa

A longevidade do programa A Voz do Brasil é assunto de interesse de historiadores e pesquisadores da mídia de massa no país. “É curioso como um programa de rádio se torna uma constância em um país de inconstância institucional, jurídica e legislativa”, observa Luiz Artur Ferrareto, autor de dois dos principais livros de radiojornalismo editados no Brasil.

Para Sonia Virginia Moreira, professora do Programa de Pós-graduação em Comunicação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, a longa duração do programa “tem muito a ver com a própria longevidade do rádio como meio de comunicação. A morte do rádio foi anunciada várias vezes e ele segue como um veículo muito importante no Brasil.”

“Nenhum governo abriu mão dessa ferramenta fantástica. A longevidade vem da percepção que os diferentes governos tiveram que manter essa ferramenta era algo que trazia uma vantagem enorme para o governo do ponto de vista das suas estratégias e para seus objetivos”, acrescenta Henrique Moreira, professor de jornalismo e especialista em história da mídia no Brasil.

Curiosidades sobre A Voz do Brasil 

 A Voz Brasil nem sempre teve como trilha sonora de abertura trecho da ópera O Guarani (1870), de Carlos Gomes. O Hino da Independência (1822), composto por Dom Pedro I, e Aquarela do Brasil (1939), de Ary Barroso, também serviram para marcar o início do programa.

Inauguração da transmissão do programa A Voz do Brasil, Brasília, DF.
Inauguração da transmissão do programa A Voz do Brasil, Brasília, DF. – Arquivo Nacional

A longevidade do programa A Voz do Brasil é assunto de interesse de historiadores e pesquisadores da mídia de massa no país. “É curioso como um programa de rádio se torna uma constância em um país de inconstância institucional, jurídica e legislativa”, observa Luiz Artur Ferrareto, autor de dois dos principais livros de radiojornalismo editados no Brasil.

Leia mais:  Cleo posa sexy com maiô cavado e dispara: “você vai ter que me engolir”

Para Sonia Virginia Moreira, professora do Programa de Pós-graduação em Comunicação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, a longa duração do programa “tem muito a ver com a própria longevidade do rádio como meio de comunicação. A morte do rádio foi anunciada várias vezes e ele segue como um veículo muito importante no Brasil.”

“Nenhum governo abriu mão dessa ferramenta fantástica. A longevidade vem da percepção que os diferentes governos tiveram que manter essa ferramenta era algo que trazia uma vantagem enorme para o governo do ponto de vista das suas estratégias e para seus objetivos”, acrescenta Henrique Moreira, professor de jornalismo e especialista em história da mídia no Brasil.

Curiosidades sobre A Voz do Brasil 

 A Voz Brasil nem sempre teve como trilha sonora de abertura trecho da ópera O Guarani (1870), de Carlos Gomes. O Hino da Independência (1822), composto por Dom Pedro I, e Aquarela do Brasil (1939), de Ary Barroso, também serviram para marcar o início do programa.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana