conecte-se conosco


Cidades

“Artéria dos Elementos” reinaugura Clube Feminino como espaço de exposições

Publicado

Deformado por contornos de arcos e curvas o vidro ladeia recortes de placas de metal e raízes contorcidas, delineando a proposta da Artéria dos Elementos, exposição do escultor Frede Fogaça. As peças estão dispostas no salão principal do Clube Feminino, que abriga a Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo, reinaugurando uma tradição do espaço, destinado à realização de eventos culturais e exposições. O coquetel de abertura acontece às 19h da sexta-feira (19) e a visitação, gratuita, se estende até o próximo mês.

Fogo, terra, água e ar inspiraram a produção abstrata a qual obedece à mostra, o estilo moderno se revela com mais força, dispensando interpretações rígidas. É por isso, que, segundo o artista, as obras não têm braço, perna ou cabeça. Exemplo explicitado pela carcaça de colchão de molas, que saiu do lixo e ganhou moldura para integrar o hall. A obra ainda não foi batizada e chama atenção por remeter a um portal no meio da grande sala.

“Quando peguei esse colchão pensei: o que eu faço com você?”, diz Frede. Processo semelhante aconteceu com a raiz de aroeira que se levanta sobre um pedestal de vidro. “Essa quase não tem interferência, já estava pronta. Quando a vi, imaginei aquelas cenas de desenho animado, quando várias coisas vão se juntando até se fundirem. Todo material pode ser transformado, nada é perdido, só depende do olhar.”

Leia mais:  Prefeitura publica edital do 1°Concurso Público da Assistência Social em Cuiabá

Há 20 anos no mercado, o artista conta que abandonou suas obrigações como empresário para se dedicar exclusivamente à arte. “Peguei todas as minhas profissões e direcionei para essa. Hoje eu vivo só disso, essas outras ocupações morreram, ficaram lá atrás.” A partir da renúncia, surgiram diferentes fases que contribuíram para que o trabalho chegasse ao que se vê agora, como a da sucata, do cimento e bronze.

Ao resultado soma-se o método produtivo, diretamente ligado ao uso de ferramentas, por vezes fabricadas por ele mesmo. Para o caso deste trabalho, especificamente, uma calandra chegou a ser erguida no galpão nos fundos de casa. É ela que permite a dobra e o corte do metal. “Eu sou fanático por ferramentas, porque sem elas você não faz nada. Tudo que eu vejo, eu quero comprar e quando não dá, eu mesmo faço.”

Frede também explica que há muito tentava realizar uma exposição, mas que o tempo vinha sendo consumido pelas obras feitas sob encomenda. Contemplado pelo edital do Conselho Municipal de Cultura em 2017, ele se viu então obrigado a dar uma pausa. “Graças a Deus eu não tenho parado de trabalhar, sempre tenho coisas para entregar. Com a aprovação do projeto, tive que fazer esse intervalo e produzir um pouco para mim mesmo.”

Leia mais:  Motorista flagrado utilizando o carro oficial de forma inadequada é desligado da Prefeitura

O titular da Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo, Francisco Vuolo, lembra que foi o próprio artista que escolheu o local para a exposição, levando em consideração o tamanho das obras e o apreço pela história do Clube. De acordo com ele, o salão será decorado e estará aberto a visitação até o dia 19 de novembro, de 8h às 17h.

Vuolo também reforça a importância de receber o evento ali, uma vez que, antes de sediar a Pasta, o local costumava ser palco para esse tipo de iniciativa. Com os anos, contudo, o edifício passou por reformas e as mostras encontraram suporte por outros cantos da Capital, como Museu da Imagem e do Som (Misc). “Isso traz de volta e suas principais características desse prédio. É um excelente espaço que deve ser aproveitado para fomentar ao máximo as iniciativas culturais do município”, finaliza.

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Mato Grosso registra 43 mortes em 24h; UTIs continuam lotadas

Publicado

Taxa de ocupação está em 97% para UTIs adulto e em 59% para enfermarias

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta sábado (10.04), 328.805 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 8.530 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado. Foram 43 mortes apenas nas últimas 24 horas.

Foram notificadas 1.356 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 328.805 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 12.804 estão em isolamento domiciliar e 305.369 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 518 internações em UTIs públicas e 513 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 97,92% para UTIs adulto e em 59% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (70.086), Rondonópolis (24.674), Várzea Grande (21.290), Sinop (16.565), Sorriso (12.044), Tangará da Serra (11.179), Lucas do Rio Verde (10.796), Primavera do Leste (9.553), Cáceres (7.114) e Alta Floresta (6.392).

Leia mais:  Comunidade do Residencial Marechal Rondon comemora nova praça e melhoria em campo de futebol

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 293.671 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 1.515 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na sexta-feira (09), o Governo Federal confirmou o total de 13.373.174 casos da Covid-19 no Brasil e 348.718 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 13.279.857 casos da Covid-19 no Brasil e 345.025 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados deste sábado (10).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança.

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

Leia mais:  Motorista flagrado utilizando o carro oficial de forma inadequada é desligado da Prefeitura

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana