conecte-se conosco


Cidades

Araguaia é o grande destaque no avanço econômico de Mato Grosso

Publicado

Composta por 32 cidades, a região do Araguaia é hoje um grande polo de desenvolvimento do estado de Mato Grosso. Nos últimos dois anos (2019/2020), mudou a imagem conhecida, antigamente, por Vale dos Esquecidos, agora passa a ser destaque pelo avanço econômico conquistando espaço de significância em todo o estado, após todas as ações do deputado estadual Dr. Eugênio (PSB). “Além de mostrar nosso potencial, quero continuar ajudando a melhorar a vida de todos, debatendo e lutando pela saúde, infraestrutura, segurança e educação”, destacou.

Percorrendo os municípios da região, o parlamentar mostrou, pelas redes sociais, na tribuna da Assembleia Legislativa e via imprensa, a cultura, economia, potencial agrícola e turístico, as necessidades e demandas da população voltadas para a saúde, educação e infraestrutura, cobrando, por meio de debates e reuniões, soluções do Executivo estadual, tornando-se a voz entre o governo e a população.

Uma grande prova disso foi a evolução da obra sobre da escola 31 de Março, em Canarana, que por interlocução de Dr. Eugênio em junho 2019 aconteceu à assinatura do convênio entre governo estadual e prefeitura municipal. Ao total serão investidos R$ 3,072 milhões, em que o governo arcará com o total de R$ 2,5 milhões e a prefeitura, a quantia de R$ 572 mil.

Outra grande conquista é obra da ponte sobre o Rio das Mortes, que teve sua ordem de serviço assinada em 3 de julho deste ano, após inúmeras ações de Dr. Eugênio, que desde o início de seu mandato não tem medido esforços para realizar o grande sonho da população. “Conheço de perto as dificuldades, sei o quanto precisamos desta ponte e não me cansarei até ver ela pronta”, enfatizou. Ao todo, serão investidos mais de R$ 56 milhões, que além de beneficiar cidades como Cocalinho, Nova Nazaré, Água Boa e Canarana,  todo o Araguaia será contemplado.

Leia mais:  Cuiabá receberá premiação nacional por medidas sustentáveis

Escola Técnica de Água Boa – O secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação, Nilton Borgato, anunciou em setembro deste ano a destinação de R$ 2,5 milhões para a conclusão das obras da Escola Técnica Estadual (ETE) de Água Boa. A demanda sempre foi alvo de cobranças do deputado estadual Dr. Eugênio (PSB).

Fico – Em setembro, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) emitiu licença de instalação da Ferrovia de Integração Centro-Oeste (Fico), um projeto com investimento previsto em 2,7 bilhões, ação que também teve interlocução de Dr. Eugênio.  A  licença permite a construção de 383 quilômetros de ferrovia entre as localidades de Mara Rosa (GO) e Água Boa (MT), interligando o Vale do Araguaia, no Mato Grosso, com a Ferrovia Norte-Sul em Goiás. As obras devem começar em abril de 2021.

A Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social tem como presidente Dr. Eugênio, que realizou ações em prol do tema em todo o estado. Em novembro deste ano, a prefeitura do município de Canarana recebeu o valor de R$ 1 milhão para apoio aos povos indígenas do Parque do Xingu no combate à Covid-19.

Leitos de UTI no Araguaia – Após pedidos e cobranças do parlamentar em maio de 2019, o governador Mauro Mendes anunciou 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), que foram instalados no hospital regional Paulo Alemão de Água Boa, para atendimentos durante a pandemia. Em setembro, o governador Mauro Mendes confirmou que manterá de forma definitiva os leitos de UTI no município.

O parlamentar também compõe a Comissão de Constituição, Justiça e Redação e possui 390 proposições em andamento, entre elas, projetos de lei e indicações voltados, na grande maioria, para saúde e infraestrutura. Um projeto de lei de grande destaque do parlamentar estabelece o plano de desenvolvimento do turismo sustentável Rota Águas do Araguaia-MT, sob o  n° 927/2020, que visa planejar o turismo de maneira sustentável, em curto, médio e longo prazos, bem como propor ações de infraestrutura turística e a criação de novos atrativos para realizar o desenvolvimento turístico e econômico do Araguaia. Além disso, o deputado já possui leis sancionadas que beneficiam a população.

Leia mais:  TCE aprova contas da Prefeitura de Cuiabá por unanimidade

Lei n° 11.237/2020 – Semana da Conscientização da Alergia Alimentar.

A lei estabelece que sejam realizados durante a semana, seminários, ciclos, palestras e eventos relativos ao tema, visando à identificação da alergia alimentar, sua prevenção e tratamento médico adequado, além de ações educativas.

Lei n° 11.159/2020 – Hotéis da rede privada deverão abrigar mulheres vítimas de violência doméstica durante a vigência do estado de calamidade pública.

O Poder Executivo autoriza a proceder à requisição de hotéis e a destiná-los a abrigar as mulheres vítimas de violência doméstica e seus filhos durante a vigência do estado de calamidade pública decorrente de pandemia do vírus Covid-19.

Lei n° 11.155/2020 –  Contratação emergencial temporária de psiquiatras, psicólogos, assistentes sociais e terapeutas ocupacionais, para oferecer atendimento às vítimas de depressão e tendências suicidas em decorrência do isolamento social.

Em justificativa, o parlamentar fala sobre a importância da lei. “Muitos não conseguem suportar a perda de entes queridos, ou mesmo ouvir relatos sobre pessoas que não sobreviveram ao vírus, ou ainda, as consequências emocionais geradas pelo confinamento social, bem como a impossibilidade de garantir o sustento de suas famílias, no caso dos trabalhadores informais e outros”.

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Lotação das UTIs de hospitais particulares chega a 86% em MT

Publicado

Os hospitais particulares de Mato Grosso também estão próximos de não terem mais vagas de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para os pacientes com covid-19. A taxa de ocupação chegou a 86,5%, bem maior dos que os 70% de ocupação das UTIs públicas.

 

Em nota, o Sindicato dos Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Estado de Mato Grosso (Sindessmat) afirmou que o número de pacientes internados em hospitais particulares por causa do novo coronavírus tem aumentado.

Em 8 de janeiro 80% dos leitos de UTI exclusivos para covid-19 estavam ocupados. Uma semana depois, em 15 de janeiro, essa taxa já era e 86,5%. Já a ocupação geral de leitos para covid-19 (enfermaria e UTI) está em 73%.

 

A situação é de alerta no estado, não só nos hospitais particulares como no Sistema Único de Saúde (SUS). Segundo secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, apesar das UTIs públicas estarem com 70% de ocupação, o momento é de preocupação, pois na primeira onda da pandemia em 15 dias a taxa de ocupação saiu de 70% para 100%.

Leia mais:  TCE aprova contas da Prefeitura de Cuiabá por unanimidade

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana