conecte-se conosco


Política

Aprovado projeto que prevê a utilização de veículos apreendidos sem identificação para repressão penal

Publicado

Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT

O Projeto de Lei 1151/2019 que propõem a utilização de veículos apreendidos e não identificados quanto à procedência e à propriedade, exclusivamente no trabalho de repressão penal pelas polícias militar e civil de Mato Grosso de autoria do deputado estadual Ulysses Moraes, foi aprovado em primeira votação em sessão ordinária na quarta-feira (12), na Assembleia Legislativa de Mato Grosso.

Além da economia de recursos para a aquisição de novos veículos, o governo deixará de desperdiçar capital com aluguel de pátio para abrigar os automóveis apreendidos que se deterioram sem qualquer utilidade.

“É uma forma de economizar, já que o Estado gasta com aquisições e aluguéis de automóveis para uso das polícias militar e civil. São veículos que ficam inutilizados e que são apreendidos em ótimo estado, podendo assim ser aproveitados pela administração pública”, afirmou o parlamentar.

O uso indevido e a identificação quanto à propriedade, após a aquisição pelos órgãos militar e civil, também estão previstas no projeto de lei que foi ao expediente e aguarda segunda votação e posterior sanção governamental para passar a vigorar em Mato Grosso.

Leia mais:  Diário Oficial traz registro de 42 defensivos agrícolas; objetivo é aumentar concorrência e baratear custo dos produtos

Comentários Facebook
publicidade

Política

Virginia Mendes detona guerrilheiros virtuais

Publicado

A primeira-dama, Virginia Mendes, utilizou as redes sociais para desabafar sobre “deboches e ironias” que o marido, governador Mauro Mendes (DEM), vem sofrendo num grupo de WhastsApp pelo fato de estar internado em São Paulo para tratar de uma pneumonia. Em uma sequência de prints, Virginia expôs diversos comentários em que os integrantes do grupo falam em “coincidência” o fato do democrata passar mal enquanto cumpria agenda de trabalho na capital paulista. Os integrantes utilizaram até uma foto do casal com a filha caçula em forma de “meme” para criticar a situação.

Indignada, a primeira-dama classificou as falas como “maldosas” e rebateu a falta de sensibilidade dos participantes. “Neste momento meu coração está muito dolorido e é impressionante como mesmo em momentos tão difíceis como o que estou atravessando dentro da minha família, com minha mãe internada numa UTI, meu esposo internado num hospital, extremamente fragilizada com tudo isso ainda tenham pessoas maldosas, sem o mínimo de sensibilidade com a situação, falando e fazendo suposições totalmente equivocadas sobre o estado de saúde do meu marido, sobre os fatos que levaram a sua internação”, escreveu.

Leia mais:  Senado deve votar hoje MP que transfere Coaf para o Banco Central

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana