conecte-se conosco


Mato Grosso

Aprosoja participa da Abertura Nacional da Colheita da Soja – Safra 2020/2021

Publicado

Considerado o maior e mais tradicional evento da agricultura brasileira, a programação é voltada para atender os interesses dos sojicultores do país

O presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), Fernando Cadore, participou nesta quinta-feira (04.02), da Abertura Nacional da Colheita da Soja – Safra 2020/2021, na Fundação Bahia, em Luís Eduardo Magalhaes (BA). Considerado o maior e mais tradicional evento da agricultura brasileira, a programação é voltada para atender os interesses dos sojicultores do país.

O evento acontece no auditório da Fundação Bahia, e discute o mercado da soja nesse período de colheita, vendas de terras para estrangeiros e os impactos dessa liberação, premissas, e os impactos da reforma tributária para o agronegócio, além das questões climáticas e as novas tecnologias para o aumento da produtividade.

De acordo com presidente da Aprosoja MT, Fernando Cadore, as dificuldades inerentes ao setor são praticamente em todos os Estados. “Está sendo uma oportunidade ímpar fazer parte desse evento na Bahia. Participei do debate sobre mercado da soja e das questões tributárias, assuntos inerentes a nossa cadeia produtiva. É muito importante para nós da Aprosoja MT, estarmos fazendo essas interações e levar os pleitos coletivos para esfera federal”, declarou Cadore.

Leia mais:  Governo efetua pagamento de R$ 3,9 milhões aos hospitais filantrópicos

A Abertura da Colheita teve a participação de autoridades dos Poderes Executivo e Legislativo, nacional, estadual e municipal, além de lideranças regionais, pesquisadores e produtores rurais.

Devido à pandemia causada pelo Coronavírus, o número de participantes no local do evento foi reduzido. Mas os produtores acompanharam os painéis por meio do site, Facebook e Youtube do Canal Rural.

 

Fonte: Rosangela Milles com assessoria Aprosoja Brasil
Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Veja cidades do interior de Mato Grosso que lideram ranking do PIB

Publicado

Cidades do interior de Mato Grosso lideram o ranking dos 20 municípios de Mato Grosso com o maior Produto Interno Bruto (PIB) per capita, ou seja, a riqueza produzida pela localidade dividida pelo número de moradores. Encabeça o ranking Campos de Júlio (553 km a noroeste de Cuiabá). Os dados são referentes ao ano de 2018.

Cidade cerca de 7 mil moradores, Campos de Júlio teve um PIB per capita de R$ 206.667, ou seja, se a riqueza produzida no município fosse dividida em partes iguais entre os moradores, cada um teria o direito a esse valor.

Em segundo lugar está Santa Rita do Trivelato (445 km ao norte), município que tinha 3.330 habitantes em 2018, ano do levantamento. Por lá, o PIB per capita é de R$ 177.534. Essa não é a primeira vez que Santa Rita se destaca economicamente, entre 1991 e 2003 o município ficou conhecido por ter o maior crescimento econômico do país, de 82% ao ano.

Reprodução

PIB per capita MT 2018

 

Leia mais:  Secel promove primeiro Fórum de Gestores Municipais de 2019

Logo depois no ranking vem Sapezal (480 km a noroeste), com PIB per capita de R$ 116.764; Ipiranga do Norte (530 km ao norte), com R$ 114.518; e Campo Novo do Parecis (396 km a noroeste), com R$ 104.853.

 

Já no valor total do PIB, o município mato-grossense com maior produção de riqueza foi Cuiabá, com PIB de R$ 27,7 bilhões. Em segundo está Rondonópolis (212 km ao sul), com R$ 11,2 bilhões, e Várzea Grande, que teve PIB de R$ 7,9 bilhões em 2018.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana