conecte-se conosco


Tecnologia

Apple, Xiaomi e Huawei: veja quem ganha na disputa de câmeras

Publicado

Olhar Digital

iPhone 11 Pro arrow-options
Divulgação/Apple

Os iPhones 11 Pro têm três câmeras.


De acordo com os últimos reviews do site DxOmark , publicados nesta quinta-feira (07), o iPhone 11 Pro Max perdeu no quesito câmeras para o Mi CC9 Pro Premium Edition , da Xiaomi , e para o  Mate 30 Pro , da Huawei . O último smartphone da Apple empatou com o Samsung Galaxy Note 10+ , com 117 pontos. Já os primeiros colocados, ambos de empresas chinesas, somaram um total de 121 pontos nos testes. 

Leia também: Não são só as três câmeras: inteligência artificial dá a Apple as melhores fotos

Segundo o DxOmark, o iPhone apresenta um bom desempenho em todas as áreas, mas pode melhorar em alguns aspectos. A qualidade de zoom do aparelho foi elogiada, mas não está no mesmo nível do Mate 30 Pro e do P30 Pro , por exemplo.

A Apple dedicou três câmeras traseiras ao iPhone 11 Pro Max, além de uma tela Pro Super Retina XDR OLED, que tem 5,8 polegadas e está na proporção 19.5:9. O aparelho também se destacou pelo nível de brilho emitido, que é bem alto.

Leia mais:  App Store bate recorde e lucra R$5 bi em uma semana; veja os apps mais baixados

Comentários Facebook
publicidade

Tecnologia

Netflix não oferece mais período de teste grátis no Brasil

Publicado

por

Olhar Digital

Chega ao fim, no Brasil , a possibilidade do período de 30 dias de teste que a Netflix dava aos novos usuários que não estavam certos quanto à contratação dos serviços da plataforma. De acordo com a empresa, a mudança se trata de uma busca por novas formas de atrair assinantes.

Xiaomi lança trena a laser que pode medir até 40 metros de distância

“Estamos buscando novas formas de atrair novos assinantes e promover nosso serviço no Brasil , oferecendo uma ótima experiência com a Netflix ”, afirmou a plataforma em comunicado oficial.

Netflix arrow-options
Reprodução/Pixabay

Netflix


Agora, quem busca pelo período de teste na central de ajuda da Netflix encontra uma mensagem que diz que “no momento, não oferecemos utilização gratuita no seu país”. O Brasil não é o único a passar pela medida, que começou em dezembro e teve o Reino Unido como o primeiro país a ficar sem os 30 dias grátis.

Estoque do Xiaomi Mi 10 acaba em um minuto na China

Segundo a empresa, a liberação de produções específicas para não-assinantes, como “Irmandade” e “Klaus”, é uma das maneiras pelas quais a empresa visa conquistar novos assinantes. Nos Estados Unidos , por exemplo, a plataforma liberou, gratuitamente, até o dia 9 de março, a comédia-romântica “ Para Todos os Garotos que Já Amei ”.

Leia mais:  Zenbook 14 tem desempenho rápido, mas tela fica devendo; confira nosso review

Por enquanto, outra vantagem oferecida aos assinantes brasileiros é um upgrade temporário no plano: se o usuário optar pelos planos Básico (R$ 21,90/mês) ou Padrão (R$ 32,90/mês), poderá desfrutar dos benefícios do plano Premium (R$ 45,90/mês) durante todo o primeiro mês de assinatura.

Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana