conecte-se conosco


Brasil / Mundo

Apple anuncia iPhone 12 em quatro modelos; pela primeira vez, carregador e fone de ouvido não serão inclusos

Publicado

Por Alessandro Feitosa Jr, G1

Apple anunciou em um evento on-line nesta terça-feira (13) a nova geração de seus celulares, desta vez com quatro modelos: iPhone 12, iPhone 12 mini, iPhone 12 Pro e iPhone 12 Pro Max.

Ainda sem preços para o Brasil, os aparelhos custam a partir de US$ 729 nos EUA (durante durante o evento a Apple chegou a divulgar o valor de US$ 699 para o iPhone 12 mini, mas não especificou que esse era o preço com contrato ligado a operadoras).

Pela primeira vez, eles não virão com o carregador de parede e o fone de ouvido na caixa. A empresa aposta que muitos clientes já possuem carregadores em casa. Quem não tiver o acessório poderá comprar de forma separada. No Brasil, ele custa R$ 219 na loja oficial – os fones com fio da empresa saem pelo mesmo preço.

Leia mais:  Telescópio Hubble divulga imagem inédita de nebulosa do Caranguejo do Sul

Os novos celulares possuem processador A14 Bionic, que usa o processo de fabricação de 5 nanômetros – a Apple afirma ser o mais veloz do mercado.

Outra novidade é o suporte para a tecnologia de redes 5G em toda a linha, além de “escudo de cerâmica” para proteger a tela nas quedas.

Os modelos são os sucessores dos iPhones 11, 11 Pro e 11 Pro Max, apresentados no ano passado.

Veja os preços nos EUA (a novidade ainda não está disponível no Brasil):

  • iPhone 12 mini: US$ 729 (R$ 4.060 na cotação atual);
  • iPhone 12: US$ 829 (R$ 4.620);
  • iPhone 12 Pro: US$ 999 (R$ 5.570);
  • iPhone 12 Pro Max: US$ 1.099 (R$ 6.120).
  • O iPhone 12 foi o primeiro a ter seus detalhes revelados. O celular tem bordas quadradas, lembrando o visual do iPhone 4.

    Seu preço sugerido é de US$ 829 (R$ 4.620 na cotação atual), US$ 129 mais caro do que seu antecessor.

    Ele é 11% mais fino, 15% menor e 16% mais leve do que o iPhone 11, mas a tela permaneceu com o mesmo tamanho: 6,1 polegadas.

    A tecnologia do painel mudou, abandonando o LCD e adotando o OLED, que a Apple chama de “Super Retina XDR”. O contraste da tela aumentou e a quantidade de pixels também: o iPhone 12 tem o dobro da resolução do aparelho anterior.

    A companhia incluiu um material mais resistente na tela, chamado de “escudo de cerâmica”, que segundo a fabricante é “mais forte do que qualquer vidro em smartphones” – esse recurso está em todos os lançamentos de hoje.

Comentários Facebook
publicidade

Brasil / Mundo

Cartórios já podem autenticar documentos por meio digital

Publicado

Os cartórios brasileiros já podem autenticar documentos por meio eletrônico. O novo serviço possibilitará a certificação de cópias de forma online pelo site

A novidade vem para complementar a digitalização de outros serviços que já estavam sendo prestados na plataforma de atos notoriais eletrônicos chamada e-Notoriado. Entre eles, assinaturas digitais de escrituras, procurações por videoconferência, atas notariais e testamentos, bem como separações e divórcios extrajudiciais.

Segundo o Colégio Notarial do Brasil (CNB), órgão responsável por gerir o módulo da Central Notarial de Autenticação Digital (Cenad), o novo recurso permite “a materialização e a desmaterialização” de autenticações em diferentes cartórios. Dessa forma, torna mais rápido o envio do documento certificado para pessoas ou órgãos, além de verificar de forma segura a autenticidade do arquivo digital.

A Cenad foi é o único meio nacional válido para a autenticação digital de documentos. Para tanto, será necessária a apresentação de um documento originalmente físico, junto a algum cartório de notas, para que ele seja digitalizado para, então, ser enviado para autenticação.

Leia mais:  Mega da Virada: 4 apostadores acertaram as 6 dezenas, um e de MT

Segundo a presidente do CNB, Giselle Oliveira de Barros, o novo procedimento permite ao usuário trabalhar com o documento eletrônico, mas com segurança jurídica.

“Após o documento ser autenticado pela Cenad, ele pode ser enviado eletronicamente (emailwhatsapp ou qualquer outra ferramenta) a órgãos públicos ou pessoas físicas e jurídicas para a concretização de negócios, tendo o mesmo valor que o documento original, físico ou digital, apresentado pelo cidadão”, informou.

Como acessar o serviço

Para acessar esse serviço, “o usuário deve solicitar a autenticação digital a um tabelionato de notas de sua preferência e enviar o documento por e-mail, caso o original seja digital. Se o documento a ser autenticado for físico, é necessário levar o impresso ao cartório para digitalização e autenticação.

Ao receber o documento por meio da plataforma, que segue as normas de territorialidade para distribuição dos serviços, o tabelião verifica a autenticidade e a integridade do documento”, informa o CNB.

A autenticação notarial gera um registro na plataforma, com dados do notário ou responsável que a tenha assinado, a data e hora da assinatura, e código de verificação. “O usuário receberá um arquivo em PDF assinado digitalmente pelo cartório. O envio do arquivo poderá ser feito por e-mailWhatsApp ou outro meio eletrônico”, finaliza.

Leia mais:  Contador orienta dúvidas sobre Imposto de Renda 2019: Receita recebeu mais de 7 milhões de declarações

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana