conecte-se conosco


Cidades

Após turbulência, passageiro morre em voo que saiu de Cuiabá para São Paulo

Publicado

Um idoso, ainda não identificado, morreu na tarde desta terça-feira (20) dentro de um voo da Latam que decolou do Aeroporto Marechal Rondon, em Vázea Grande, com destino a Guarulhos, em  São Paulo. O passageiro passou mal dentro da aeronave, recebeu os primeiros socorros, mas faleceu  antes da aeronave tocar o solo. Por conta do incidente, o avião realizou um pouso de emergência na cidade de Ribeirão Preto (SP).

Ainda não há detalhes sobre o que causou o óbito do homem. Passageiros do voo relatam que a aeronave passou por um trecho de turbulência, o que gerou apreensão em alguns passageiros que não estão habituados com tal situação.

Após isso, o idoso começou a passar mal. De acordo com uma passageira, um casal de médicos que estava na aeronave ajudou a prestar socorro ao passageiro, mas ele não resistiu. Conforme ela, o clima foi de desespero dentro da aeronave.

Uma dentista moradora de Aripuanã que estava no voo comentou sobre o momento de tensão presenciado pelos passageiros. Confome ela, o pouso não programado também alterou a o cronograma da viagem.

Leia mais:  SUGESTÃO DE PAUTA – Prefeitura e Águas Cuiabá lançam obras da ETA Sul

“Sai de Cuiabá hoje a tarde para Guarulhos e estamos até agora dentro do avião da Latam que teve que pousar em Ribeirão Preto. Um homem passou mal dentro do avião. Um casal de médicos tentou salvar mas o cara morreu. Aff pensa no desespero dentro deste avião”, contou ela.

OUTRO LADO

A assessoria da Latam se posicionou por meio de nota. Disse que está prestando apoio aos familiares da vítima e que os passageiros do voo foram encaminhados para Guarulhos por via terrestre.

Íntegra da nota:

A LATAM Airlines Brasil informa que o voo LA3370 (Cuiabá – São Paulo/Guarulhos), que decolou às 14h20 de hoje (20), alternou para o aeroporto de Ribeirão Preto, pousando às 16h02, para que um passageiro recebesse atendimento médico. A companhia se sensibiliza com o ocorrido e informa que está prestando toda a assistência necessária aos familiares do passageiro.

A LATAM informa ainda que devido a situação, o voo foi cancelado e todos os passageiros afetados seguirão ainda hoje para o destino final via terrestre.

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Prefeitura publica calendário de pagamento do IPTU; veja datas

Publicado

A Prefeitura de Cuiabá estabeleceu a programação para pagamento do IPTU em 2021, que deve começar a partir de 1º de março. O Decreto nº 8.285, que determina o cronograma, foi publicado na Gazeta Municipal.

 

Assim como em outras edições, o pagamento poderá ser feito em cota única ou em até oito parcelas. O valor mínimo de cada parcela será de R$ 57,26.

 

Aqueles que não tiverem débitos de anos anteriores e optarem por quitar o IPTU em cota única até o dia 14 de abril, terão desconto de 10%. Os carnês serão enviados para todos os contribuintes que contam no Cadastro Imobiliário do Município.

 

Já as guias do IPTU de imóveis territoriais deverão ser retiradas nos postos de atendimentos do Município ou por meio do site.

 

A retirada presencial poderá ser feita no Centro Integrado de Atendimento ao Contribuinte (CIAC), nas Lojas de Atendimento ao Contribuinte (LAC-Norte e LAC-SUL), e em outros postos de atendimento que serão indicados pela Prefeitura de Cuiabá.

Leia mais:  Campanha "Vem Ser Mais Solidário" atende famílias carentes do Pedra 90 com cestas básicas

 

Outra informação que o munícipe deverá ficar atento é em relação ao pedido de isenção do pagamento, que neste ano poderá ser feito no período de 1º de junho a 30 de julho, com validade até 2024.

 

Caso a solicitação seja indeferida, será concedido um prazo de 30 dias, a partir da ciência do contribuinte quanto à decisão, para que o valor seja pago sem desconto e sem a incidência de juros e multa.

 

“De acordo com os termos do art. 5º da Lei nº 5.355/2010, alterado pela Lei nº 5.797/2014, estão isentos do Imposto Predial e Territorial Urbano os imóveis residenciais com valor venal atualizado igual ou inferior a R$ 33.921, excluindo-se os imóveis territoriais, comerciais, unidades autônomas desdobradas com cadastro individualizado para fins tributários, chácaras de recreio e garagens de edifícios”, explica o decreto municipal.

 

Veja calendário de pagamento: 

 

Primeira parcela e cota única: 14 de abril

 

Segunda parcela: 14 de maio

 

Terceira parcela: 14 de junho

Leia mais:  4,3 mil contratados da Seduc recebem nesta segunda-feira

 

Quarta parcela: 14 de julho

 

Quinta parcela: 13 de agosto

 

Sexta parcela: 14 de setembro

 

Sétima parcela: 14 de outubro

 

Última parcela: 12 de novembro

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana