conecte-se conosco


Educação

Após ameaça de nova greve, Sintep debate na Casa Civil atraso de pagamento aos professores

Publicado

O Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep-MT), em nota, confirmou uma reunião na Casa Civil para resolver a questão do atraso de pagamento aos professores do Estado na quarta-feira (21), às 10h30. Nesta terça-feira (20), a categoria alegou que o pagamento não foi realizado, já a Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso (Seduc-MT) afirma que a remuneração foi feita.

Na nova nota divulgada, o Sintep diz que “não houve nenhum tipo de critério técnico quanto a não inclusão dos trabalhadores da Educação nesta folha complementar do dia 20. Há um número significativo de profissionais que não receberam, até mesmo aqueles que retornaram antes do encerramento da greve e já estavam trabalhando desde o início do mês de agosto”.

A categoria solicita ao Governo que seja esclarecido quais foram os critérios adotados para que alguns professores não recebessem e, caso a situação não seja resolvida, serão adotados outros meios legais para resguardar os direitos do profissionais, como “a convocação de atos públicos na capital e interior para denunciar a situação do descumprimento do documento do próprio governo do estado”.

Leia mais:  Vereador defende CPI para investigar possíveis “aluguéis fantasmas”

Na primeira nota lançada pelo Sintep é apontado que algumas escolas já estão cogitando paralisar suas atividades na quarta-feira (21), caso não seja feito o pagamento ainda nesta terça-feira.

Ao Olhar Direto, a Seduc-MT informou que o pagamento da remuneração foi realizada. Aqueles não receberam terão o valor restituído no dia 10 de setembro. A pasta aponta as escolas dos professores que não receberam a remuneração excederam o prazo limite para enviar uma planilha com os nomes daqueles que voltaram às aulas.

Greve dos professores

Após 75 dias, a greve do Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público de Mato Grosso (Sintep/MT) foi encerrada no dia 9 de agosto. O movimento visou garantir o cumprimento da lei complementar 510/2013 e melhoria nas 767 escolas espalhadas pelo estado.

“A greve está suspensa, mas não quer dizer que a luta terminou aqui no Estado de Mato Grosso, mesmo porque o ponto principal da Lei 510, não houve um posicionamento efetivo do Governo do Estado. A categoria reafirma que caso o Governo não integralize ou apresente uma proposta até a próxima data base do ano de 2020, nos poderemos ter uma nova greve”, destacou o presidente do Sintep, Valdeir Pereira.

Leia mais:  Deputado presta homenagem a pastor José Genésio

A greve chegou ao fim após última proposta do governador Mauro Mendes (DEM) feita na segunda-feira (5). O documento propõe que assim que o Estado voltar aos limites da LRF, todo o espaço fiscal aberto abaixo de 49% da Receita Corrente Líquida (RCL) será usado para a concessão da Revisão Geral Anual (RGA) e dos aumentos remuneratórios aos servidores.

Deste espaço fiscal, 75% será destinado à RGA para todos os servidores públicos e os 25% restantes para os reajustes já concedidos nas leis de carreira – que beneficiariam os profissionais da Educação, Meio Ambiente e Fazenda.

Por: Olhardireto

Comentários Facebook
publicidade

Educação

Ruas do Ribeirão do Lipa e São João Del Rey recebem obras de infraestrutura

Publicado

por

Localizados em regiões diferentes, mas com necessidades parecidas, os bairros Ribeirão do Lipa e São João Del Rey começam a ver um sonho em comum tonar-se realidade. Por meio do programa Minha Rua Asfaltada, a Prefeitura de Cuiabá executa nas comunidades das regiões Oeste e Sul a construção de rede de drenagem, pavimentação, meio-fio e calçada. No total, são nove quilômetros de obras que irão transformar a realidade vivida por cerca de 10 mil pessoas.

Somente no Ribeirão do Lipa, a extensão a ser alcançada é de aproximadamente três quilômetros. A intervenção no bairro, que foi fundado há mais de 50 anos, é fruto de um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) com a empresa Fatex Construtora. No local, enquanto algumas vias recebem o serviço de edificação da tubulação e galerias pluviais, outras como a S/D, Benvindo da Costa, Projetada Um, Dois, Três e Quatro já foram pavimentadas.

“O Ribeirão do Lipa é um dos bairros mais tradicionais de Cuiabá e, dentro daquilo que podemos, estamos buscando contribuir para o seu desenvolvimento. Ficamos felizes em ver que a obra está avançando. Mas, o mais importante é que está sendo feito um serviço de qualidade. Da drenagem ao pavimento, são usados materiais de primeira linha, que garantem uma longa vida útil ao asfalto”, comenta o prefeito Emanuel Pinheiro.

Leia mais:  CCJR realiza reunião hoje (24), às 16 horas

A obra evolui de forma satisfatória também no São João Del Rey. Iniciado em março deste ano, o trabalho chegará a mais de seis quilômetros de malha viária. Ao todo, o Município investe R$ 6.713.333,63 na comunidade. Neste momento, as equipes atuam na construção de todo o sistema de drenagem nas ruas Doze, Dezesseis e Avenida A. De acordo com o cronograma, a pavimentação deve ser finalizada no próximo ano.

“Também no São João Del Rey, aplicamos R$ 176.765,30 na construção de uma praça pública. Em uma área de 1.255 m², estamos construindo um novo espaço de lazer com pista de caminhada, playground, academia ao ar livre. São ações que melhoram a qualidade de vida dos moradores e valoriza todo o bairro”, completa o secretário municipal de Obras Públicas, Vanderlúcio Rodrigues.

MINHA RUA ASFALTADA

Implantado em 2017, o programa Minha Rua Asfaltada se consolidou como uma grande ação de infraestrutura. Neste ano, a Prefeitura de Cuiabá chegou a 47 bairros beneficiado com a atividade, levando em consideração as obras concluídas, em execução e também aquelas que, neste momento, passam pelo processo de licitação. De acordo com levantamento da Secretaria de Obras Públicas, são nove comunidades da região Norte, 18 da Sul, 12 da Leste e oito da Oeste.

Leia mais:  Maluf faz defesa contra o fim do MT Saúde durante sessão

Fonte: Prefeitura de Cuiabá
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana