conecte-se conosco


Cidades

Aplicativo de corrida para mulheres tem cerca de 400 motoristas e mais de 6 mil usuárias.

Publicado

Rotina da gestora de planejamento, Cibelle Leal, 43, é muito corrida. Entre uma reunião e outra, mal sobra tempo para buscar e levar sua filha de 11 anos à escola ou ao curso de inglês. Há pouco mais de um mês, contudo, quando percebe que não conseguirá sair a tempo, ela pega seu celular e, pelo Donna Car, aciona uma motorista mulher para atender a sua filha.

“Eu trabalho no Centro Político, mas às vezes eu preciso ir para lugares mais distantes, como o Distrito Industrial. Minha filha estuda em um colégio no Centro, então sei que não dará tempo de levá-la e ir para o distrito, por exemplo. Então sei que uma de nós vai se atrasar, então já sei que vou precisar usar o aplicativo”, explicou.

Criado pelas empreendedoras cuiabanas Simone Silva, 37, e Flávia Campos, 34, o Donna Car é um aplicativo de carona apenas com motoristas mulheres que também só atende pessoas do gênero feminino, com exceção de crianças de 5 a 14 anos, que podem ser homens.

Leia mais:  Bióloga busca facilitar o acesso à leitura por meio da doação de livros

Iniciativa surgiu pelas experiências traumáticas com motoristas de aplicativo homens, relatados principalmente por Flávia, que também é executiva do varejo e precisava utilizar o aplicativo várias vezes ao dia.

“Sempre tinha muito assédio. Às vezes eu precisava sair do trabalho à noite e sempre tinha piadinha. ‘Ah, porque mulher minha não pode estar fora de casa uma hora dessas, mulher bonita desse jeito só trabalha porque é burra’. Teve um caso em que o motorista pegou na minha perna, me pediu pra sentar na frente”, disse.

Simone e Flávia já eram amigas e, pelas ideias em comum, decidiram se unir com o objetivo de criar o projeto. Foi necessário 1 mês de pesquisa e buscar ajuda em outros estados para desenvolver o aplicativo.

“Começamos a pesquisar sem compromisso, quando a gente viu a gente já estava com o projeto praticamente pronto, só faltava implantar. Foi no final do janeiro que a gente começou a fazer as pesquisas e hoje já estamos a um mês e meio no mercado”, relatou Simone.

Leia mais:  Massa de ar polar atinge MT; Cuiabá tem mínima de 6º e Chapada -1º

Atualmente, o aplicativo Donna Car tem cerca de 400 motoristas e mais de 6 mil usuárias. Uma das motoristas é a dona de casa Tatiana Dias. Ao ver um anúncio do aplicativo na internet, ela encontrou a oportunidade de, além de conseguir sua independência financeira, ajudar outras mulheres.

“Hoje em dia a mulher é tudo o que ela quiser, ela é empresária, ela é do lar, ela é mãe. Eu tenho duas filhas meninas, então eu também me sentiria mais segura se minhas filhas viajassem com uma mulher, por segurança”, explicou.

Donna Car está disponível para Android e iOS gratuitamente, por meio de um atalho de nome ‘Seu Motorista’. As corridas podem ser pagas em dinheiro ou no cartão de crédito.

Por: Gazetadigital

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Deputados aprovam isenção de ICMS para produtos da agricultura familiar

Publicado

por

Os deputados aprovaram em 1ª votação, o Projeto de Lei 54/2019 ( Veja a íntegra aqui ) que isenta do ICMS alguns produtos da agricultura familiar. Essa iniciativa é do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM) e entrou em pauta na sessão ordinária da terça-feira (17).

Objetivo é promover a economia ajudando pequenos produtores de bucha vegetal, cebola e urucum, que são os produtos que ficarão isentos do imposto devido na saída. De acordo com o projeto aprovado, o benefício da nova lei alcançará, exclusivamente, operações com produtos de origem mato-grossense, produzidos por agricultor familiar, empreendedor familiar ou suas organizações.

Com atuação ferrenha pelo fortalecimento da agricultura familiar, Botelho destaca a necessidade de se criar mecanismos que consolidem a permanência do homem no campo. E, por isso, tem sido incisivo ao defender a aprovação dessa proposta desde 2017 e que, nos próximos dias, passará por nova votação em Plenário, até a sanção do governo do estado para ajudar os pequenos produtores a alavancar o setor.

Leia mais:  Procon Municipal alerta sobre cobrança indevida da taxa de esgoto

“Objetivo é valorizar o trabalho artesanal e fomentar a agricultura familiar ajudando inúmeras famílias”, esclarece Botelho, ao acrescentar que também promoverá maior competitividade e aumento da produção. “Tudo isso engrandece a agricultura e promove uma verdadeira transformação na condição de vida das famílias do campo”, acrescenta o parlamentar.

Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana