conecte-se conosco


Entretenimento

Ao vivo, Carla Cecato interrompe Roberta Piza e causa constrangimento

Publicado

A manhã desta sexta-feira (15) começou com um certo constrangimento na RecordTV. Tudo isso porque Carla Cecato, apresentadora do “Fala Brasil”, interrompeu a colega, Roberta Piza, ao vivo, para corrigi-la.

Leia também: Ida de André Azeredo para a Record intensifica batalha pela audiência matutina


Carla Cecato e Roberta Piza
Reprodução/Instagram

Carla Cecato e Roberta Piza


A situação curiosa chamou a atenção dos telespectadores quando Carla Cecato fazia a chamada para uma reportagem. “Quem gosta de milho cozido aí?”, perguntou a jornalista. “Produtores de milho estão animados com a previsão de aumento de 10% na colheita este ano, né? 2009…”, continuou Roberta Piza .

Então, a colega a interrompeu, a corrigindo e não deixando a gafe passar em branco. “2019! Você está em 2009? Nós estamos em 2019”, brincou Carla. “Acho que você não está ouvindo direito”, rebateu Piza.

Leia também: Record TV tenta blindar talentos da Globo, mas não sabe o que fazer com eles

Antes que a reportagem fosse ao ar, as duas riram juntas da situação. No Twitter, alguns internautas comentaram o assunto, sem perder o bom humor, é claro. “Moça, admita que você ainda está em 2009 e segue o jogo. Adorei o clima de descontração, mesmo com a gafe”, comentou uma telespectadora. “Falou 2009, mas não tem problema. Tá tudo certo”, escreveu outro.

Leia mais:  Padres culpam “Harry Potter” pelo aumento de exorcismos nos EUA

Mesmo com a jornalista corrigindo a colega e interrompendo seu raciocínio, essa não é a primeira vez que gafes acontecem nos telejornais exibidos ao vivo. No “Jornal Nacional”, da Globo, por exemplo, William Bonner perguntou à Maju Coutinho se “o tempo no sul vai ficar bom”. Então, a colega o corrigiu: “Tempo firme?”, perguntou.

Outra ocorrência aconteceu em um telejornal local, também da Globo, no Ceará. Os âncoras Luiz Esteves e Patricia Nielsen caíram na risada ao noticiar uma apreensão de pássaros silvestres.

Leia também: Minas Gerais Jurado do ‘The Four Brasil’ revela que vivia em pé de guerra com irmão

“Entre os animais apreendidos, estavam galos de campina, galinhas, filhotes de periquito do…”, relatou Patricia, caindo na risada e sem conseguir prosseguir com a fala. Luiz ainda tentou ajudar, em vão, e também começou a rir.

“Desculpe”, pediu ele, que ainda tentou chamar um link ao vivo falando sobre alagamentos, mas sem sucesso. “Desculpe. Ela está mostrando lá um drama dos moradores…”, anunciou, caindo na gargalhada novamente.

Leia mais:  Mãe de Ludmilla rebate comentários de Val Marchiori: “coraçãoruim”

Carla Cecato está à frente do “ Fala Brasil ” desde 2009. Em 2017, passou a apresentar o SP Record e, no ano passado, voltou a exercer a função de apresentadora do jornal matinal da emissora.

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
publicidade

Entretenimento

Durante agradecimento, brasileiro vencedor em Cannes discursa sobre política

Publicado

por

“A vida invisível de Eurídice Gusmão”, de Karim Aïnouz, venceu o prêmio de melhor filme na mostra Um Certo Olhar do Festival de Cannes nesta sexta (24). Durante o dicurso de agradecimento, o diretor do filime criticou o momento político do Brasil.

Leia também: De obra prima a desleixado, novo filme de Tarantino divide opiniões em Cannes


Filme sobre mulheres vítimas do patriarcado é aplaudido no Festival de Cannes
Divulgação

Filme sobre mulheres vítimas do patriarcado é aplaudido no Festival de Cannes


Leia também: Com espartilho apertado, Elle Fanning desmaia no Festival de Cannes

“Estamos passando por um momento de intolerância muito grande no Brasil. As ameaças contra a educação, a criativaidade e a cultura são gigantescas. Quero dedicar o prêmio à vivacidade e às atrizes do meu filme, que estão aqui”, afirmou o diretor , durante seu discurso no Festival de Cannes , referindo-se a Carol Duarte e Julia Stockler, que interpretam as duas irmãs protagonistas de “ A vida invisível de Eurídice Gusmão ”.

Leia também: Novo filme de Karim Aïnouz vence mostra Um Certo Olhar em Cannes

“Tenho muito orgulho de representar o Brasil hoje. Também temos que celebrar outros filmes brasileiros aqui no Festival de Cannes este ano”, completou o brasileiro referindo-se a outros títulos da seleção oficial, como “Bacurau”, de Kleber Mendonça Filho, a coprodução “O traidor”, de Marco Bellochio, que competem pela Palma de Ouro, e “Sem seu sangue”, de Alice Furtado, na mostra paralela Quinzena dos Realizadores.

Leia mais:  Padres culpam “Harry Potter” pelo aumento de exorcismos nos EUA

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana