conecte-se conosco


Esportes

Andy Murray revela dores no quadril e anuncia aposentadoria do tênis

Publicado


Andy Murray anunciou que vai terminar a carreira no tênis em 2019
FRANCISCO SECO/ASSOCIATED PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Andy Murray anunciou que vai terminar a carreira no tênis em 2019

Notícia chocante para os amantes do tênis. Andy Murray surpreendeu a todos durante encontro com a imprensa na véspera do primeiro Grand Slam do ano, o Aberto da Austrália. O britânico, de 31 anos, se emocionou ao anunciar que vai se aposentar das quadras em 2019.

Leia também: Série documental sobre Serena Williams estreia na HBO GO na próxima segunda

Andy Murray irá disputar a primeira eliminatória do “Open da Austrália” na próxima segunda-feira (14), quando enfrenta o espanhol Roberto Bautista Agut. Após a revelação bombástica durante a conferência com a imprensa, que durou menos de 10 minutos, este poderá ser o último jogo da carreira do tenista.

“Eu não me sinto bem. Tenho lutado por muito tempo e sentido muitas dores nos últimos 20 meses. Fiz praticamente tudo que podia parar melhorar o meu quadril, e isso não ajudou muito”, disse Andy Murray em lágrimas.

Leia também: Aos 23 anos, Kyrgios diz que se aposenta do tênis se vencer o Australian Open

Leia mais:  FIFA mantém punição e Chelsea fica proibido de contratar jogadores até 2020

O tenista afirmou ainda que “Wimbledon é o local onde gostaria de parar de jogar, mas não tenho certeza se vou conseguir. Não sei se consigo jogar com dores por mais quatro ou cinco meses”, desabafou.

Em 2018, devido à cirurgia no quadril, Murray disputou apenas 12 partidas. O atleta fio operado pelo cirurgião australiano John O’Donnell, que não foi otimista em relação a uma recuperação total. O tenista será submetido a uma cirurgia mais complicada, mas com o objetivo apenas de melhorar sua qualidade de vida.

Leia também: ATP Finals: último torneio de tênis do ano terá homenagem a Gustavo Kuerten

Em 2008, o tenista brasileiro Gustavo Kuerten (Guga), também aos 31 anos, realizou sua última partida profissional, pois assim como Andy Murray , já não resistia mais às dores no quadril.

Guga passou por três cirurgias no local sem uma solução para sua lesão. Após mais de uma década, a medicina esportiva evoluiu, com relação às intervenções no quadril, melhorando as chances de recuperação dos atletas, contudo, até hoje ninguém voltou dela.

Leia mais:  Conheça a ‘Extreme E’, nova categoria de corridas de ação que estreia em 2021

Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Copa do Mundo Feminina: Brasil vence a Itália por 1 a 0  e se classifica

Publicado

por

Marta comemorando
Mowa Press

Marta comemorando gol de pênalti contra a Itália.

Em jogo equilibrado nesta terça-feira (18), o Brasil derrotou a Itália por 1 a 0 e garantiu a classificação para as oitavas de final da Copa do Mundo Feminina . Marta, de pênalti, marcou o gol brasileiro. No outro jogo do grupo, a Austrália venceu a Jamaica por 4 a 1. 

Leia também: Craque Neto diz que vai comentar gol de jogadora que está fora da Copa do Mundo

O jogo começou melhor para o Brasil . Logo nos primeiros 15 minutos, Debinha quase marcou um gol de letra. Logo no lance seguinte, Marta  quase marcou um lindo gol olímpico. A goleira italiana tirou a bola antes dela cruzar a linha ou chegar em Cristiane, que chegava para completar. Porém, os gols não saíram e o jogo foi ficando equilibrado.

Aproveitando falhas da defesa brasileira, a Itália começou a se arriscar mais e criou boas chances. Aos 28 minutos do primeiro tempo, Girelli recebeu dentro da área e mandou a bola para o fundo das redes brasileiras. Para a sorte da seleção, a italiana estava impedida e o gol foi anulado.

Leia mais:  FIFA mantém punição e Chelsea fica proibido de contratar jogadores até 2020

A pressão continuou até o fim do primeiro tempo. Para se defender, a seleção contou com um ótimo bloqueio de Kathellen e uma grande defesa de Bárbara. Em meio à pressão italiana, o Brasil passou a abusar das bolas aéreas. Entretanto, a tática não deu certo. Com isso, o primeiro tempo acabou sem nenhum gol.

Leia também: Confira 6 países onde o futebol feminino é superior ao masculino

Andressinha
Reprodução/Twitter

Andressinha foi um dos destaques da seleção no jogo contra a Itália.

O segundo tempo começou da mesma maneira que o primeiro: equilibrado e com as duas equipes buscando o gol.  A melhor chance veio aos 5 minutos quando Andressinha cobrou uma falta no travessão. Minutos depois, Kathellen cabeceou para tentar marcar mas a bola passou rente à trave direita do gol italiano.

Com o decorrer do jogo, a seleção passou a criar menos, embora estivesse melhor do que a Itália na partida. O Brasil teve algumas boas chances, o toque de calcanhar de Bia que quase entrou. Após um belo passe de Marta, Debinha chutou e a goleira defendeu.

Leia mais:  Flamengo volta a vencer o Corinthians e avança às quartas da Copa do Brasil

Minutos depois, foi marcado um pênalti para o Brasil, que foi convertido por Marta . Após o tento, a Itália se jogou no ataque, mas Bárbara fez boas intervenções até o apito final.

Com o resultado, o Brasi l ficou na terceira colocação do Grupo C com 6 pontos. Austrália e Itália conseguiram a mesma pontuação mas superaram as brasileiras sem saldo e número de gols marcados. Com isso, a seleção enfrentará a França ou a Alemanha nas oitavas de final do mundial.


Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana