conecte-se conosco


Tecnologia

Amazon consegue suspensão de contrato da Microsoft com o Pentágono

Publicado

Olhar Digital

O contrato de US$ 10 bilhões da Microsoft com o Pentágono foi suspenso temporariamente. Um juiz emitiu uma liminar temporária contra o negócio até que um processo da Amazon fosse resolvido. As empresas travaram uma disputa para fornecer o serviço em nuvem da Infraestrutura de Defesa Empresarial Conjunta do Pentágono ( JEDI ), vencida pela Microsoft .

Como modelos de computador simulam a propagação do coronavírus

A Amazon alegou que perdeu o contrato bilionário por causa de uma animosidade pessoal do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump , em relação ao CEO da empresa, Jeff Bezos , e ao jornal The Washington Post , que também é de propriedade do empresário. A Amazon argumentou que o processo de concessão do contrato apresentava “deficiências claras, erros e viés inconfundível”.

Como a decisão do juiz é selada, não se sabe o motivo oficial por trás disso. Uma versão editada da decisão deve ser divulgada em duas semanas, depois que o documento for revisado por ambas as partes para retirar informações sensíveis à concorrência.

Leia mais:  Do carro inteligente à “superinternet”: o que o Brasil perde com o atraso do 5G?

Trump está brigando com Bezos desde o início de seu mandato, chegando a ameaçar prejudicar o relacionamento da Amazon com o Serviço Postal dos EUA . Parte da hostilidade pode partir do fato de Bezos ser proprietário do Washington Post, que relatou vigorosamente os excessos do governo Trump. No início deste mês, o CEO trocou farpas com o consultor da Casa Branca , Peter Navarro , durante uma conversa não relacionada sobre produtos falsificados na Amazon.

Reprodução

O presidente Trump disse em julho que estava analisando o contrato após reclamações sobre o processo de licitação, dando origem a preocupações generalizadas sobre a influência política na decisão de compra. Em outubro, o contrato foi concedido à Microsoft .

Em um depoimento apresentado ontem, uma autoridade do Pentágono afirmou que qualquer atraso na implementação do novo sistema seria imensamente caro para o governo norte-americano, estimando “um prejuízo financeiro entre US$ 5 milhões e US$ 7 milhões mensais enquanto o cumprimento do contrato JEDI ( Joint Enterprise Defense Infrastructure ) está adiado”.

Uber permite chamar carro por ligação telefônica

Leia mais:  Cabo ‘pirata’ caseiro da Apple é capaz de hackear computadores; conheça

A Amazon pode acabar em uma situação desagradável se a empresa perder o caso. Como parte do pedido, a empresa é “orientada a fornecer segurança no valor de US$ 42 milhões para o pagamento dos custos e danos que possam ocorrer ou sofrer no caso de procedimentos futuros provarem que essa liminar foi emitida injustamente”.

A empresa de Jeff Bezos espera forçar Trump a avaliar diretamente o julgamento, procurando obrigar o presidente, o ex-secretário de Defesa , James Mattis , e o atual secretário de Defesa , Mark Esper , a testemunhar no caso. O juiz não se pronunciou sobre a moção para depor, e ainda não está claro se isso acontecerá.

Comentários Facebook
publicidade

Tecnologia

WhatsApp deixa de mostrar status ‘online’ e ‘visto por último’, relatam usuários

Publicado

O WhatsApp se tornou um dos assuntos mais comentados no Twitter nesta sexta-feira (19) depois que usuários perceberam mudanças inusitadas em seu funcionamento. O aplicativo de mensagens deixou de mostrar o status “online”, “visto por último”, “digitando” e “gravando áudio” em suas conversas. Ao atualizar o aplicativo mudanças serão percebidas.

As novidades deixaram os internautas confusos sobre um possível erro no sistema, já que a empresa de Mark Zuckerberg não anunciou as atualizações. Antes, os usuários do aplicativo conseguiam apenas optar por desabilitar a função de “visto por último” e a de “confirmação de leitura” nas configurações de privacidade.

REUTERS/Thomas White

Segundo o site Downdetector, que monitora o relato de erros em redes sociais, o número de reclamações sobre o mau funcionamento do Whatsapp começou às 13h e atingiu seu pico às 14h.

Downdetector gráfico

Gráfico do Downdetector mostra pico de reclamações sobre mau funcionamento do WhatsApp

Entre os afetados pelas alterações repentinas, existem os que ficaram felizes pela maior privacidade e aqueles que lamentaram a falta de informações sobre seus contatos. E ainda no final da tarde desta sexta, alguns perfis no Twitter também começaram a relatar o retorno da visualização do status.

Leia mais:  App Store bate recorde e lucra R$5 bi em uma semana; veja os apps mais baixados

Já entre os concorrentes, o Telegram ironizou a suposta falha no sistema, convidando os insatisfeitos com as novidades a “convidarem um amigo para ficar online” no aplicativo.

Procurada pela CNN, a assessoria do WhatsApp ainda não respondeu ao contato para explicar as mudanças.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana