conecte-se conosco


Polícia

Alvo da Operação Liber Pater se apresenta e Polícia Civil cumpre mandado

Publicado

Assessoria/PJC-MT

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada em Crime Fazendários e Contra a Administração Pública (Defaz), cumpriu nesta sexta-feira (04.10) o último mandado de prisão expedido contra alvos da Operação Liber Pater, que investiga crimes contra a ordem tributária e organização criminosa em Mato Grosso.

M.L.G, 45 anos, se apresentou na Defaz, onde foi ouvido pelo delegado Sylvio do Vale Ferreira Junior. O alvo da operação preferiu se manter em silêncio durante o interrogatório e não prestou nenhuma informação. Ele era o único dos alvos da operação que permanecia foragido.

O suspeito foi encaminhado para audiência de custódia no Fórum de Cuiabá.

A Operação Liber Pater foi deflagrada em agosto deste ano pela Defaz e Secretaria de Fazenda de Mato Grosso para o cumprimento de 11 mandados de prisão preventiva e 37 ordens de busca e apreensão para apurar o comércio de bebidas quentes oriundas de outros estados sem notas fiscais, sem registro de passagem nos postos fiscais ou com simulação de trânsito para outros estados, mas com o descarregamento do produto em Mato Grosso.

Leia mais:  Polícia Civil apreende duas armas de fogo na zona rural de Cáceres

De acordo com o delegado Sylvio do Vale, a fraude se concretiza com a distribuição das bebidas quentes aos comerciantes espalhados pelo interior do Estado de Mato Grosso, sem qualquer recolhimento de tributos ou até mesmo sem quaisquer notas fiscais.

O delegado esclarece que a fraude promovida pela organização criminosa foi bem estruturada, ao passo que faturou aproximadamente R$ 14 milhões com a venda de bebidas quentes. “O ICMS sonegado, a título de substituição tributária, em decorrência do ingresso desses produtos (bebidas quentes) de maneira irregular no Estado de Mato Grosso, perfaz o valor de aproximadamente R$ 4 milhões, segundo dados da Secretaria de Fazenda do Estado do Mato Grosso,” pontua o delegado.

Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Dupla é pega com droga em casa identificada como ponto de venda

Publicado

por

Conforme o boletim de ocorrência, a denúncia apontava uma casa usada como ponto de venda de entorpecente, além de dois homens como traficantes

Policiais militares de Sinop (a 500 km de Cuiabá) prenderam nesta quinta-feira (02.06), dois homens por tráfico de droga, no bairro Menino Jesus I.

Conforme o boletim de ocorrência, a denúncia apontava uma casa usada como ponto de venda de entorpecente, além de dois homens como traficantes.

Em monitoramento, a informação foi confirmada devido o fluxo de pessoas no imóvel. Devido à situação, foi iniciado o procedimento de abordagem e a dupla denunciada foi encontrada. Eles carregavam porções de maconha e de pasta base de cocaína prontas para venda.

Na vistoria na casa, foram apreendidos porções de pasta base de cocaína, uma balança, vários frascos de perfume que segundo um dos suspeitos  foram usadas como moeda de troca, além de seis munições de calibre 38, uma maquina de cartão de crédito e dinheiro.

Os dois homens confirmaram que teriam pegado a droga de uma organização criminosa e seriam os responsáveis pela venda no bairro.

Leia mais:  Polícia Civil cumpre prisão de caminhoneiro que atropelou vítima em Guarantã do Norte

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana