conecte-se conosco


Mato Grosso

Alunos e professores apostam em limpeza para conscientizar comunidade escolar

Publicado

Alunos da Escola Estadual Ernany Mauricio Baracat de Arruda, de Várzea Grande, realizaram uma “operação de limpeza”, na Lagoa do Jacaré, localizado no bairro Cristo Rei. Foram retirados inúmeros sacos de lixo, num trabalho de conscientização coordenado pela professora de Biologia Noelma Cristina Freitas.

Os alunos mostraram aos moradores próximos da lagoa a importância de preservar o local, que antigamente era área de lazer e agora virou um depósito de lixo. O mutirão ocorreu no sábado (16.11).

Noelma Cristina explica que a escola desenvolve um projeto de educação ambiental ao trabalhar com os alunos a importância de cuidar do ambiente no qual estão inseridos. A partir da informação dos próprios alunos, a escola trabalhou o projeto, realizando a ação em prol da limpeza da lagoa.

Durante a limpeza, alguns alunos ficaram encarregados de apresentar aos moradores, músicas e declamação de poemas, chamando a atenção para que todos abracem a lagoa se preocupando com a conservação depois de limpa. Outro objetivo da ação é chamar a atenção dos órgãos públicos para a revitalização do local.

Leia mais:  PM captura foragido de operação da Policia Civil em Mirassol D’ Oeste

Os alunos não mediram esforços para fazer um trabalho elogiado por todos. Para o estudante Alisson de Oliveira Barros, é necessária a revitalização da lagoa, pois com a limpeza, é preciso criar consciência dos moradores. “Não adianta limpar e depois jogar lixo novamente. Existe lixo reciclável e lixo que não é biodegradável”, assinala.  

O colega dele, Eduardo Maia, tem o mesmo entendimento, pois acredita que é preciso a participação de todos para não deixar a lagoa cheia de lixo novamente. “Nossos avós tomavam banho lá, mas de lá para cá, a situação só piorou. Isso não pode continuar”, frisa.

Quem também participou da limpeza e saiu satisfeito é o aluno Mateus Pereira dos Santos. Para ele, muito mais do que a retirada do lixo, trata-se de um trabalho de conscientização. “É um momento importante para a região, pois os próprios moradores foram beneficiados. “Um momento importante, com certeza”.

“O que já foi uma área de lazer hoje se transformou num depósito de lixo, de esgoto, um monte de mau-cheiro. No período da chuva, vem a inundação que invadem as casas próximas. Por isso, resolvemos fazer a ação que teve a participação do toda a escola. Todos abraçaram a causal”, comemora a professora Noelma.

Leia mais:  Policiais localizam 14 dinamites em casa abandonada

O diretor Valter Benedito da Silva destaca que foi uma aula proveitosa e os alunos tiveram um excelente aprendizado. “Tão bom que a repercussão na escola foi a melhor possível e que chegou aos lares de nossos alunos”.  

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

MT tem 17.401 casos confirmados de Covid-19 e 665 mortes

Publicado

por

Por G1 MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana