conecte-se conosco


Política

ALMT prorroga prazo para recadastramento anual obrigatório dos servidores

Publicado

Foto: ANA PAULA SOARES

A Assembleia Legislativa reabriu o prazo para os servidores realizarem o recadastramento anual obrigatório. Com o encerramento do primeiro prazo, no final de abril, 246 servidores não atenderam ao chamamento da Secretaria de Gestão de Pessoas para atualizar as informações e terão agora mais 30 dias para atualizar os dados. O novo prazo começou na segunda-feira (20) e vai até o dia 20 de junho.

“O não cumprimento implica na suspensão da remuneração até a regularização das informações. Como o prazo regular para o recadastramento já havia terminado, o bloqueio passa a contar a partir desse mês, mas os servidores que concluírem o processo até a próxima sexta-feira (24) não serão penalizados”, alerta o secretaáio de gestão de pessoas Elias Santos.

Ele lembra que o recadastramento esta instituído pela Portaria 04/2016, publicada em 23/02/2016, a qual tornou obrigatória a atualização anual das informações cadastrais para todos os servidores efetivos, comissionados e estende-se aos que se encontram cedidos, afastados, permutados ou licenciados. A normativa também define os prazos e os sansões.

Leia mais:  ALMT recebe certificado Agosto Dourado MT 2019

Segundo o supervisor da folha de pagamento da ALMT, Rafael Vilela, o número corresponde a aproximadamente 15% do total de servidores ativos do Legislativo. Vilela lembra que o procedimento implica tanto na vida funcional dos servidores, quanto na regularidade do cumprimento das obrigações legais da Assembleia Legislativa frente ao e-Social.

Procedimento – O formulário para atualização das informações é on line e está disponível na intranet e também no site da AL. Para que o recadastramento seja validado, é preciso preencher todas as etapas do formulário, confirmando os dados constantes no sistema de cadastro quando não houver alteração, ou alterá-los, em caso de quaisquer mudanças. Lembrando que, no caso de alteração das informações, o recadastramento ficará pendente e só será finalizado quando a documentação original for entregue na Secretaria de Gestão de Pessoas.

Comentários Facebook
publicidade

Política

Vereador em MT diz “ciência biológica da saúde” as máscaras ajudam a combater coronavírus; Olhe vídeo

Publicado

por

O vereador por cinco mandatos Chico Curvo que também se diz pré candidato a prefeito, disse na tribuna da câmara que a máscara combate o coronavírus.

O vereador disse que teria conversado com Dr. Miguel que é médico e vereador em Várzea Grande “Chico diz que segundo a ciência biológica da saúde as máscaras combatem coronavírus na sessão de hoje (30). Será que o vereador não quis dizer ao contrário, que a máscara ajuda a reduzir a propagação do vírus.

 

Uma série de pesquisas científicas demonstrou que o uso de máscaras faciais durante surtos de doenças virais como a causada pelo coronavírus 2019 (COVID-19) só demonstrou ser eficaz para proteger os profissionais de saúde e reduzir o risco de pacientes doentes espalharem a doença.

Os estudos não demonstraram um benefício claro do uso de máscaras para pessoas saudáveis. Algumas pesquisas mostram que as pessoas podem ser infectadas tocando em uma máscara contaminada que estavam usando ou removendo-a incorretamente.
Em um surto como o COVID-19, as seguintes medidas podem ajudar as pessoas a reduzir suas chances de serem infectadas:

Leia mais:  Bolsonaro diz que juiz de garantia não é ataque à Lava Jato

• Lave as mãos com frequência ou use um desinfetante para as mãos à base de álcool. Sempre lave com água e sabão quando as mãos estiverem visivelmente sujas.

• Evite tocar o nariz ou a boca, que são vias comuns de infecção.

• Evite multidões e limite suas visitas a espaços fechados com pessoas.

• Evite o aperto de mão e outras formas de contato físico.

• Mantenha uma distância de pelo menos um metro (3 pés) de qualquer pessoa que tenha sintomas respiratórios (por exemplo, tosse ou espirro).

Se a pessoa tiver sintomas como tosse, espirros ou dificuldade para respirar, as recomendações são:

• Usar uma máscara facial, se a pessoa estiver infectada, para evitar a propagação da doença.

• Se não usar máscara, mas estiver tossindo e espirrando, é fundamental cobrir o nariz e a boca com o cotovelo dobrado ou com um lenço de papel – em seguida, jogar fora o lenço e higienizar as mãos.

“Este é um novo vírus”, disse Barbosa, referindo-se ao COVID-19, “então ainda estamos coletando informações sobre ele. Mas as evidências já disponíveis mostram que é semelhante o suficiente a outros vírus e estamos bastante confiantes de que essas recomendações são boas dicas para reduzir as chances de infecção”.

Leia mais:  Rondonópolis recebe palestra sobre Direitos Humanos nesta quinta-feira

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana